segunda-feira, 27 de maio de 2013

O ORGULHO E ARROGANÇIA DOS REIS.

  II CRONICAS Cap.25
As historias dos reis do povo hebreu são sempre parecidas umas com as outras, eles começavam a reinar e servir a Deus com todos os cuidados, sempre obedeciam as Leis do Senhor, mas no final a história é quase sempre a mesma; pecaram contra o Senhor.
Amazias pai de Uzias estava com vinte e cinco anos quando começou reinar em Jerusalém.
No inicio de seu reinado o Senhor sempre o abençoava, mas no final da história sempre veio ás maldições, e o pior; acompanhada de morte.
Pecavam por se sentirem poderosos, arrogantes, homens que se consideravam um deus, o poder lhes davam coragem para desafiar ao Senhor, o mesmo que o colocou no poder.
Pecavam porque queriam, tinham o orgulho de mostrar os seus poderes para o povo, mesmo sabendo que estavam desacatando ao Senhor.
Ameaçavam os profetas do Senhor quando eles vinham lhes advertir, não se importavam com as mensagens dos profetas de Deus mesmo sabendo que iriam perder o trono ou mesmo a vida, porque o orgulho lhes cegavam.
Eles sempre eram orientados pelos profetas do Senhor, mas quando se sentiam poderosos pecavam, cometiam crimes não permitidos pelo Senhor, adoravam a ídolos, alguma coisa de errado eles tinham que fazer para a história ter o mesmo final. Amazias estava indo bem como rei de Jerusalém porque obedecia ao Senhor, era um jovem de apenas 25 anos, e o seu exercito era poderoso.
 II Cronicas 25 : 13 Nesse meio tempo, o exercito de Israel que Amazias havia mandado para casa atacaram varias cidades de Judá, e nos arredores de Bete-Horom, no sentido de Samaria.
Eles mataram três mil pessoas, e carregaram grande quantidade de tudo quanto puderam roubar.
Quando o rei Amazias voltou desta matança dos edomitas, troxe consigo imagens tomadas do povo de Seir, e as colocou como deuses; curvou - se diante delas, e queimou incenso a elas! Isto deixou o Senhor muito zangado com Amazias e Ele mandou um profeta lhe interrogar: “O que levou você a adorar a deuses que nem mesmo puderam salvar o seu próprio povo do ataque que você lhes fez?” As vitorias nas guerras o deixou arrogante, afinal ele era o rei e não admitiu ser advertido pelo profeta de Deus e disse: “Desde quando eu pedi o seu conselho?” Interrompeu o rei. “Pare com isso, antes que eu mande matar você.” O profeta saiu, mas antes de partir deixou este aviso: “Sei que Deus determinou destruir você, porque tem adorado essas imagens, e não aceitou o meu conselho”.
Amazias conhecia as Leis do Senhor, no versus 7 ele obedece a mensagem do profeta de Deus, quando o alerta para que não contrate soldados de Israel, porque Deus não estava com eles.
Mesmo conhecendo as Leis do Senhor ele adorou aos deuses do povo que ele mesmo havia derrotado no combate, um ato de idiotice.
O Senhor o protegeu em todas as suas batalhas, mas ele abandonou o Deus que lhe deu a vitória e adorou aos deuses dos derrotados.
Amazias fugiu para Laquis,mas o povo o perseguiu e o mataram e o seu corpo trouxeram para Jerusalem, ele já estava com a sua morte encomendada pelo Senhor.
Isso é comum nos dias de hoje muitos são abençoados pelo Senhor o Deus vivo, após receberem as suas bênçãos dobram os seus joelhos diante de ídolos de barro o metal, outros adoram a seres humanos como bispos e apóstolos, pastores, papas.
Algumas igrejas evangélicas vendem também os seus ídolos disfarçados, como patuás com sal grosso, águas, toalhinha com suor de apóstolo fazendeiro, vuvuzelas para tocar e derrubar as muralhas que estão impedindo a sua prosperidade, tudo isso é idolatria.
É fácil clamar pelo socorro do Senhor na hora das tribulações, mas como é difícil dar ouvidos quando Ele nos adverte.
Insistir no erro quando conhecemos o certo é se passar como tolo, O povo Hebreu conhecia bem as Leis do Senhor, assim como nós as conhecemos e insistimos no pecado.
As palavras dos profetas daquela época eram vindas de Deus, não como as palavras dos que dizem serem profetas hoje.
