segunda-feira, 30 de julho de 2012

O JULGAMENTO



SER OU NÃO JULGADO?

Pela palavra de Deus quem já foi absolvido não pode ser julgado novamente, quando o profeta Isaias viu o Senhor durante o reinado do Rei Uzias, Após ele ter reconhecido que era um pecador, Deus o purificou de todos os pecados. Foi ai que um dos serafins veio voando para perto de mim. Ele havia tirado uma brasa do altar, e com ela tocou em minha boca. Depois me disse: ‘De agora em diante você é considerado inocente’ porque esta brasa tocou seus lábios. Os seus pecados foram perdoados. Isaias 6 : 6.
Não há condenação eterna reservada para aqueles que confiam nEle como Salvador. Mas aqueles que não confiam nEle já foram julgados e condenados por não crerem no filho único de Deus. João 3 : 18.
Quando alguém se recusa a aceitar Jesus como Senhor e Salvador de sua alma automaticamente já e dado a sentença, mas podendo mais tarde ainda com vida se arrepender e ser absorvido nunca acreditando que após a morte alguém possa interceder pela nossa alma, sabendo que um juiz não pode condenar e nem absorver um morto, um morto não pode confessar os seus crimes. Aqueles que crerem e forem batizados serão salvos. Porem aqueles que se recusarem a crer será condenado. (julgamento no futuro) Marcos 16 : 15.

O SUPREMO JUIZ. apocalipse 20 : 11-14
E vi um grande trono branco e aquele que estava sentado nele, cuja presença fugiram a terra e o céu, mas não encontraram  lugar nenhum para esconder-se. O Julgamento do Grande Trono Branco, é somente sobre os não salvos em cristo.
 Esta é a segunda ressurreição e a segunda morte, a primeira ressurreição (mesmo em fases) foi aquela dos salvos, enquanto que a segunda é a dos que não foram salvos. A primeira morte é a separação entre o espírito e o corpo, enquanto que a segunda é a separação eterna de Deus, no Lago de Fogo e enxofre. Não há julgamento para os que estão escritos no livro da vida. Aqueles que não estiverem com o seu nome no livro da vida estão condenados.
 Benditos e santos aqueles que tomam parte na primeira ressurreição. Para eles a segunda morte não representa nenhum terror, porque serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com Ele mil anos. Apocalipse 20 : 6.

SER AVALIADO SIM, SER JULGADO NÃO.

Romanos 14.10-13 ( Tu, porém que julgas teu irmão ? Eu tu, por que desprezas o teu ? Pois todos compareceremos perante o tribunal de Deus; Como esta escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho , e toda língua dará louvores a Deus; Assim, pois cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus ).
2 Coríntios 5.10 ( Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo ).
Podemos observar que as passagens Bíblicas supracitadas, mencionam que no dia do julgamento final os segredos do coração das pessoas serão revelados e se tornarão públicos ou seja todas as ações das pessoas diante deste mundo serão colocadas em pauta e abertamente.
Mas é importante sabermos que o julgamento dos crentes já salvos, se faz valer que cada um deverá receber a avaliação e a recompensa de vários níveis de recompensas e deverá que ser feito diante dos que infelizmente não deram ouvidos ao evangelho da salvação de nossas vidas por toda a eternidade.

A FAMILIA DE JESUS.

Ninguém que passou a fazer parte da família de Deus faz do pecado um habito, pois Cristo, o filho de Deus, resguarda-o com segurança, e o diabo não pode por as mãos nele. I João 5 :18. O verdadeiro cristão também peca, mas não permanece no pecado, somos pecadores, mas não escravos do pecado.
Temos o pleno conhecimento que somos filho de Deus e que o resto do mundo todo está sob o domínio de Satanás. Sabemos que Jesus veio para nos ajudar a compreender e encontrar o verdadeiro Deus.  E agora estamos em Deus, porque estamos em Jesus Cristo o Seu Filho, que é o único Deus verdadeiro; e Ele é a vida eterna. Amar a Deus significa fazer aquilo que Ele nos manda, e não fazer o que eu acho ou penso.
Todo filho de Deus pode obedecer-lhe, derrotando o pecado e os prazeres pecaminosos pela confiança no auxilio de Cristo.
Não teríamos a menor chance de vencer as batalhas espirituais a não ser crendo que Jesus é o verdadeiro Filho de Deus.
A palavra nos diz que não há nenhuma condenação aguardando aqueles que pertencem a Cristo Jesus. Romanos 8 : 1
Nem todos que se dizem Crentes são de Jesus, não estamos livres das garras do pecado só pelo fato de conhecermos os mandamentos do Senhor nosso Deus.
Muitos que dizem ser cristão estão debaixo da condenação por continuarem a viver no pecado.

Editado por José Simião.
29/07/2012