quarta-feira, 4 de abril de 2012

UMA CIDADE ONDE NÃO HÁ DOENÇAS.



Caminhar por ruas de ouro, muros revestidos com pedras preciosas, e glorificar a Deus incansavelmente, sem enfermidades, este é o desejo do todos os crentes fiéis a Deus.
Vivemos neste mundo trabalhamos para nos sustentar, mas na morada de Jeová não teremos mais fome, nem sede, porque lá existe um rio de águas pura e cristalina.
Lá no céu poderemos entender porque o Senhor nos adverte para não deixar-mos que o nosso coração seja dominado por coisas materiais.
Imagine você que sempre sonhou em possuir jóias de ouro, ou com pedras preciosas, trabalhou tanto para ganhar um misero salário agora chegando ao reino dos céus irá caminhar em ruas de ouro, vendo muros de pedras preciosas, então vamos entender que para Deus o ouro e as pedras preciosas só servem para enfeite, para pisar encima. Se você ainda não sabe todos os eleitos do Senhor pisará em ruas de ouro como se fosse uma pedra qualquer.
Para o Senhor as pedras preciosas, e o ouro são iguais um tapete que colocamos em nossa casa para os nossos filhos pisarem. Mas é preciso ser santo para colocar os pés nesta cidade
Lendo este capitulo de apocalipse podemos entender que não vale a pena cometer pecados por causa das coisas materiais, ainda que sejam valiosas.
Você que ainda rouba ou que alimenta o desejo incontrolável de possuir riquezas, saiba que não vale a pena, você pode possuir todas as riquezas do mundo, mas de nada adianta se a sua alma estiver condenada.
Não vale a pena você construir enormes patrimônios e esquecer de Deus, você pode possuir todas as riquezas, mas não se faça de cego para com Deus, não ignore a Deus.
O ouro e pedras preciosas que decoram a morada de Deus são apenas enfeites não é para vaidade. Mas mostram o poder de Deus sobre todas as coisas, materiais e espirituais.
Somos pobres neste mundo, mas servimos o criador de todas as riquezas, tudo pertence a Ele e os seus filhos desfrutarão de todo.
Para Senhor será motivo de alegria ver os seus servos, caminhado em ruas de ouro, e vendo todos os tipos de pedras preciosas que o mundo tanto deu valor, não se importando com a Justiça divina.
Você sabe quanto vale um milhão de dólares para Deus? Nada, mas a sua alma não tem dinheiro que pague. A sua alma é tão preciosa que Deus entregou o Seu filho Jesus nas mãos de criminosos para comprá-la, fomos resgatados pelo preço da morte na cruz.
É uma pena que milhares se entregam aos prazeres do mundo e ignoram a Deus, a morte na cruz.
Muitos crentes pensam que se entregar aos prazeres da carne, é fumar, usar drogas, mas não é só isso, o roubo é um dos pecados mais cometidos por lideres religiosos, a mentira, a divulgação da falsa doutrina, a avareza e o desejo de possuir o que não é licito.
Por isso Deus quer ver o Seu povo pisando em ruas de ouro como se fossem apenas pedras sem valor para que venhamos  entender que Ele é o dono do ouro e da prata, e que esses metais e minérios aqui no mundo conseguem dominar o coração do pecador.
Ele quer que entendamos que nada se fez por si próprio, mas tudo Ele fez.

UMA NOVA MORADA.
A morada de Deus será descanso para os que são lavados no sangue do cordeiro, os que deram credito ao seu evangelho, viverão e reinarão com Jesus para sempre.
Por mais rico que seja um pecador, diante de Deus não passa de um pobre e miserável.

Apocalipse 21 : 1-27
 “Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo. Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram. E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas “as” coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras. Disse-me ainda: Tudo está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida. O vencedor herdará estas coisas, e eu lhe serei Deus, e ele me será filho. Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte. Então, veio um dos sete anjos que têm as sete taças cheias dos últimos sete flagelos e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro; e me transportou, em espírito, até a uma grande e elevada montanha e me mostrou a santa cidade, Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, a qual tem a glória de Deus. O seu fulgor era semelhante a uma pedra preciosíssima, como pedra de jaspe cristalina. Tinha grande e alta muralha, doze portas, e, junto às portas, doze anjos, e, sobre elas, nomes inscritos, que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel. Três portas se achavam a leste, três, ao norte, três, ao sul, e três, a oeste. A muralha da cidade tinha doze fundamentos, e estavam sobre estes os doze nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. Aquele que falava comigo tinha por medida uma vara de ouro para medir a cidade,  Suas portas e a sua muralha. A cidade é quadrangular, de comprimento e largura iguais. E mediu a cidade com a vara até doze mil estádios. O seu comprimento, largura e altura são iguais. Mediu também a sua muralha, cento e quarenta e quatro côvados, medida de homem, isto é, de anjo. A estrutura da muralha é de jaspe; também a cidade é de ouro puro, semelhante a vidro límpido. Os fundamentos da muralha da cidade estão adornados de toda espécie de pedras preciosas. O primeiro fundamento é de jaspe; o segundo, de safira; o terceiro, de calcedônia; o quarto, de esmeralda; o quinto, de sardônio; o sexto, de sárdio; o sétimo, de crisólito; o oitavo, de berilo; o nono, de topázio; o décimo, de crisópraso; o undécimo, de jacinto; e o duodécimo, de ametista. As doze portas são doze pérolas, e cada uma dessas portas, de uma só pérola. A praça da cidade é de ouro puro, como vidro transparente. Nela, não vi santuário, porque o seu santuário é o Senhor, o Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro. A cidade não precisa nem do sol, nem da lua, para lhe darem claridade, pois a glória de Deus a iluminou, e o Cordeiro é a sua lâmpada. As nações andarão mediante a sua luz, e os reis da terra lhe trazem a sua glória. As suas portas nunca jamais se fecharão de dia, porque, nela, não haverá noite. E lhe trarão a glória e a honra das nações. “Nela, nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro”.

Eu fico pensando quando chegarmos aos céus e Jesus nos mostrar tudo isso, e Ele nos perguntar vocês estão vendo tudo isto sabem o que é? Nós responderemos: “são ouro e pedras preciosas, é uma bela cidade Senhor” então Ele nos pergunta novamente sabem para que serve tudo isto? Responderemos Não Senhor, então Ele nos dirá somente para decorar a cidade e mostrar o poder do Meu Pai.
Deus é soberano e ergue os humildes, mas coloca o rosto do orgulhoso sobre o pó.

Editado por José Simião
04/04/2012