sábado, 31 de maio de 2014

LAGRIMAS DE UM CÃO



A bíblia nos relata que Deus criou o mundo, e todas as coisas que nele existem, e uma das mais perfeita criações de Deus são os animais, são milhares de espécie, mas de todas as espécies eu prefiro os cães.
Os animais são as criaturas mais perfeitas que existem, são tão perfeitos que Deus se arrependeu de ter criado o homem, e não os animais.
O ser humano é tão mau, que a bíblia relata que o próprio criador o destruiu toda a terra por causa da maldade dos seres humanos. Tudo que acontece no planeta, o responsável é o homem e não os animais. Quantos animais são abandonados nas ruas, nas beiras de estradas, cheios de sarnas, carrapatos, doenças de todo tipos.
Há! Mas quem quer um cão nesse estado de saúde, todo cheio de parasitas, com uma das patas quebradas que provavelmente deve ter sentido muita dor ao quebrá-la. Então um ser humano junto de sua família passa e vê aquele cão na beira da estrada, então a sua filha que ainda não tem maldade no coração diz: papai eu quero aquele cãozinho, o pai simplesmente  diz: isso é apenas um cão de rua e o pior deve estar doente. Aquele cão com seu olhar triste vê mais uma vez a sua chance de ter um lar ir embora,  porque ninguém vê nada de atraente nele, a única coisa que todos vêem nele são suas enfermidades e aparência de abandono, uma raça sem valor. Mas enxergar este pobre animal como mais uma vida sofredora; poucos enxergam.
Então o pobre cão continua a sua caminhada até chegar a uma cidade, e viu um restaurante e aquele cheiro de comida, e quando foi se aproximando do cesto de lixo para pegar algo para comer; o dono do restaurante bateu com a vassoura em suas costas e o expulsou com gritos e palavrões.
Naquele momento passava uma senhora de nome Rachel, a salva vida dos cães de rua parou o carro e desceu e começou a conversar o cãozinho como se fosse uma pessoa, e o cãozinho com aquele olhar de medo, seu corpo tremia pensando que iria levar mais uma surra, mas ela dizia para ele: não tenha medo, então olhou o sexo do animal e disse: Háa! Você é fêmea, vou levar você comigo e dar um lar a você, vou chamá-la de belinha. Rachel descobriu que belinha não tinha a pata quebrada e sim um tipo de deficiência parecida com aquela que da nos seres humanos (paralisia). Belinha foi desprezada pelo seu ex dono porque era deficiente de uma de suas patas traseiras. Hoje belinha mora em uma casa em um bom bairro, sua alimentação é de primeira qualidade. Alem de belinha; lá moram mais três amigas Sasha, Nala, Thila todas são tratadas como se fossem gente, belinha que era uma cadelinha de rua, cansada de apanhar agora tem um lar, veterinário particular, passeia de carro junto de suas amigas.
Quando Beliha viu a minha filha no dia em que levou uma surra do dono do restaurante, os olhos dela pareciam lacrimejar de medo, de felicidade, do adeus as ruas ao sofrimento.
Alguns cães quando vê um ser humano se aproximando demonstram medo, porque sabem que correm o risco de levar um chute ou uma pedrada.
Segundo a bíblia o homem foi o responsável pela primeira desobediência, o primeiro crime, responsável pela morte de Jesus. Os animais são puros; não cometem pecados, não julgam a outros, e nem cometem falso testemunho, também não guardam magoas de ninguém.
Quando nossos animais fogem da nossa presença não é porque esta com raiva da gente e sim medo de algo que fizemos que o machucasse, ou o assustou.
Um cão tem muitos quesitos que Deus gostaria que o ser humano tivesse.
São estes. Inocente, não guardam magoas, é sinceros, tolerantes, não reclama de nada, mesmo sem receber amor de seus donos retribuem como fosse o mais amado, alguns dão a própria vida para defender o seu dono.
Então sendo assim o ser humano é responsável por tudo que destrói o planeta e a sua própria alma. O ser humano é tão mau que alguns tiram a vida dos animais sem piedade, para satisfazer os seus desejos.
Mas também existem aqueles que amam os seus bichinhos, que os trata como se fosse um membro da família, como aconteceu com Belinha.
Tem também aqueles que dizem que gostam dos animais, mas os mantém preso em um pedaço de corda, onde o animal tem dificuldade para respirar, outros deixam  preso no meio da terra em quintais sujos, com as vasilhas de água com lodo, sujas de resíduos de alimentos.
Tem aqueles imbecis que dizem que gostam dos pássaros, principalmente os pássaros que fazem parte da nossa fauna.
Como alguém pode gostar de alguém e o mantém preso, manter o pássaro preso só para sentir o prazer de ouvir o seu canto.
Como seria a vida de um ser humano preso dentro de uma jaula, e alguém exigisse que ele cantasse todos os dias de sua vida, eu tenho certeza que ninguém se sentiria bem, alem de estar preso ter que cantar para satisfazer o prazer de outros.

OS CÃES TAMBEM CHORAM

Eu ainda me lembro, quando a minha amiga nina chorava de alegria quando eu chegava do trabalho, ela subia em meu colo lambia o meu rosto, e quando eu estava de bermuda deitado no sofá ás vezes eu acordava com ela lambendo os meus pés.
Ela demonstrava um amor tão grande por mim que parecia que ela que era dona de mim, e não eu que era o dono dela
 O amor é algo tão interessante que existem tantas formas de expressar que amamos alguém. Até os nossos animais parecem estar dizendo ao dono: eu te amo ou então perguntando: você me ama? A nina olhava no meu rosto e abanava aquele toquinho de cauda e ficava esperando eu a convidar para deitar no colo.
A nina chorava para tudo, para abrir a porta de manha para ela entrar, chorava esperando que eu a convidasse para deitar ao meu lado na cama, chorava de alegria quando eu a colocava no carro.
Mas o choro que já mais me esquecerei da minha amiga foi após o incêndio da minha casa, foi o dia em que eu a levei para ser sacrificada.
A filha dela já havia sido sacrifica, dois dias depois chegou o dia do meu sofrimento.
Naquela noite eu não consegui dormir, ela chorou a noite inteira, e eu não sabia que ela estava cega e havia perdido os movimentos da boca, sua língua não se movia, e nem as patas também.
Eu tentei dar água para ela, mas ela não conseguia beber, nem comer.
Não sei se é pecado coloquei minhas mãos em sua cabeça e pedi a Deus que não a deixasse morrer e nem ficar com seqüelas, mas nada adiantou.
Na manha seguinte a coloquei no carro em direção a Bilac e ele gemia muito, porque ela estava com dificuldade para respirar.
Durante o incêndio ela se escondeu debaixo da cama e aspirou muita fumaça dos objetos que se queimavam, ela estava com queimadura por dentro, quando cheguei a Bilac o veterinário disse-me: que não havia nada a se fazer, a não ser sacrificá-la, mas nem precisou ela morreu naquele mesmo dia.
Eu confesso que nunca em minha vida gostei tanto de um cão como eu gostava da nina, eu acho que nunca vou esquecê-la.
Sinto-me como se tivesse perdido alguém muito querido da minha família.
Eu lamento muito pelas pessoas que maltratam os animais.

Veja os animais não apenas como um animal, e sim como uma vida que sente dor, tem medo, ouve, e tem um coração que bate igual a nosso.

Editado por José Simião.
31/05/2014