Quando um homem de Deus viesse entregar uma mensagem do Senhor, a coisa era seria desrespeitar, ou fazer pouco caso de suas palavras trazia maldições, ou até mesmo a morte.
Amazias não teve um final feliz, da mesma forma era o comportamento do povo, viviam vinte, trinta anos em paz, derrepente pecavam contra o Senhor.
Quantas vezes o Senhor esta nos ajudando e por um pequeno vacilo caímos no pecado e nos esquecemos de confessar e pedir perdão, então os pecados se acumulam e já não nos lembramos mais quantos são.
Hoje o Senhor já não nos castiga mais com maldições como no passado, mas nos mesmos nos castigamos; perdendo o controle da vida, então vem á revolta e passamos a pecar mais,
O Espírito Santo se afasta porque Ele não habita em templo sujo, ficamos desamparados a ponto de cometer suicídio.
Quando o Espírito Santo deixa de habitar e nós ficamos como uma casa vazia, então os demônios a invade e passa a ter controle em nossa mente, fazendo com que a cada dia mais nos afundemos no lamaçal, perdemos a vontade de orar, de ler a palavra, fugimos dos irmãos que querem nos resgatar novamente para Cristo, passamos a ver a igreja como um péssimo lugar, se possível até cortamos caminho para não encontrar um irmão em Cristo, nos tornamos frio, satanás sempre estará dizendo em seus ouvidos: depois de tudo que eu fiz para Cristo mesmo assim Ele nos abandonou.
Satanás sempre nos coloca como o dono da razão, a função dele sempre foi desmoralizar a igreja de Cristo; apresentar Ele como um Cristo morto.
Muitos que vieram da idolatria para servir a Jesus voltaram novamente para o Egito, ou para o pecado porque foram convidados para aceitar um Cristo que traz riquezas, e não o Cristo que salva e liberta o pecador, estes passam um tempo na casa do Senhor a espera de adquirir algo material, mas nada conseguem porque não conhecem a palavra então só lhes resta voltarem para a idolatria, e a idolatria mata a alma.
 Uzias filho de Amazias também foi rei em Judá, enquanto Uzias seguia os caminhos do Senhor ele teve sucesso em seu reinado, venceu varias guerras e ganhou fama, mas o orgulho o destruiu. II Cronicas26 :16 Foi assim que ficou orgulhoso, e também se corrompeu.
Pecou contra o Senhor seu Deus, entrando no santuário proibido do templo, e queimando ele mesmo incenso sobre o altar.
Uzias estava profanado a Lei do Senhor, e ainda ficou furioso quando o sumo sacerdote Azarias o advertiu.
Quem podia queimar incenso, ou oferecer os sacrifícios ao Senhor eram somente os sacerdotes, ou os filhos de Arão, essa era a lei e deveria ser cumprida por todos.
Mas o castigo do Senhor caiu sobre Uzias, á lepra tomou conta do seu corpo, e viveu sozinho separado de sua gente até o dia de sua morte. Uzias não teve um final feliz por causa de seu orgulho.
O rei Acaz também não teve um final feliz.
 Nem o rei Jeorão foi feliz até o fim, e outros mais.
Quando não era o povo que pecava, era o rei. Os descendentes de Abraão sofreram tanto no deserto e nas terras que herdaram de Deus, que muitas destas histórias causam arrepios.
A história deste povo é pior que quando Adolf Hitler torturava os Judeus.
Um povo que foi torturado por uma Lei severa, eles conheciam a Lei, mas não conseguiam cumpri-la porque eram escravos do pecado, mas mesmo assim não aceitaram no Messias como Salvador.
A própria Lei que os matavam, que os condenavam, eles aplicaram no Messias, porque a Lei os cegara e não puderam ver que o Messias era o cumprimento de toda a Lei.
Um advogado que não se interessa em aprender os códigos penais, é um péssimo advogado, não conhece as Leis de seu país para defender o seu cliente, assim é o crente que não se interessa em conhecer a bíblia, têm em mãos os livros das Leis do Senhor, mas não as conhecem.
Diante de milhões de almas que vagaram no deserto, poucos puderam ser felizes no período da Lei que é dita como de Moisés, mas veridicamente de Jeová.

