quarta-feira, 18 de abril de 2012

A MENSAGEM ESQUECIDA.



Muitas igrejas se esqueceram que Jesus é o salvador de almas perdidas, ainda me lembro quando eu era membro da igreja Batista do alto da Lapa que o pastor pregava sobre a salvação.
As igrejas que são consideradas frias para nós os pentecostais, fazem algo que alegra muito ao Senhor. Apesar de seus membros serem considerados crentes sem o poder do Espírito Santo. Eles fazem algo que muitos pentecostais se esqueceram; pregar o evangelho da salvação.
Estas igrejas pregam o evangelho com o objetivo não de resolver os problemas materiais da vida das pessoas, mas sim visando “a” salvação da alma, e isso é o mais importante para Jesus.
Saibam que todos que pregam o evangelho da salvação estão orientados pelo Espírito Santo que habita no coração deles. Se você se considera cheio do Espírito Santo e não tem paixão para ganhar almas, me desculpe; você não se encaixa nos livros dos apóstolos e muito menos no evangelho de Jesus.
Você se lembra o que aconteceu com os apóstolos quando foram cheios do Espírito Santo? O fato acontecido naquele dia é que deu o nome ao livro, “atos dos apóstolos” podemos ver do capitulo 1 ao 28 os apóstolos trabalham duro em busca de novas almas para Jesus, o Espírito Santo estava com eles, o trabalho era sério, eles falavam de uma nova vida, da ressurreição de Jesus, da vida eterna, apanharam, foram presos.
Eles nos mostram claramente qual é a finalidade de ser cheio do Espírito Santo, levar o evangelho a todos que estão nas trevas não importa como.
Falar de milagres é muito fácil, mas evangelizar somente quem vive pelo Espírito de Deus.
Que tipo de profeta temos sido? “Profetizamos entre o povo de Deus” ora, se somos profetas de Deus, temos que levar a palavra da salvação ao mundo, e não fugir como  Jonas que teve  medo de levar a palavra do Senhor ao povo de Ninive. Deus tem muitos adoradores, mas trabalhadores em Sua obra muito pouco. O Senhor perguntou a Isaias a quem enviaremos? Isaias respondeu: envia-me a mim Senhor Isaias 6:8 Deus está precisando de profetas lá fora, no campo na seara, nos abismos, no lamaçal. Deus não quer profetas que profetizam só para os salvos, coisas materiais, mas sim para os que estão  nas trevas, os que estão a caminho do inferno.
 Muitos vão a casa de oração em busca de milagres, sinais, barulhos, consultar profetas.
Se alguém passar com o carro de som dizendo venham esta noite para o grande culto de milagres, tragam seus amigos e parentes enfermos, desempregados, estará pregando esta noite o apóstolo Simão; Deus tem usado ele em Sua obra, tragam os cegos e paralíticos. O Espírito de Deus irá se manifestar e desfazer os nós das maldições que te perturbam, venham; os milagres irão acontecer venham para esta grande noite de libertação, com certeza centenas de pessoas irão comparecer curiosos, e problemáticos.
Agora vamos inverter a divulgação, venha ouvir a palavra de Deus, Jesus quer salvar você e sua família, disse Jesus: vinde a mim vós que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei. Quase ninguém virá, sabem por quê? Quem esta preocupado com a salvação da alma, eu quero é solução para os meus problemas, o que importa é que eu esteja com saúde e bem financeiramente, se Jesus me abençoar eu acho que o seguirei.
O verdadeiro pastor ou ministro de Deus é aquele que prega o evangelho da salvação, não! ele não prega promessas além das que Jesus nos prometeu. Ele sabe que a mentira o condena, ele também nos ensina que Jesus é a luz, o caminho, a verdade, a vida. Ele nos liberta da escravidão dos pecados. O verdadeiro ministro de Deus nos ensina que primeiro devemos buscar o reino de Deus, ele sabe que se não for assim as demais coisas não nos serão acrescentadas, estaremos dando murros ao vento, iludindo a nós mesmos.
 O bom ministro de Deus também nos ensina que o importante não é conhecer a Jesus como solucionador de problemas materiais. Então ele começa a falar sobre a mensagem da cruz, como o filho de Deus assumiu as nossas culpas ele dizia: Apesar de ter sido rejeitado somente disse a verdade Ele ensinou o caminho para os que estavam perdidos, ressuscitou os mortos, curou os enfermos, mas o mundo o condenou. Dispôs-se a dar a vida por nós sendo dependurado em um madeiro o Seu sangue escorria pelo madeiro e lavou todos os nossos pecados, Ele não pecou se quer uma única vez, de Sua boca nunca saiu ofensa a outros, Ele trouxe a luz onde havia trevas, paz onde havia contendas não! Jesus não quer fazer crentes ricos, crente de vida mansa, crentes que esperam só receber, crentes que só levam problemas para casa de oração, crentes que querem ser cheios do Espírito Santo para não fazerem nada de útil para obra do Senhor. Jesus quer crentes que glorifique ao Deus Pai, crentes que querem ser ganhadores de almas.
O bom ministro de Deus quer resgatar almas perdidas, ele não está preocupado porque a sua igreja não fala em línguas estranhas, nem profetiza em voz alta, ele está preocupado  se a sua igreja esta preparada para encontrar com Jesus. Deus deu a ele o melhor dom, o dom da palavra ele sonha com as almas que precisa ganhar para Jesus, ele sabe que é um representante de Jesus. O ministro sábio nos diz que é o Espírito Santo quem nos capacita, e Ele quem distribui os dons a cada um segundo a Sua vontade, o ministro sábio também nos disse: imitem aquele Jesus, o Filho de Deus que nada tinha, nem uma casa para morar, nem uma cama para dormir, apesar de ser filho de Pai rico não tinha instabilidade financeira, vivia de favores.
Jesus dependia do Pai, e Ele nos disse que devemos imitá-lo.
Imitar a Jesus! Ser um pobre e miserável, sem nada, isso não tem lógica, ter um pai rico e viver uma vida de andarilho e sem dinheiro isso não é vida de crente, “se você pensa assim eu o chamo de louco”. Os nossos dias de vida são contados, mas o pior é que não sabemos quantos dias serão não somos nós que contamos, e sim o Criador. Mas uma vez eu repito a morte não manda recado ela leva.

Editado por José Simião.
17/04/2012