segunda-feira, 5 de março de 2012

O VERDADEIRO AMOR.



Uma oração que dificilmente vamos ouvir da boca de um pecador, é aquela que Cristo fez quando estava preste a morrer na cruz por nossos pecados.
Então disse Jesus estas palavras: “Pai perdoa-lhes porque eles não sabem o que estão fazendo”. Lucas 23 : 34 Os que ali estavam torturando a Jesus realmente não sabiam o que estavam fazendo porque foram educados a não aceitar outro Deus a não ser a Jeová. Pela Lei de Jeová somente Ele era Deus, e qualquer que desobedecesse este mandamento deveria ser morto. O povo que condenou Jesus conhecia a Lei superficialmente e só praticava o que servia como destaque na sociedade não trabalhar aos sábados, lavar as mãos antes das refeições etc. Somente podia entender o que estava acontecendo com Jesus quem conhecia a palavra, principalmente os livros dos profetas os quais já anunciavam a vinda do Messias o Filho de Deus.
Jesus sabia que aquele povo estava condenando-o era cego por seguirem uma Lei furada, uma Lei que só conduzia a morte.
Esta mesma Lei foi também responsável pela morte de Jesus.
Para o povo Judeu daquela época, encontrar alguém que estivesse desobedecendo a Lei de Jeová era motivo de tumulto e farra, era um prazer apedrejar os que infringiam a Lei.
Sabemos que ninguém cumpriu a Lei por completo, porque o ser humano é mau e falso.
Jesus foi condenado pela Lei não de Moises e sim de Jeová, Moises não legislava nenhuma Lei e sim obedecia a Jeová.  
Normalmente quando alguém nos agride o primeiro pensamento que nos vem; é o desejo de possuir alguma arma para nos defender.
Por mais bondoso que seja um ser humano quando agredido sempre há o desejo de vingar-se do seu semelhante, este é o instinto de todo ser humano, mas Jesus não podia reagir porque segundo profeta Isaias 53: 7- 8 Ele foi maltratado e humilhado, mas não disse uma única palavra! Foi levado para a morte como um cordeiro que vai para o matadouro; como a ovelha que fica muda diante de quem corta a sua lã, Ele não disse nada aos seus juizes e acusadores!  Foi condenado em um julgamento injusto e mentiroso; entre o Seu povo ninguém foi capaz de imaginar por que Ele foi morto - O castigo do pecado Dele! Mesmo sendo o filho de Deus em condições de mortal Ele não amaldiçoou os seus agressores e não reagiu, e também se Ele reagisse não estaria dando exemplo de amor e sim de vingança.
Jesus veio ao mundo com objetivo de ensinar a prática do amor, tolerância, perdão.
Não é possível cumprir os ensinamentos de Jesus sem a prática do amor ao próximo.
Somente quem vive o amor de Cristo tem a capacidade de perdoar os seus agressores mesmo sabendo que estão condenados a morte.
Apesar de Jesus não poder se defender porque estava nas escrituras e de qualquer forma alguém tinha que mata-lo isso não quer dizer que quando estamos sendo agredidos por alguém não devemos nos defender.
Se defender faz parte do instinto humano, mas não devemos alimentar o espírito da vingança. Sabemos que Jesus era e é o filho de Deus, mas também sabemos que apesar de ser o filho de Deus estava sujeito a todas as tentações, isso foi para provar a humanidade que é possível viver no mundo do pecado e renunciar a todos os desejos da carne.
O verdadeiro cristão é identificado quando age dentro palavra, por isso devemos conhecer a palavra de Deus e por em prática.
É fácil pregar o amor quando não estamos sendo agredidos, assim também é fácil confortar os aflitos quando o problema não é conosco.
A paz de Jesus só habita no coração de quem a deixa entrar.
Pai perdoa aos meus inimigos porque eles não sabem o que estão fazendo.

PREGAR O EVANGELHO, TODOS PODEM PREGAR.