Editado por José Simião
27/05/2013



sábado, 25 de maio de 2013

REPRODUTORES DE SERES HUMANOS.


Poderíamos nós humanos ser - mos como os animais que fazem sexo somente na época do cio? Seria essa a intenção de Deus antes do homem pecar, nos criar somente para sentir o desejo sexual na época em que as mulheres estivessem no período fértil? Faríamos sexos somente para reprodução, Deus abençoou os dois e disse: “multipliquem-se, encham a terra e tenham domínio sobre a terra. Genesis 1 : 28 Sexo sem fantasia, sem sentir atração um pelo outro, Sexo na época certa, sem maldade, somente pára reprodução. Se Adão e Eva viviam nus e não percebiam a sua nudez, como poderiam sentir atração um pelo outro. podemos observar que Adão e sua esposa ainda não tinham raciocínio, eram como os animais, que vêem a fêmea e não toca nela enquanto não estiver no cio. Um casal que pratica sexo sem fantasias são apenas reprodutores, não observando a beleza do corpo do seu parceiro, ou parceira. Por mais que sejamos cristãos sempre admiramos a beleza do sexo oposto. Eu acredito que quando Ele criou o ser humano Ele o fez sem a capacidade de sentir atração pelo sexo oposto, é o que parece ser; ele só observaria o órgão sexual de sua companheira quando desejasse aumentar a sua família, ter mais filhos.
Mulher para cozinhar, lavar e ter filhos, servir a homens que elas os chamavam de senhor.
QUEM PECOU PRIMEIRO.
Adão ou sua esposa, desde o inicio da criação do homem a mulher foi vista como serva do homem, ás vezes chego a pensar que foi o homem que desobedeceu a Deus, mas os tradutores da palavra para manter o machismo culparam a mulher.
Á muitos séculos passado quem dominava o mundo era a igreja; e seus lideres sempre foram do sexo masculino, homens que exploravam os pobres, torturavam aqueles que não cumprissem suas leis, o negocio deles era dinheiro, tomar posse de propriedades alheias, então os tradutores só podiam colocar nos livros aquilo que não causasse escândalo para a sociedade supostamente chamada cristã. 
MULHERES SEM DESEJO SEXUAL.
O pecado ganhou tanto poder que o homem precisou inventar um modo de controlar as adolescentes.
Ainda hoje é muitos comum em algumas regiões da África a pratica da clitóridectomia, segundo informações fazem essas cirurgias para preservar a virgindade das jovens, não sentindo prazer não há desejo sexual.
No caso a mulher é apenas um objeto sexual de prazer masculino, mesmo não tendo desejo sexual não á impede de se engravidar.
Bem essas cirurgias são feitas sem nenhum cuidado médico ou higiene, os instrumentos cirúrgicos utilizados; são navalhas, facas ou canivetes sem esterilizar, que muitas vezes causam serias infecções, e sangramentos. O que despertou desejo sexual descontrolado foi quando o casal do Jardim de Deus passou a ter o conhecimento do que era bom ou ruim, foi então que surgiu a libertinagem.
Na mente do casal do Jardim de Deus não havia despertado nenhuma maldade, mas quando desobedeceram a Deus então todo o tipo de desejos pecaminosos ganhou poder na vida deles e de seus descendentes; então puderam descobrir os prazeres e os desejos carnais, e juntos vieram os homicídios, o roubo, a prostituição.
Eles eram tão inocentes que nem sabiam que estavam nus, não tinham raciocínio, eram livres, mas não havia motivo para desfrutar tal liberdade.
Se pegarmos um casal de crianças de 8 anos de idade e a colocar - mos em um local fechado e La dentro ligar - mos um transformador com 13.800 KV e disser – mos a eles não toque no transformador porque o dia em que vocês tocarem certamente morrerão.
Então chega um palhaço e diz a eles: quem disse que vocês não podem tocar ai? E mentira; disseram isso por que o dia em que vocês tocarem ali. vocês ganharam todos os tipos de brinquedos que sempre sonharam, e eles nunca puderam dar a vocês.
Qual a criança que não sabendo o que é bom ou ruim não ariscaria tocar no transformador com tal proposta.
Apesar de seus pais os proibirem de desobedecer, mas a proposta do palhaço era mais forte, mas interessante, eles ainda não sabiam quais são os efeitos da desobediência.
Para Adão e sua esposa a palavra morte não tinha nenhum significado, ate o momento não havia nenhum óbito, nenhum castigo, para que eles pudessem temer.
Genesis 3 : 11 “Quem disse que você estava nu?” Perguntou o Senhor Deus. “Vai ver que comeu da fruta da arvore proibida!”. O Senhor fez essa pergunta para Adão não que Ele não soubesse, mas para ver se ele era sincero com Ele.
O Senhor já sabia que Lúcifer iria ter poder sobre a humanidade, porque Ele sabe o que fazemos ou pensamos, sendo que a tal arvore proibido estava dentro do Jardim chamado de Deus, isso quer dizer, “propriedade Santa, Lugar intocável pelos inimigos de Deus”, se Lúcifer estava lá é porque Ele o permitiu.
O que aconteceu com o casal do Éden foi semelhante ao que aconteceu com Jó, O senhor queria mostrar a lúcifer que apesar do o homem ter o livre arbitre, eles o obedeceria mesmo que lúcifer estivesse ali na tal arvore proibida. Segundo a bíblia o Senhor disse a satanás viste o meu servo Jó, homem igual a este não existe, então o Senhor coloca o seu servo justo e fiel nas mãos de satanás, e satanás destrói tudo que o servo justo possuía, filhos e bens, e Jó cai em todos os tipos de desgraças que pode acontecer na vida de alguém.
Deus somente queria provar para satanás a fidelidade de seu servo, para Ele não importava o sofrimento do seu servo e sim provar a satanás que Jó era fiel.
No inicio da criação, o homem não sabia distinguir o que era bom ou ruim, ou o que daria prazer no seu dia, dia.
Foi preciso que primeiro pecassem para descobrirem os prazeres do pecado.  Apesar de serem criaturas de Deus, Deus sabia que eles iriam pecar; E que seus filhos estavam nas mãos de Lúcifer.
AS PORTAS ESTÃO ABERTAS ENTRA QUEM QUIZER.
A mesma liberdade de escolha que Deus nos deu, satanás também a recebeu, tanto Deus como satanás estão prontos a nos receber, são duas portas entramos naquela que nos parece á melhor.
Sendo o Senhor o criador e Justo Ele não impediu que satanás tivesse a liberdade de agir no meio da humanidade, se o Senhor o impedisse estaria sendo injusto com ele, porque afinal Ele é o criador do próprio satanás.
Nada de bom ou ruim acontece sem que o Senhor não venha saber, Deus nunca foi surpreendido com as atitudes do ser humano.
Deus pode ver você se afundar na maior desgraça e nada Ele fará por você, porque somos livres para escolher o que seguir.
O maior prazer do Senhor era provar para os seus filhos, ou seus inimigos o Seu poder, mesmo que Ele tivesse que tirar a vida de uma de uma nação inteira.
Eu não estou querendo provar que o Senhor esta errado, mas sim mostrar que Ele é soberano, e destrói tudo que não o agrada.
Lembrem – se que o Senhor é o Deus, Eu Sou, Eu dou á vida e eu mesmo a tiro.

