quarta-feira, 17 de outubro de 2012

TOTAL CONFIANÇA EM JESUS



Todos nós que cremos no poder de Jesus, dizemos que tudo Ele pode, nada é impossível para que Ele realize, mas quando vêm ‘as’ tempestades ficamos apavorados e inseguros.
Muitas vezes Deus permite que passemos por turbulências; para testar a fé de Seus verdadeiros servos, eu digo verdadeiros servos porque Ele não testa servo infiel.
Alguns crentes levam uma vida azarada e dizem: Deus está me testando, na verdade para que Ele nos teste é preciso que sejamos realmente servos; e que dependa unicamente Dele.
Vivemos em um mundo com tantas tecnologias avançadas, que muitos acreditam mais na ciência do que no poder de Jesus, é claro que não podemos abandonar a ciência porque dependemos dela também.
No passado as pessoas dependiam mais de Deus porque a ciência era fraca, hoje temos a  facilidade de ser curado de milhares de enfermidade por causa da evolução da ciência e da medicina.
Na época em que Jesus ensinava aos Seus discípulos, muito o procuravam para serem curados de enfermidades que hoje podem ser curadas facilmente através da ciência medica, mas muita enfermidade que Ele curou a medicina ainda não tem solução, sendo que algumas são impossíveis obter a cura total.
Existia uma mulher na época em que Jesus cumpria a Sua missão que estava com hemorragia, que hoje pode ser curada facilmente, mas naquela época dependia apenas da fé, de um milagre.
Marcos 5 : 25 
 Entre a multidão estava uma mulher que sofria durante doze anos de uma hemorragia. Nos dias de hoje com o avanço da medicina não precisamos correr atrás de milagres para ser curado de uma hemorragia, muito menos da antiga lepra conhecida nos dias de hoje como hanseníase.
Mas aquela mulher não tinha os mesmos recursos que temos hoje, ela precisava de um milagre, mas existia outro problema pela lei judaica uma mulher quando estava em seu período menstrual era considerada imunda. Agora imagine esta mulher com um sangramento contante. As mulheres sofriam descriminações fisiológicas, eram consideradas impuras nos dias menstruais. Nesse período, a mulher não só ficava impura, mas tornava impuro tudo o que tocasse. Após o parto permanecia impura por quarenta dias se a criança fosse do sexo masculino e o dobro do tempo se fosse do sexo feminino.
Após dar à luz, era obrigada a oferecer um sacrifício no templo para serem purificadas Lucas 2 : 22 Leia também Levitícos  12 : 1 – 8.
Podemos entender as dificuldades  da mulher que queria que Jesus a curasse, havia várias barreiras para impedi-la de chegar próximo a Jesus.
Pela Lei de Jeová, e não de Moisés que a tornou impura, o preconceito do povo Judeu que pela Lei de Jeová as mulheres só serviam para servir o marido, e gerar filhos de preferência do sexo masculino, para satisfazer a Jeová, e o orgulho do pai.
Apesar de tudo isso, aquela mulher tinha uma fé esplendida ela pensava consigo mesmo: se eu apenas tocar nas vestes de Jesus eu serei curada.
Essa mulher deve ter caminhado com um pano no rosto para não ser reconhecida pelo povo, porque sabia que se fosse vista seria motivo de escândalo, de humilhação, mas ela consegue chegar ao lado de Jesus e tocar em Suas vestes, e em seguida percebe que recebeu o que mais desejava; a cura.
Jesus conhecia o pensamento e o desejo de cada coração, então Ele pergunta para a multidão: “quem tocou na Minha roupa?” Ora no meio de uma multidão alguém que é o centro da atração perguntar quem Me tocou seria uma pergunta sem lógica, hilariante, mas havia uma razão pela qual Jesus pergunta quem O tocou; a fé daquela mulher enferma e sendo ela vitima de descriminação por isso tentava não ser reconhecida. A bondade e o poder de Jesus são tão grandes que Ele percebe que saiu poder curativo Dele.
Aquela mulher tinha total confiança em Jesus, ela tinha certeza que não era necessário falar com Jesus naquele momento por causa da sua situação, mas bastava ter fé.
Mas Jesus insistia em saber que havia tocado Nele, é claro que Ele sabia quem foi, mas estava  esperando que a mulher confessasse que havia sido ela, no versículo 33 – 34 do Cap 5 do evangelho de Marcos; a mulher confessa que foi ela.
Então a mulher, amedrontada e tremendo ao compreender o que havia acontecido a ela, veio, caiu aos pés Dele e contou-Lhe o que havia feito. Jesus disse a ela: “Filha, as sua fé fez você ficar boa; vá em paz, curada da sua doença”.
Se fôssemos nós os apóstolos de hoje, a primeira coisa que diríamos: vejam vocês aqui os milagres acontecem, colocaríamos anúncios na TV nos jornais, revistas com a seguinte frase: venham para a nossa igreja receber a sua cura, somos amantes de nós mesmos.
Para ter total confiança em Jesus, é preciso acreditar que não existe uma segunda alternativa.
Total confiança em Deus não é esperar que Ele haja na hora em que queremos, não é orar com palavras repetitivas sempre cobrando a Ele o mesmo problema.  A oração do Pai nosso nos ensina que a vontade deve ser de Deus, e não a nossa.
Deus que estai nas alturas, Santificado seja o Teu nome, vem a nós o Teu Reino para que possamos divulgar a Sua misericórdia, a Sua bondade, o Seu amor, os Seus ensinamentos, e a Sua Justiça. Seja feita a SUA VONTADE, e não a nossa, o pão nosso de cada dia sempre nos tem dado, perdoai as nossas ofensas Senhor, e ensina-nos a perdoar aqueles que têm nos ofendido.
Não nos deixe ser levado pela vaidade, orgulho, avareza, concupiscência da carne, mas abra a nossa consciência para que não pequemos contra Ti. Amem.


