segunda-feira, 21 de abril de 2014

AINDA HÁ ESPERANÇA.


Às vezes por falta de conhecimento da palavra nos afastamos de Deus, isto acontece muito nos momentos que estamos passando por dificuldades, seja financeira, ou de enfermidade, ou conjugal.
O fracasso da vida espiritual de milhares de crentes acontece quando chegam os problemas.
A primeira atitude que tomam; é tentar culpar Deus pelo acontecido.
Nestes momentos o diabo tenta colocar na mente do cristão que o Deus que ele serve o abandonou, outra atitude que é comum acontecer; é o cristão dizer: já que Deus me abandonou vou fazer tudo que me der vontade.  Esta foi  á atitude do rei Saul, ao invés de se humilhar perante o Senhor e fazer um concerto com Ele,  preferiu procurar outras crenças desprezando o seu Deus, acabou se suicidando. Leia: I Samuel 31 : 1 - 6
Uma das maiores arma de satanás é transformar o cristão como inimigo de Deus, fazendo isso ele passa a ter total domínio sobre a vida da pessoa.
A partir do momento que satanás passa a ter domínio na vida do cristão, passamos a ser suas marionetes. Se este cristão  esta com problemas conjugal, satanás lhe mostrara outras mulheres e dirá a ele: veja como essa mulher é mais linda que a sua, fazendo isto ele o distrairá para que não busque a Deus, se o irmão era um ladrão com certeza satanás vai mostrar a ele que se voltar a roubar, ele estará mostrando para Deus que esta revoltado com Ele, e a culpa é Dele. Todas as ações que satanás faz contra o cristão é tentar provar que Deus não existe que ele é um Deus falso, mentiroso, um Deus que não enxerga a desgraça que o mundo esta vivendo. Quem gera a miséria no mundo é o próprio homem, com suas ganâncias e avareza e falta de compaixão. Somos-nos responsáveis por tudo que acontece no planeta, Deus não inventou nenhum produto que causa doenças, Ele apenas nos deu a liberdade de escolher o que fazer para o bem ou mal da humanidade.
Mas quando o cristão reconhece que Deus é soberano, Ele tem compaixão de tal forma que; mesmo que o cristão esteja sobre um monte de lixo, Ele o levanta e o coloca sobre um lugar de honra.
O primeiro passa a tomar quando acontecem coisas que podem abalar a nossa fé, é orar sem cessar, pedir orientação ao Senhor, e consertar o erro, colocar a casa em ordem.
Nunca devemos falar com Deus como se Ele fosse responsável pelos nossos problemas, e sim respeitá-lo com sendo Ele a única solução para os problemas, se tentarmos encarar Deus no mesmo patamar que o nosso, as coisas simplesmente irão piorar.
II Reis 20 :1- 6
Ezequias estava muito doente; sua doença era mortal. “O profeta Isaias foi fazer uma visita ao rei, e lhe disse ”ponha seus negócios em ordem e prepare-se para morrer. “O Senhor disse que você não vai sarar dessa doença.” Observem que Ezequias não blasfemou nem murmurou apenas orou, e se colocou no lugar de servo humilde
Então Ezequias virou o rosto para a parede e orou, dizendo: “Ó Senhor, Lembra-te de como sempre tentei obedecer as Tuas ordens e agradar-te em tudo que faço...” Então ele caiu em desespero e chorou. Assim antes que Isaias saísse do pátio, o Senhor falou a ele outra vez: Volte à presença de Ezequias dirigente do meu povo, diga a ele que o Senhor Deus de seu pai Davi ouviu sua oração e viu suas lagrimas, vou cura-lo, e de hoje a três dias ele sairá da cama e irá à casa do Senhor. Vou dar a ele mais quinze anos de vida, e também vou livrar das mãos do rei da Assiria a ele e a esta cidade. E tudo isso será feito para a glória do meu nome e por amor do meu servo Davi.
Deus ouviu a oração de Ezequias porque ele agiu como um servo que sabe que a vida do homem esta nas mãos de Deus.
Se naquele momento em que Isaias lhe trouxe essa mensagem e ele começasse a lançar na face de Deus palavras como: sempre foi fiel contigo, mas agora tu me abandonaste, vou voltar ao pecado porque o Deus a que eu servia não pode me curar e ainda me manda um de seus profetas para me trazer noticia de desgraças, não ele simplesmente orou e Deus ouvindo sua oração e suas lagrimas de sinceridade,  deu mais quinze anos de vida.
O que cria barreira entre Deus e homem é a arrogância, a duvida da Sua existência principalmente nas horas das grandes tribulações.
O que Deus quer é: tudo que recebermos Dele devemos agradecê-lo e divulgar as bênçãos recebida para que o Seu nome seja glorificado, ainda que estejamos vivendo momento de sofrimento.

Editado por José Simião

20/04/2014