Editado por José Simião.

24/05/2013 

quinta-feira, 16 de maio de 2013

OS CARDAPIOS DE JEOVÁ



Varias seitas religiosas fazem os seus rituais baseando - se nos pratos favoritos de Jeová, o Deus dos hebreus, ou o povo de Israel.
Eles eram obrigados fazerem ofertas de animais, e cereais, vinhos para o grande Deus Jeová.
Jeová tinha prazer em sentir o cheiro da gordura de animais queimados.
O mais interessante é que os animais tinham que ser conforme as suas exigências; animais, perfeitos, sem mancha ou deficiência física.
Ao lermos os livros de magia negra e seus rituais vamos encontrar os cardápios de ofertas de sacrifícios de animais e alimentos, bebida como vinho, e outros para os orixás, ou espíritos.
Na época em que Jeová tinha domínio sobre o povo de Israel somente existia o vinho, que era a bebida nobre.
Talvez se existisse a cerveja, ou champanhe, ou até a própria cachaça, poderia ser exigido por Ele em seus cardápios.
Eu não estou com ironia ao comentar sobre esta passagem bíblica, mas estou apenas comentado sobre os costumes de Jeová.
É claro que você vai me dizer que Ele não bebia, e nem comia, mas eu afirmo com toda a certeza que Ele tinha prazer em receber estas ofertas.
Os espíritos também quando recebem as suas oferendas nas encruzilhadas, ou cachoeiras com mata fechada; mesmo sendo alimentos como aves, animais quadrúpedes, ou cereais e bebidas eles também não comem, são apenas rituais, somente quem come, são os chamados cavalos são aqueles que recebem essas entidades que exigem determinados pratos.
Existe uma cozinheira especialista para fazer os pratos preferidos dos orixás.
Eu não estou querendo provar que a bíblia apóia estas seitas, mas apenas mostrando que seus rituais são semelhantes ao praticados pelo povo de Jeová.
Genesis 28 : 1-14 O Senhor disse a Moisés: “Diga ao povo para não se esquecer de Me trazer nos dias  certos  as ofertas que são comida para Mim, isto é,  as ofertas queimadas que têm para Mim um cheiro agradável. “Diariamente vocês devem oferecer como oferta queimada  dois cordeiro sem defeito e com um ano de idade. Vocês devem oferecer um cordeiro de manha  e outro no fim da tarde.
E junto com essa oferta queimada devem fazer uma oferta de alimento que terá 2,2 litros de flor de farinha misturada com 0,9 litros de azeite.
Sempre devem fazer essa o
Oferta queimada, conforme as ordens dadas no monte Sinai, pois tem um cheiro agradável ao Senhor.  Junto destas ofertas deve haver oferta de bebidas de 0,9 litros de vinho forte para cada cordeiro.
Vocês devem fazer esta oferta de bebida para Mim no Santuário. No fim da tarde você deve oferecer outro cordeiro, junto com as mesmas ofertas de alimento e de bebida. Essa oferta queimada também tem cheiro agradável para o Senhor.
Podemos observa que nos pecadores comemos de segunda a sexta os tradicionais pratos, mas nos finais de semana extrapolamos sempre comemos um pouco a mais.
Mas com Jeová não era diferente.
E o Senhor continua a instruir a Moises a respeito do Seu cardápio, no versus 9 do mesmo capitulo disse o Senhor a Moises: “ Todo sábado você deve oferecer dois carneiros de um ano, sem defeito como oferta queimada, além dos dois outros oferecidos diariamente. Deve fazer também uma oferta de alimento de 4,4 litros de flor de farinha misturada com azeite e ainda a oferta de  bebida.
O mais interessante é que estes alimentos apreciados por Jeová são os mesmos que nós temos prazer em sentir o cheiro e comer.
Observem que cada vez vai aumentando a quantidade alimentos e bebidas.
No versus 11 “No inicio de cada mês  você deve oferecer ao Senhor como oferta queimada dois novilhos, um carneiro e sete cordeiros de um ano. Esses animais  não devem ter defeito.Devem também oferecer como oferta de alimento 6,6 litros de flor de farinha misturada com azeite para  cada  novilho, 4,4 litros de flor de farinha misturada com azeite para o carneiro e 2,2 litros de flor de farinha misturada com azeite para cada cordeiro.
Esta oferta queimada tem o cheiro agradável para o Senhor. E junto com cada sacrifício deve  haver oferta de  bebidas: 1,8 litro de vinho para cada  novilha, 1,2 litro de vinho para o carneiro e 0,9 litro de vinho para o cordeiro. Esta será a oferta queimada mensal.
Jeová tinha um bom gosto o carneiro temperado com um bom vinho é ótimo.
Se continuarmos a ler até o fim deste capitulo tem mais ofertas, vamos parar no versus 14.
Esta é a razão onde muitas seitas ainda oferecem sacrifícios de sangue e alimento, bebidas, e animais em seus rituais macabros.
Ainda bem que Jesus nos libertou de todos esses rituais. Se ainda existissem estes rituais para agradar ao Senhor eu só poderia oferecer um pardal, isso sem contar que eu iria preso pelo IBAMA, a onde eu conseguiria tantos animais para que Ele perdoasse os meus pecados.
JESUS É AMOR
Deus o Pai de Jesus foi tão maravilhoso que Ele deixou de sentir prazeres pelos alimentos do homem e nos enviou o Seu filho para que todo aquele que Nele crê não precise mais fazer ofertas de sangue, nem de alimentos, nem de bebidas, porque o filho lhe deu grande prazer em cumprir as Suas ordens.
A morte de Jesus na cruz foi o cumprimento de todos os sacrifícios. Jesus disse aos Seus discípulos no evangelho de João Cap-13: 34 Por isso Eu estou dando a vocês um novo mandamento - amem-se tanto uns aos outros quanto Eu amo vocês. Esse profundo amor que vocês tiverem uns pelos outros provará ao mundo que vocês são Meus discípulos.  Jesus disse essas palavras porque eles Eram escravos dos sacrifícios, da violência, das guerras para invadir terras alheias, do olho por olho e dente por dente.
Pedro certa vez perguntou a Jesus quantas vezes deveríamos perdoar um irmão, e Jesus lhe respondeu: em Mateus 18 :21 Então veio Pedro a Ele e perguntou-lhe: “ Senhor, quantas vezes devo perdoar um irmão que pecar contra mim? Sete vezes?” “Não! respondeu Jesus, “Setenta vezes sete!
Mas diante das Leis de Jeová não era assim, Deuteronomio 21 :18-21 Se alguém tiver um filho teimoso e rebelde, que não obedece nem o pai nem a mãe-  nem mesmo depois de ser castigado por eles- o pai e mãe levarão o filho na presença dos oficiais da cidade. Ali declararão: Este nosso filho é teimoso e rebelde. Não obedece ao que dizemos. É corrupto e beberão! Então os homens da cidade o apedrejarão esse filho rebelde até que ele morra deste modo ficará eliminado este mal entre vocês, e todo Israel, ao saber disso, terá temor.
A diferença dos ensinamentos de Jesus esta no amar, e não no castigar ou matar para servir de exemplo. Jeová sendo o Criador e legislador das Leis tinha todo poder tanto para castigar ou matar a quem Ele quisesse ou como fosse do Seu agrado. Para encerar eu quero lhes dizer que somente creio no amor de Jesus, e também leio livros de outras seitas somente para aprender, e ter a certeza que somente Jesus é o Senhor.
Fiquem na Paz de Cristo.

