quarta-feira, 12 de outubro de 2011

El Diablo, biografía prohibida parte 1

a historia de lucifer


MOLOQUE O DEUS DO SACRIFICIO INFANTIL.

http://www.simceros.org/materias-word/35-dr-jose-renato-pedroza/108-fato-68-sacrificios-de-criancas
FATO 68 - SACRIFÍCIOS DE CRIANÇAS
   Está escrito (HÁ 2000 ANOS) em; Efésios 5: 11 e 12. E não comuniqueis(estabelecer qualquer ligação) com as OBRAS INFRUTUOSAS (inúteis) DAS TREVAS (sociedades secretas) mas, antes, CONDENAI-AS. Porque O QUE ELES FAZEM EM OCULTO, até DIZÊ-LO é TORPE. (desonesto, infame, nojento, repugnante, obsceno, indecente).
                                                     
Alguns nomes do deus SOL a quem sacrificavam crianças, em favor de prosperidade.
 BAAL:                               na JUDÉIA,
OM = OSIRIS e, DIONYSIUS  na GRÉCIA,
ATTIS                                       na ÁSIA MENOR 
MARDUK                                  na MESOPOTÂNIA
MITHRAS                                  na PÉRSIA  
ADONIS                                    na SÍRIA e EGITO

MOLOQUE O DEUS DO TERROR.
Leviticos 20:1-3... I Timóteo 5:8
  Leviticos 18:21 “E da tua semente não darás para fazer passar pelo fogo perante moloque; não profanarás o nome de teu Deus; Eu o Senhor”.

Leviticos 20:1 Falou mais o Senhor a Moisés: Também dirás aos filhos de Israel: qualquer que, dos filhos de Israel ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel, der da sua semente a moloque, certamente morrerá: o povo da terra o apedrejará com pedras. Eu porei a minha face contra esse homem e o extirparei do meio do seu povo, porquanto deu de sua semente a moloque, para contaminar o meu santuário e profanar o meu santo nome.
I Timóteo 5:8. Mas qualquer um que não cuide de seus próprios parentes quando eles necessitam de ajuda, especialmente aqueles que vivem na própria família, não tem o direito de dizer que é cristão. Tal pessoa é pior que um pagão.
A idolatria sempre esteve presente na vida do povo
O ser humano sempre sentiu a necessidade de adorar a ídolos, a impressão que nos da é que por o nosso Deus ser um Deus invisível e aparentemente estar tão distante, o povo se sente inseguro. Então buscam ajuda a deuses. Poucos são os que buscam um bom relacionamento com Deus, a maioria crê em Deus mais não confia unicamente nEle.
Deus não aprova e nem tolera nenhum tipo de idolatria. Em Seus mandamentos os dois primeiros são diretamente contrario à adoração a qualquer deus que não seja o Senhor Deus o criador de todas as coisas.
Muitos Israelitas adoravam a deuses falsos influenciados por estrangeiros que habitavam em Israel.
Moloque era um deus esculpido em metal com uma cavidade no tórax e dentro dele seus adoradores colocavam produtos altamente inflamáveis. Sua aparência era aterrorizante, o seu rosto era de boi, em outras imagens parecia urso e o corpo de homem. Ele ficava sentado em um trono com os braços estendidos e com as mãos abertas, dentro dele havia uma fornalha em chamas, e o seu olhar era assustador. Os seus adoradores ficavam hipnotizados pelo poder deste espírito demoníaco e lhes ofereciam o que tinham de mais precioso, os seus filhos. Ali os amonitas ofereciam as suas crianças para serem queimadas, normalmente eram recém nascidos que moloque recebia como oferta, um verdadeiro ritual satânico.
Moloque era o deus dos filhos de amom o significado do seu nome em hebraico (rei) e também chamado de moloque, maçã, milcom, os amonitas seus adoradores eram descendentes de Ló Genesis 19:38 O filho da mais nova recebeu o nome de Bem-Ami. Os descendentes dele são os amonitas.
Moloque também era conhecido como o deus do fogo, porque no seu interior havia uma fornalha altamente aquecida com produtos inflamável onde as suas vitimas eram mortas carbonizadas.
Existem ainda hoje muitas seitas religiosas tanto no Brasil como em outras partes do mundo, que oferecem os seus filhos em sacrifício para seus deuses, um costume praticado também por certas tribos indígenas. Mas são reprovadas pelo Senhor Deus, Pai de Jesus Cristo. Existem seguidores de seitas satânicas que raptam crianças e levam para serem oferecidas em sacrifício para seus deuses, observem quantas crianças desaparecem sem deixar nenhum vestígio.
O motivo dos demônios aceitarem sacrifício de crianças é porque elas são; o bem mais precioso que um casal pode ter, e é uma dádiva de Deus.

OS DEMÔNIOS USAM VARIAS TÁTICAS PARA QUE HAJA SACRIFICIO DE CRIANÇAS.
 Fazendo isso eles tornam os seus adeptos a cada dia mais cegos. O objetivo de Lúcifer e seus demônios é fazer com que os homens passem a ter total confiança neles, e com isso eles criam uma enorme barreira entre Deus e o homem. Eles conseguem fazer o homem depender da idolatria, eles cegam a todos. Aqueles que não são informados os demônios fazem o que quer deles.
Editado por José Simião.
12/10/11

O GOVERNO NÃO TEM CONTROLE SOBRE AS SEITAS RELIGIOSAS QUE PRATICAM RITUAIS DE SACRIFICIO COM CRIANÇAS.

Apesar da ausência de números confiáveis, a prática do infanticídio é algo comum entre as comunidades indígenas e já foi documentada em diversos estudos antropológicos. Os motivos alegados para o sacrifício de crianças são os mais diversos, como o nascimento de bebês com deficiências físicas ou mentais, gêmeos, filhos de relacionamentos extraconjugais, a preferência pelo sexo masculino, a ocorrência de partos muito próximos um do outro, sonhos ou maus presságios.
Normalmente os recém-nascidos são abandonados no meio da mata, enterrados vivos (para que, segundo a tradição, possam ver a passagem para o "outro mundo"), asfixiados com folhas ou envenenados. Há também relatos de bebês flechados ou mortos a golpes de facão. 
Entre as tribos em que o sacrifício de bebês é relatado estão as etnias ianomâmi, suruuarrá, uaiuai, bororo, tapirapé, caiabi, ticuna, amondaua, uru-eu-uau-uau e paracanã.
"Ninguém fala sobre o infanticídio, não é algo que eles se sintam confortáveis em comentar. É um tabu", explica Yumi Gosso, doutora em psicologia experimental pela Universidade de São Paulo (USP), que estudou a vida dos índios paracanãs. Segundo ela, apesar de ser inaceitável em nossa sociedade, a prática encontra razões no ambiente das tribos, onde o trabalho é muito duro para as mães. "Imagine o que seria cuidar de duas crianças gêmeas na aldeia. Isso colocaria em risco a vida das duas", avalia. A pesquisadora explica também que os indígenas não criam um laço afetivo com o bebê logo que ele nasce. "Existe um período até que se estabeleça um relacionamento entre mãe e filho."


BOA PARTE DOS POLITICOS BRASILEIROS, E ARTISTAS ESTÃO ENVOLVIDAS COM SEITAS OCULTAS, COMO SATANISMO, MAÇONARIA, CANDÔNBLÉ.