Eu desconheço alguém que viva o evangelho segundo os ensinamentos de Jesus, então você me diz “somos humanos e imperfeitos somos salvos pela misericórdia”.  Você esta enganando a você mesmo Jesus veio ao mundo nas mesmas condições em que vivemos Ele não pecou se quer uma única vez, está bom pra você? Não dizemos que somos seus imitadores, será que Jesus seria falso como nós somos? Ou interesseiro, divulgar o evangelho em troca de benefícios.
Você seria capaz de divulgar o evangelho de Jesus gratuitamente e trabalhar para ganhar o seu sustento deixar de lado todas as mordomias que o dinheiro pode comprar, ou você é um daqueles que acredita que o pai é rico o filho também têm que ser, sei que vocês conhecem a palavra e sabem que bem aventurados são os pobres porque eles herdarão o reino dos céus, ou isto é mentira só serve para consolar os pobrezinhos da sua igreja, se este versículo for  verdade você esta pregando o que não vive. Como posso pregar a pobreza se eu como um representante de Cristo vivo no luxo.
Milhares de Hindus desfazem de suas riquezas e saem a peregrinar, isso é um exemplo de desapego as coisas materiais.
Em Malaquias 3 : 10 nos diz: tragam todos os dízimos e ofertas a casa do Senhor para que haja mantimento, em primeiro lugar quero dizer que mantimento é sustento e alimento, uma pergunta: mantimento para sustentar quem? Se você não sabe; templo é o prédio, Igreja somos nós. As ofertas e dízimos são para o sustento da igreja os Levitas comiam das ofertas eles trabalhavam na obra do Senhor os dízimos e ofertas não é para transformar pastores e apóstolos em milionários e sim para atender aos membros carentes e pobres necessitados é o que mais encontramos nas igrejas. pessoas que vivem sonhando em receber algo de Deus.  Só não recebem porque pedem errado, seus pedidos são para satisfazer os desejos da carne e não do Espírito.
Outro erro muito grave que cometem é idolatrar os seus lideres não vão direto a Jesus e sim ao homem pela sua fama, Jesus não é conhecido como o Senhor dos milagres, mas sim os seus lideres.
Deus somente ouve as orações dos justos, podemos pedir para outros orarem por nós se estes não forem justos seu pedido nunca chegará a Deus.
Deus é amor, mas é justo.
Deus é amor, mas não tolera a falsidade.
Deus é amor, mas não tolera o soberbo.
Deus é amor, mas não tolera a desonestidade.
O mundo está cheio de crentes igrejeiros e cantores, mas ganhadores de almas está escasso.
Que beneficio recebe o mundo de alguém que ouve o evangelho que já conhece a tantos anos e depois vai para casa descansar, não compartilha com os que estão nas trevas.
Imagine esta cena você come bastante e depois sobe em uma montanha e lá em cima observa milhares com o estômago vazio, e diz está frase grande coisas fez o Senhor por nós por isto estamos alegres, como somos falsos e sabemos ser demagogos espirituais.
Prometemos ao nosso Deus que seriamos ganhadores de almas, mas nada fazemos.
Observem a nossa vida de crente principalmente os pentecostais vamos ao templo e lá oramos pulamos profetizamos falamos línguas estranhas e quando saímos de lá dizemos que foi uma benção. Então quando saímos do templo encontramos na rua pessoas drogadas alcoólatras carentes de Deus, pessoas que esta precisando da salvação então eu olho para elas, mas não tenho a mesma energia que eu tinha lá dentro do templo, onde está aquela luz que brilha em nós dentro do templo?
A covardia é tão grande que nem para o meu vizinho tenho coragem de falar de Jesus, mas dentro do templo eu sou igual a um raio solto faísca pulo, mas fora sou semelhante a uma pedra na beira do caminho só sirvo para as pessoas tropeçarem.
Quando olho no espelho sinto vergonha de dizer a outros que sou um crente, e sirvo a um Deus que é justo e verdadeiro.
De uma coisa eu tenho certeza quem é cheio do Espírito Santo não tem vergonha de falar de Jesus, se não falamos é porque todo aquele fuzuê que acontece quando estamos dentro do templo, não passa de momentos de fantasias.
Porque o Espírito Santo só se manifesta em você dentro do templo? Lá fora ele não age como agia nos apóstolos de Jesus Ele não coloca em seu coração o desejo de ganhar almas. Podemos ganhar almas no trabalho na escola nos bancos da praça convidar os amigos para ouvirem a palavra. A função do Espírito Santo é nos dar incentivo para ganhar almas, entender claramente a palavra, Ele também nos capacita a exercer dons espirituais segundo a Sua vontade.
Será que é útil passar algumas horas ouvindo as mesmas mensagem de sempre o mesmo zum  zum zum aquela gritaria, participar de algo que parece ser um grande banquete e depois que estamos com o estomago cheio vamos dormir enquanto os esfomeados estão lá fora.
Talvez você esteja nadando na fartura, mas não consegue enxergar os que estão com fome.
Jesus ganhava almas para o Seu Reino. O Espírito Santo é para nos ajudar a ganhar almas e não para ficar dando sapateados.
O crente cheio do Espírito Santo é um ganhador de almas se você diz que está cheio do Espírito Santo e não ganha almas, você só vive momento de emoções e está confundindo com a unção do Espírito de Deus.
O Espírito Santo é o nosso orientador para que possamos prestar serviços ao nosso Deus com perfeição.
Saibam que Deus está atento em tudo que fazemos, mas nem sempre Ele nos ouve e reponde, Deus ouve a quem Ele quer e não a quem o busca Ele sabe a quem deve abençoar.  Clamar pelo nome de Jesus todos clama, mas pagar o preço para que Ele possa ouvir ninguém quer pagar.
Deus é capaz de ouvir a oração do homem que mais tenha cometido crime no mundo e não o conhece, mas não ouve a oração daqueles que o conhece, mas vivem no pecado, porque Ele é justo.
Deus tem mudado a vida de muitos criminosos, mas também tem deixado muitos que se dizem crentes sem resposta porque conhecem a verdade, mas não a vivem.
Existem variedades de dons, só não existe o dom de sentar no banco do templo.

Mais uma vez quero agradecer aos quase trinta paises que já visitaram o meu blog, também quero que saibam que não sou nada especial na área de teologia, mas falo somente a verdade não quero que pessoas sejam iludidas por ouvirem mensagens mal interpretadas por falsos pregadores.
Na verdade estes homens não interpretam mal a palavra, mas ensinam de uma forma que é de seus interesses.
Portanto fiquem na Paz de Cristo o filho do Deus vivo, e tomem cuidado para não confundirem o salteador com o pastor. Os salteadores vêem para roubar as ovelhas, mas os pastores honestos as alimentam e as recolhem para o brigo seguro, e quando o dono da fazenda vier que é Jesus, dará a cada um de seus pastores a recompensa merecida. 

Editado por José Simião
02/03/2012