Editado por José Simião
16/05/2013

segunda-feira, 13 de maio de 2013

OS FILHOS DE ISRAEL



Sempre aprendemos que o povo de Israel era considerado por Jeová um povo rebelde, mas por que motivo?
Segundo a bíblia no velho testamento Deus foi o criador de todos os seres vivente e as demais coisas existentes no planeta.
Eu sou eletrotécnico e já criei alguns projetos eletrônicos e os fiz funcionar, bem sendo eu o criador tenho a obrigação de conhecer tudo sobre o equipamento que criei; suas capacidades e falhas, e até mesmo o seu tempo de durabilidade, também como o inventor do projeto tenho a liberdade de testá-lo alem dos seus limites, ou até mesmo destruí-lo.
Os descendentes de Jacó não foram para o Egito por acaso, mas Jeová já havia dito para Abraão o que iria acontecer com eles no futuro. Genesis 15 : 13  Nessa hora o Senhor disse a Abraão: “Saiba que os seus descendentes terão de viver em uma terra estrangeira. Lá eles serão tratados como escravos , e terão muito sofrimento, por 400 anos.
Sendo este povo protegido de Jeová quais seriam os motivos de se tornarem escravos de estrangeiros, em uma nação que era inimiga Dele porque adoravam a deuses, e ídolos, e praticavam magia negra.
Sabemos que Ele tem autonomia para fazer o que quer seja com quem for, porque em tudo Deus tem um propósito seja bom ou aparentemente ruim para nós, mas o tempo que sofreram em terras estrangeiras já estava previsto por Jeová Genesis 15 :15 Depois de quatro gerações, os seus descendentes voltarão para cá. Porque será naquela ocasião que a maldade dos povos amorreus que vivem aqui vai estar pronta para o castigo total!  Por enquanto, a maldade deles é tolerável.
O que podemos entender é que Jeová deixou o seu povo escravizado todo este tempo para que os pecados dos amorreus chegassem ao seu limite, então destruiria a todos, e as terras ficariam a disposição dos filhos de Israel.
A LIBERTAÇÃO.
Então surgiu Moises o escolhido de Deus, o filho de uma hebréia, o menino que havia sido colocado em um cesto de junco e posto as margem do rio Nilo para escapar da morte, mas Jeová tinha um plano na vida daquele menino.
Então Moises cresce no reino de Faraó, e ao se tornar adulto Jeová o intima para que seja ele o homem que libertará os filhos de Israel das mãos de Faraó.
Depois de muitas conversas de Moises com faraó e pragas que Jeová lançava contra aquela nação finalmente chega o dia da saída do Egito para o terrível deserto.
Sempre julgamos o povo hebreu como um povo rebelde, mas não é bem assim.
Vivemos no conforto de nossas casas mesmo assim ainda não temos total confiança nas promessas de Deus, agora imagine no meio de um deserto, um povo que estava esquecido por quatro séculos trabalhando como escravos, e mesmo que eles clamassem por Jeová nada Ele poderia fazer; porque era preciso completar o tempo que Ele havia dito ao seu servo Abraão, era o tempo que os pecados dos amorreus estourariam a paciência Dele, então seria o fim dos amorreus.
Sabemos que aquele povo pôde ver com seus próprios olhos as maravilhas que Jeová fez, apesar de serem guiados pelo Espírito de Deus havia a falta de confiança, uma coisa é alguns homens caminharem em um deserto, agora mulheres crianças idosos, enfermos, a fome a falta de medicamentos, a ansiedade de chegar ao fim da viagem, a expectativa de alcançar uma terra que para tomar posse dependia do pecado de uma nação inimiga de Jeová, enquanto o pecado dos amorreus não chegasse ao limite de Jeová o povo continuava no deserto.
A desobediência, a idolatria e a falta de fé, murmuração essa foi á razão pela quais poucos Herdaram a terra prometida.
A vida do povo no deserto não era tão fácil como pregamos afirmando que eles eram rebeldes, e que duvidavam das promessas de Jeová.
SOMOS FALHOS.
 Pedro amava a Jesus, talvez o mais próximo Dele, mesmo assim naquele momento ele afirma não conhecer o seu melhor amigo. João 18  : 16 – 17 Enquanto Pedro ficou do lado de fora do portão. Então o outro discípulo falou com a moça que tomava conta do portão, e ela deixou Pedro entrar. A moça perguntou a Pedro: “O senhor não é um dos seguidores de Jesus?” Então “neste momento Pedro que tanto amava a Jesus disse a moça: eu não o conheço”. Pedro estava perturbado, o medo o dominava, o seu melhor amigo estava a caminho da morte, ele temia em perder a sua vida, naquele momento para ele tudo estava acabado, mas este é o comportamento de todo cristão quando esta no deserto do sofrimento.
Não mudamos nada, basta um pequeno problema e passamos a agir como o povo no deserto, somos tão falhos quanto eles, somos idolatras falsos, mentirosos, só cremos naquilo que podemos tocar.
Não caminhamos mais no deserto, mais vivemos em um mundo pior que o deserto cheio de pecados, de desejos maliciosos, desejos de possuir mais e mais coisas materiais.
 A humanidade carrega dentro do peito um coração vazio semelhante a um deserto onde falta tudo, a paz, o amor, a honestidade, o temor a Deus, o desprezo pelo sangue que Jesus derramou na cruz, a falta de confiança nas promessas de Jesus.
O mesmo Deus que conduziu os Hebreus no deserto, hoje nos conduz. A água que Cristo os deu no deserto hoje bebemos da mesma, o pão de Deus que os alimentou nós também estamos comendo, Cristo estava com eles e esta conosco também.
Eles caminhavam em direção a terra prometida, mas se perderam porque o pecado os deixou cegos, mesmo assim pela misericórdia de Deus chegaram lá.
Nós também caminhamos em um mundo cheio de pecados e desejos pecaminosos, caminhamos em direção a terra prometida, mas não somos mais escravos do pecado, e nem  da idolatria, porque fomos livres.
 A geração que saiu do Egito poucos entrou na terra prometida; muitos morreram por terem desafiado o poder de Jeová, mas nós fomos eleitos pelo próprio Deus, somos herdeiro de toda a sua riqueza. I Pedro 2 : 9 – 10 Mas vocês não são assim, pois foram escolhidos pelo próprio Deus - vocês são sacerdotes do Rei,  são santos e puros, pertencem ao próprio Deus - tudo isto para que vocês possam mostrar a outros como Deus os chamou da escuridão para a sua maravilhosa  luz.
Ele nos deu a água da vida, nos alimenta com a sua palavra, o Espírito Santo nos acompanha o tempo todo.
Podemos até dizer que o povo Hebreu era desobediente, apesar de serem testemunhas oculares dos grandes milagres feitos por Deus, mas ainda que Deus faça grandes milagres diante dos nossos olhos na hora da fome, e da sede dependendo do momento sempre iremos murmurar, sempre iremos duvidar da Sua ação.
Podemos até ensinar nos templos que temos total confiança, mas na pratica falhamos, estamos acostumados a confiar no conforto do nosso lar, no dinheiro, nas facilidades de locomover.
Quando nós temos todo o tipo de suporte como financeiro, medico, transporte, teto, temos a  facilidade de  dar bons testemunhos, mas quando caímos no deserto passamos a viver a realidade da vida de um verdadeiro cristão.
O povo quando saíu do Egito muitos já não conhecia mais a Jeová, foram 400 anos, muitos já estavam acostumados com as religiões egípcias.
O ser humano age da seguinte forma, enquanto Deus esta respondendo as suas orações o homem é fiel com Ele, mas quando Deus não responde da maneira que desejamos muitos caem em pecado então Deus deixa de responder definitivamente até que confessemos a Ele o pecado que cometemos, mas muitos acabam procurando outras crenças, mas não pedem perdão, preferem servir a ídolos, a deuses, ou mesmo adorar o próprio homem.
Para alcançar a terra prometida foi preciso vencer o deserto, mas para alcançar a vida eterna com Cristo é preciso aceita-lo como Senhor da nossa vida, e derrubar as muralhas que o mundo construiu para impedir que sigamos até o fim.

