sábado, 2 de janeiro de 2016

DEUS É FIEL, MAS TAMBÉM É JUSTO.

Ensinar a doutrina de Jesus sem mostrar o outro lado onde são impostas regras que são difíceis de serem cumpridas somente para satisfazerem e trazer esperança aos ouvintes; isso é uma forma de fazer com que os ouvintes se acomodem com a vida espiritual que estão levando, podendo assim não buscar nenhuma melhoria.

O que tem acontecido são as mensagens do evangelho de versículos com palavras doces e confortantes aos nossos ouvidos. È preciso ensinar o evangelho do texto todo e não o evangelho segundo o meu bel-prazer.

Hoje dentro dos templos pouco se ouve sobre as doutrinas escritas pelo apostolo Paulo, são as regra de vida para os que desejam ser fieis com Deus.Ouvimos apenas promessas de um Deus bondoso e que esta satisfeito com o povo que o serve, e Ele esta pronto para contemplar com grandes bênçãos sem tomar conhecimento da minha vida espiritual.Tudo isso porque aprendemos que por mais errado que andemos o nosso Deus é fiel.

Deus é fiel sim, mas não é tolo.

Tudo que Deus nos promete, por trás a uma condição, por isso devemos ler texto e contexto para que mais tarde não venha se decepcionar.Um exemplo são os que pregam as promessas do velho testamento, contam maravilhas e grandes bênçãos, mas não mostram os castigos da Lei, falam das promessas, mas não podem cumprir a Lei, porque vivem na época da graça.Como posso desfrutar das promessas da Lei se não a cumpro.

Gálatas 3 : 10 -11 Aqueles que confiam que as Leis Judaicas podem salva-los estão debaixo da maldição de Deus, pois as escrituras dizem claramente: “ É MALDITO TODO AQUELE QUE, EM QUALQUER TEMPO QUEBRAR UMA SÓ DESTAS LEIS QUE ESTÃO ESCRITAS NO LIVRO DA LEI DE DEUS”. Eu não cumpro, e você cumpre?Se não somos obedientes nem agora que vivemos os ensinamentos de Jesus, que  resumiu toda  Lei brutal em, (Amar uns aos outros assim como Eu vos amei) A Lei forçava o povo a pecar, a roubar cometer crimes, prostituir. Adquirir doenças, pragas que o próprio Jeová lançava sobre o seu povo. Eram castigos para os Israelitas, para os inimigos deles. Existem centenas de contos de terror causados pela Lei Jeová feriu os filisteus com hemorróidas, o texto está em I Samuel 5 e 6. Em Deuteronômio 28:27 Jeová dita uma de suas maldições: A hemorróida, para aqueles que não obedecessem os mandamentos da lei,

A lei fazia da mulher objeto

A lei reduzia a mulher a objeto de uso, qualquer coisa era mais valioso que a mulher, até um boi tinha mais valor. O dono do objeto era o pai ou marido que fazia da mulher o que quisesse. Uma mulher amava o esposo, mas este achando na mulher algo feio mandava embora com carta de repúdio; Dt 24:1-4. A pergunta é: Quem deu permissão pro homem mandar a mulher embora se achasse nela defeito físico? A Lei.

A coisa feia não era sexo, pois a moça tinha de casar virgem sob pena de apedrejamento; Dt 22:13-21. Coisa feia aqui é defeito físico. A mulher no velho concerto diante dos olhos de Jeová, não tinha nem vontade própria. Era objeto sexual e escrava do homem e essa é uma cultura que até hoje permanecem Israel. Se fizesse, por exemplo, voto a Jeová, e o pai proibisse o voto não tinha valor. A casada também tinha de ter o voto aprovado pelo marido, ou perdia o valor, isto é, a mulher não era livre, pois o voto não poderia ser feito por ela ao deus Jeová; Nm 30:1-16.

Para contar as maravilhas da Lei é preciso mostrar os castigos também.

O SACRÍFICIO HUMANO

Israel estava em guerra contra os filhos de Amom, e Jefté era o general; Jz 11:1-5. Temendo perder a batalha, Jefté fez um voto a Jeová e o voto foi o seguinte: Se totalmente deres os filhos de Amom na minha mão, aquilo que, saindo da portade minha casa, me sair ao encontro, voltando eu em paz, isso será de Jeová, e  oferecerei em holocausto; Jz 11:30-31. Jefté tinha apenas uma filha, e justamente essa foi que saiu de sua casa ao seu encontro. 
Jefté ao vê-la, rasgou as vestes em pranto, pois iria cumprir a promessa.  

Depois que Jeová libertou Israel do Egito pela morte dos primogênitos, (matança de crianças), exigiu como pagamento que todos os primogênitos de Israel, tanto homens como animais, lhe fossem entregues como oferta. E os primogênitos tinham de ser resgatados por cinco ciclos de prata. Se não fosse resgatado era sacrificado a Jeová, isto está em Ex 13:11-16 / Nm 18:15-16. Deste modo, Jeová aceitava sacrifícios de crianças 

Existem também muitas histórias bonitas, mas para servir a Jeová dentro da Lei era preciso estar disposto a morrer, ou sofrer por Ele. Apesar de a bíblia nos relatar que Jeová e Jesus são a mesma pessoa deve ter havido uma grande transformação Nele. Mas isto não me interessa o importante é que Jesus é o Salvador

A lei nos fez escravos até a vinda de Jesus, e após Ele nos libertar da escravidão das Leis de Jeová, se insistir-mos em conseguir benefícios através da Lei estamos simplesmente ignorando a sua morte na cruz.