DESTE MUNDO NADA ESPERO.

EU SÓ CREIO NA PROMESSA DA VIDA ETERNA, NO SOFRIMENTO DOS QUE PREGAM O EVANGELHO DA SALVAÇÃO.

Eu não tenho o costume de falar sonhos promessas, eu recebo centenas de E- mail  com lindas frases, acompanhadas de promessas maravilhosas, promessas que a minha vida  financeira vai mudar que Deus vai abrir as portas para mim. A única promessa que eu acredito é que Jesus virá, e todos hão de Vê-lo, e se eu não estiver caminhando dentro dos padrões os quais Ele estipulou; posso me considerar morto, reprovado para herdar o Reino dos céus, mas de uma coisa eu tenho certeza; Deus não faz a nossa vontade e sim a Dele.
A bíblia é uma coleção de livros cheios de más interpretações e promessas que na verdade não são da responsabilidade de Deus, e sim do desejo de adquirir poder do homem.
Na era medieval a igreja tinha o poder sobre a humanidade, e para que os lideres religiosos pudessem dominar as nações colocavam Deus como monstro, um Deus agressivo com dupla personalidade, de manha Ele amava o povo, a tarde Ele destruía a todos. Mas aqueles que O obedeciam poderiam ser felizes, ou pagar pelo erro de outros.
Eles também criaram um Deus de promessas, de sonhos, porque nessa época só podia publicar o que as autoridades religiosas permitiam, e se alguém ousasse publicar algo que fosse contra os lideres seria queimado em praça publica.
E por essa razão eu não creio em tudo que leio no velho testamento, tenho aprendido que para adquirir poder o homem faz qualquer coisa, distorcem até a palavra de Deus.
Antigamente os homens inventavam muitas histórias, eles sabiam que
Com a nação dominada pelo medo, eles tinham total poder.
Hoje quando alguém tenta me enganar com promessas que Deus fez para o povo Hebreu eu ignoro, porque não faço parte da tribo de Israel, vivo para Jesus, e sei que Deus não tem dupla personalidade como nós humanos.
O velho testamento é cheio de verdades vindas de Deus, mas contem muitas mentiras acrescentadas pelas mãos dos homens que viviam em busca de poder.
Não despreze o velho testamento, mas analise com cuidado cada história.
Que o Deus de amor, aquele; o Pai de Jesus Cristo possa nos dar sabedoria para que não sejamos enganados.

Editado por José Simião.
17/10/2012