Editado por Jose Simião.
13/05/2013



sábado, 11 de maio de 2013

DEUS É FIEL E ETERNO.


                                                   
Por varias vezes tentou tirar a minha vida e destruir a minha família, um povo cheio de maldades lançou flechas da morte em minha direção, mas nenhuma me acertou porque o escudo do Senhor o meu Deus me protegia, fizeram bruxarias para me destruir, mas o Senhor estendeu as suas mãos e me salvou.
Tão grande era a maldade deles que já haviam planejado um futuro cheio de tragédia para a minha vida, mas o plano do Senhor era somente vitória, porque Ele é justo e fiel com quem o ama.
Amo ao Senhor porque Ele sempre ouve e atende as minhas orações.
Ele me escuta com toda atenção; Ele não é como o homem que quando falamos desvia a sua atenção para não ouvir o que temos a dizer. Por isso sempre pedirei a ajuda do meu Deus todo poderoso porque sei que assim viverei em segurança.
Cavaram buracos e puseram pontas de lanças e cobriram com folhas para que eu caísse dentro sem perceber, mas o anjo do senhor me pôs em um caminho seguro.
Estive frente a frente com a morte, e quase ela me levou; fique completamente dominado pelo medo, o desespero e a tristeza me pegaram. Então gritei pedindo ajuda ao Senhor: “Ó Senhor, salva a minha vida!” Então pude ver como o Senhor é bondoso e como é grande a sua Justiça; o nosso Deus é cheio de misericórdia pó nós.
O Senhor cuida das pessoas simples e sinceras; eu estive a ponto de morrer e Ele me salvou. Agora a minha alma pode ficar bem tranqüila, porque o Senhor me deu grandes bênçãos.
Tu, Senhor, livraste da morte, a minha alma, enxugaste as minhas lagrimas de tristeza e não deixaste os meus pés tropeçarem no laço.
Por isso, viverei bem perto do Senhor até o fim da minha vida.
Se você esta tendo perturbações não temas, clame pelo nome do Senhor e Ele consolara o seu coração, nada pode atingir os que temem a o Senhor.
Deus sempre esta pronto para ouvir a oração do justo, ser considerado justo perante Deus é algo muito serio, é preciso cumprir os seus ensinamentos.
Para Deus nos socorrer na hora da angustia precisamos ser considerados por Ele como servo fiel. Quantas vezes pedimos socorro e Deus não responde, então fazemos aquelas orações com gritos pensando que Ele esta surdo, mas se lermos a palavra vamos descobris que estamos em falta com Ele.
Mesmo que nunca faltemos aos cultos, isso não prova para Deus que somos fieis a Ele.
O cristão fiel é aquele que cumpre todos os ensinamentos deixados por Jesus, divulgar o Seu evangelho, amar ao próximo, ajudar aos necessitados.
Deus tem tapado seus ouvidos para multidões, porque somente oram pedindo coisas para alimentarem os seus prazeres.
Aqueles que vivem pela carne estão condenados pelos desejos da carne, mas os que vivem no Espírito de Deus são guiados por Ele.
Muitos deixam os desejos da carne assumir o primeiro lugar em suas orações e se dão mal, porque a palavra nos adverte, “Buscai primeiro o reino de Deus, porque as demais coisas serão acrescentadas”.
Sendo assim devemos primeiro buscar sabedoria do altíssimo, se estivermos em comunhão com Ele, com certeza Ele não encolhera as suas mãos para nós.  

Editado por José Simião
11/05/2013


segunda-feira, 6 de maio de 2013

EU SOU DEUS?



Sempre que oramos dizemos para Deus: que tudo seja feito segundo a Sua vontade, são orações de certos cristãos que Deus considera como palavras falsas. Crentes que não conhecem a palavra. Crentes que vivem na lei da vingança e que desprezam o sacrifício da cruz.
Quando dou lugar ao velho homem sempre estou dentro da minha razão, faço qualquer coisa para prejudicar o meu semelhante, seja no trabalho, ou em qualquer outro lugar.
Seja feita a vontade de Deus, então o velho homem diz: há depende do momento, sabem como é agente é humano e cheio de defeito este é o tipo de cristão que não tem nenhum valor para Deus.
É muito bonito contar para a igreja toda a trajetória de Jesus, dizia o pregador fazendo lindos gestos, e deixando todos os ouvintes emocionados com sua mensagem que contava todo o sofrimento de Jesus, com lagrimas nos olhos ele dizia ao publico: como Ele carregou aquela cruz tão pesada, como pode suportar tanta humilhação sem ofender a ninguém, nem mesmo amaldiçoou seus acusadores, com os braços abertos mostrava o momento da crucificação e a igreja em silêncio se emocionava com os gestos do pregador.
Sua mensagem era tão comovente que toda a igreja parecia estar vivendo o real momento do sofrimento de Cristo, dezenas de irmão choravam.
Ele usava uma técnica de pregar perfeita, toda igreja estava com atenção em seus gestos e palavras.
Uma coisa é falar de humildade, ser fiel a Deus, amar o próximo, mas colocar em pratica somente Jesus foi capaz, também falam muito sobre a prática do perdão; e que nós devemos ser imitadores de Jesus.
Ser imitadores de Jesus não é para qualquer um, desconheço alguém que seja imitador de Cristo, conheço alguns que tentam imitar, apesar de muitos carregarem o ódio em seus corações, dizem serem servos do Deus altíssimo, o mais irônico e quando perdoam alguém é um perdão falso, sem base no evangelho de Cristo.
Em suas orações costumam a dizer Senhor sou teu servo faça da minha vida segundo a tua vontade.
Qual será a vontade de Deus? Será que Deus quer que imitemos ao mundo para atrair novas almas, o que há de errado com o evangelho de Jesus? Porque é preciso acompanhar os ritmos mundanos para lotar o templo.  Será que agindo dessa forma posso dizer que sirvo a um Deus Santo, concordando em cultuá-lo sem ter o mínimo de reverencia e acreditando que Ele    aceita os costumes do mundo, ou Ele esta mudando a Sua Lei  porque esta ultrapassada, será essa vontade de Deus.
Isso acontece muito entre os músicos; os jovens, principalmente os que gostam de acompanhar os ritmos das musicas que agrada aos que não conhecem a santidade de Deus.
 O AMOR
Cristãos que adoram levantar falso testemunho julgam pelo que ouvem se sentem realizados em ver a derrota do seu semelhante, pregam o amor, mas vivem o ódio. Se Deus agir realmente como Ele diz ser no velho testamento, estamos mortos ou Ele vai voltar a atrás com Suas Leis, ou fazer uma revisão para que o pecado tenha acesso ao Seu reino, é uma comparação absurda, mas é o que da para entender com os ensinos modernos.
Até o próprio Jesus terá que alterar o Seu evangelho, e aceitar o evangelho que ensinam hoje para nós, o evangelho do tudo pode porque Deus é amor, é misericórdia.
Sempre lembramos que Deus e misericórdia, mas esquecemo-nos da Sua justiça.
Deus é amor, mas Ele não pode contaminar o Seu reino, não pode haver sujeira no lugar que Ele preparou para um povo santo, um povo que Ele escolheu; um povo que Deus espera se apresentar a Ele sem macula um povo transformado.
MUDANÇA DE VIDA.
Levar uma vida de um verdadeiro cristão é uma missão quase impossível, se lermos a palavra com muita atenção vamos perceber que muitos estão totalmente fora dos ensinamentos de Jesus. Efesios 4 : 1-4  O apóstolo Paulo implora a igreja de Efeso dizendo-lhes  que os cristãos devem se comportar de uma maneira digna daqueles que foram escolhidos para serem beneficiados com as benção do Deus altíssimo.
Ele diz mais: Sejam humildes e amáveis. Sejam pacientes uns com os outros, tendo tolerância pelas faltas uns dos outros por causa do amor entre vocês.
Ser amável, ser tolerante, o velho homem entra em ação e diz: sou crente, mas não sou trouxa, ser humilde ora se eu sou rico falo vários idiomas vivo em outra classe social, não me sinto bem em me misturar com a pobreza, isso é uma atitude de idiota porque se você for para gloria lá não vai haver um condomínio da alta sociedade.
Também devemos procurar sempre ser unidos e ser guiados pelo Espírito Santo, Fazendo assim iremos viver em paz uns com os outros.
A falta da leitura da palavra é o motivo que leva os cristãos viverem em contendas. Ultimamente os lideres religiosos só nos ensina promessas de prosperidade, mas quando se trata de disciplina muitos não gostam disciplina não lota templo, templo vazio cofre sem fundo.
Nós somos todos membros de um só corpo, fazemos parte do corpo de Cristo, temos o mesmo Espírito, e todos fomos chamados para o mesmo futuro glorioso.
Já mais iremos crescer espiritualmente sem se dedicar a leitura da palavra, é através da leitura que passamos a orar mais, fazendo assim nos tornemos mais maduro, então cresceremos a ponto que Cristo ocupe completamente todo o nosso ser.
E quando Cristo nos ocupa por completo passamos a ser totalmente guiados pelo Espírito Santo, e quem é guiado pelo Espírito Santo tem prazer em ler a palavra.
Quem não Le a palavra é um vaso vazio, um livro com paginas em branco.
Observem que a maioria dos cristãos possui vários tipos de dons, mas o dom da palavra é a minoria. No mesmo capitulo de Efesios no vers  18 : 19. Então lhes digo isto, falando pelo Senhor: não vivam mais como os não salvos, pois eles estão cegos e confundidos. Seus corações fechados estão cheios de trevas; eles estão muito distantes da vida de Deus porque fecharam a mente contra Ele, e não podem compreender os seus caminhos. Não se preocupam mais com o que esta certo ou errado e se entregam a pratica impuras. Eles não se detêm diante de nada, e são guiados pelas suas mentes malvadas e suas imoralidades desenfreadas.
A palavra é como um guia de sobrevivência, sem ela nós nos perdemos.
Se entregarmos a nossa vida a Jesus automaticamente deve haver mudança, se não houve mudança não houve conversão absoluta, se houve real conversão as nossas atitudes e os pensamentos, devem estar constantemente mudado para melhor. Devemos nos apresenta como uma pessoa nova diferente, santa e boa. Vistamos desta nova natureza.
Não guarde ódio isso só beneficia ao diabo, plante somente as boas sementes para que de bons frutos.
Evite falar palavrões. Diga só aquilo que seja bom e útil, para que as suas palavras sejam uma benção.
Não devemos ser mesquinhos, irritados e mal humorados. As contendas, as palavras ásperas e a antipatia pelos outros não devem ter lugar em nossa vida.
Devemos perdoar uns aos outros assim como Deus nos perdoou para que pertencêssemos a Cristo, você viu como ser um cristão é quase uma missão impossível. Leia todo o capitulo de Efesios 4

PORQUE SOU DEUS?
Ás vezes agirmos com Deus com se Ele fosse o nosso servo, eu dou as ordens e Ele faz, eu sou o Senhor, e Deus é o meu servo.
Esquecemos-nos que Ele é soberano dificilmente lembramo-nos de pedir perdão primeiro, sempre jogamos as nossas petições em primeiro lugar.
Não conseguimos ter a capacidade de ser humildes quando falamos com Ele, determinamos os milagres que Ele deve fazer em nossos cultos.
Quantas vezes estamos guardando magoas de um irmão e estamos pregando o amor, o perdão, pregamos o amor e escondemos o pão daquele que esta com fome, falamos de uma vida santa por amor a Jesus e participamos da corrupção.
Tiago 1 : 27. O cristão puro e sem falta, do ponto de vista de Deus o Pai, é aquele que cuida dos órfãos e das viúvas, e cuja alma permanece fiel ao Senhor-sem se contaminar nem se sujar em seus contactos com o mundo.
Não! Imitar a Cristo não é para qualquer um, então pensamos da seguinte forma, deixar Deus agir segundo a sua vontade demora muito é melhor eu fazer justiça com minhas próprias mãos, é mais rápido, afinal Deus sabe do meu sofrimento.
Seja feita a vontade de Deus, entrego tudo em Suas mãos Senhor, quando oramos é a frase que mais falamos, mas o mal que domina o meu coração a ansiedade que aperta o meu peito não permite que Deus aja segundo a vontade Dele.
Nós os pecadores damos prioridade aos desejos do nosso coração impedindo a ação do Espírito Santo de nos proteger de atos que muitas vezes nos conduzem a decepções.
Nunca julgues o seu semelhante baseando em fofocas que tenha ouvido nos cantos do templo, certa vez correu boato dentro do templo que a esposa de um pastor tinha um caso com certa pessoa, mas foi uma língua maldita que queria ver a destruição da vida do casal, ainda bem que quem ouviu essa conversa conhecia o casal e não deu credito ao que levantou o falso testemunho, era apenas amizade, a irmã apenas havia colocado uma das mãos sobre o ombro do irmão para orar, mas sempre existe um servo do diabo que quer escandalizar a igreja.
Seria essa a vontade de Deus ver o fim de da vida de um casal, como posso orar e dizer que sou um servo de Deus, se eu ajo conforme o desejo do meu coração.
Um suposto ministro de Deus na cidade de Osasco SP dizia sempre em suas pregações que deveríamos perdoar os nossos semelhantes.
Em sua oração sempre dizia mesma frase: aja Senhor em minha vida segundo a Tua vontade.
Nos anos 80 sua esposa o traiu, sabem o que aconteceu com a mulher? Foi apedrejada verbalmente, sabem por quê? Jesus não estava lá para perdoa - La, como Ele perdoou a prostituta, apesar de não perdoar a esposa, mesmo assim ele continuava a pregar o perdão, o amor, os próprios membros da Igreja que foram disciplinados a praticar o amor viraram as costas para a ex - esposa do ministro de Deus.
Alem de Jesus, quem prega o perdão normalmente é mentiroso, o coração da maioria dos cristãos 70% pertencem a Cristo e 30% ao diabo, é o lado mal de todo seres humanos é a famosa frase usada por hipócritas, paciência tem limite, dizemos com a maior cara de pau: Eu sei que Deus é justiça, mas eu não vou deixar isso barato não, se não acredita que 30% pertencem ao mal examine a você mesmo e veja se a tua vida é 100% de Cristo.
Os 30% se encaixam no ódio, avareza, corrupção, a falsidade, o desejo descontrolado de prosperar, a falta de tempo para Deus, e todos os pecados que desperta a ira de Deus.
Somos tão viciados em pecar que pecamos e não identificamos o pecado porque é comum no meio da sociedade em que vivemos.
Quando agimos pela vontade do velho homem pecador estamos provando que não houve nenhuma transformação ao aceitar Jesus como nosso Salvador.
Se a paciência Cristo tivesse limite todos iríamos para o inferno, a paciência Dele era ilimitada porque Ele servia unicamente ao Pai que esta nos céus, não é como muitos que servem a Deus e ao mundo, caminhando encima do muro, sem saber que este muro pertence a lúcifer.
Dificilmente um cristão cede 100% de sua vida para Cristo, sempre há uma vaga para o inimigo de Deus.
PERDÃO SOMENTE COM A VIDA.
Como pode um criminoso pedir perdão a alguém que ele tirou a vida? Um morto não pode falar, ou como pode um morto pedir perdão para Deus? A carne com vida é que precisa e pode pedir perdão, após a morte da carne senão houve arrependimento só resta á condenação.
Não existe intermediário para nos defender após a morte, ou morremos libertos por Jesus, ou morremos condenados ao inferno.
Não existe misericórdia de Deus para aqueles que morrem em pecado, os que desonraram o nome de Jesus, não! Não adianta orar nem rezar, o único que pode nos salvar é Jesus, mas somente quando estamos vivos.
Se Deus perdoar aqueles que já morreram, Ele estará indo contra as suas Leis, Jesus não disse aos mortos quando Ele disse vinde a mim vós que estais cansados e oprimidos. Mateus 11 : 28
Ele estava convidando a todos que estavam cansados de serem escravos do pecado, os que estavam com os ombros doendo pelo peso do fardo do diabo, então Jesus convidava a todos que quisessem ser livre.
SOMENTE JESUS DA O VERDADEIRO PERDÃO.
O homem perdoa o seu irmão em Cristo, mas prefere que ele mantenha distância, mas com Jesus é diferente Ele perdoa e nos abraça, pode notar a diferença dos imitadores de Cristo para Cristo.
Aqueles que são guiados pelo Espírito o Espírito revela toda a verdade e adverte o irmão, mas os que agem pela carne falam de si próprios e gera contendas, e falsas acusações.
Muitos que dizem serem imitadores de Cristo são capazes de fazerem qualquer coisa para conseguir um bom patrimônio, mas Cristo não aceitou a proposta de satanás.
Estevão na hora que foi apedrejado disse: “Senhor, perdoe para que não sejam culpados disto!” Atos 7 ; 60.
Jesus também momentos antes da sua morte disse Lucas 23 : 34 “Pai, perdoe esta gente”, porque eles não sabem o que estão fazendo.
Eu não quero comparar Estevão com nenhum cristão de hoje seria uma falta de respeito a Ele, mas observem que tanto Estevam como Jesus pedem para Deus perdoar os seus agressores.
Essa é a diferença de quem conhece o amor de Deus.

Editado por José Simião.
05/05/2013