sexta-feira, 2 de setembro de 2011

O CONTRASTE ENTRE ADÃO E JESUS CRISTO



Romanos 5:12-21

Quando Adão cometeu pecado contra Deus, o pecado entrou em toda a humanidade, o pecado dele espalhou a morte pelo mundo inteiro, de tal forma que todas as coisas começaram envelhecer e morrem, porque todos estavam contaminados pelo pecado deles. Todos sabem que foi o pecado de Adão que nos causou todos estes transtornos, porque, embora naturalmente, as pessoas pecassem desde o tempo de Adão até Moisés Deus não as considerou culpadas de morte, naqueles tempos por não cumprirem as suas leis, pois Ele ainda não lês deram as suas leis,  e nem lhes dissera o que desejava que elas fizessem. Então quando os seus corpos morriam, não era por causa de seus próprios pecados, visto que eles mesmos nunca haviam desobedecido a lei de Deus que ordenava a não comer do fruto da árvore proibida. Tal como Adão havia feito.
Aqui está o contraste entre Adão e Jesus Cristo, que ainda estava para vir.
E também a diferença entre o pecado do homem e o perdão de Deus: Pois este único homem, Adão, trouxe a morte para muitos por meio do seu pecado. Porém este outro homem, Jesus o Filho de Deus, trouxe o perdão para muitos por meio da misericórdia Divina. Esse único pecado de Adão trouxe a pena de morte para muitos, enquanto que Jesus tira gratuitamente os muitos pecados, e oferece em seu lugar uma vida gloriosa.
O pecado deste único homem, Adão fez com que a morte tivesse domínio sobre todos, porém todos quantos receberam o presente divino de perdão e absolvição reinarão em vida, por causa deste único homem Jesus o filho de Deus. É claro, o pecado de Adão nos trouxe o castigo, mas o ato de retidão de Jesus faz com que os homens sejam retos para com Deus, para que possam viver. Adão fez que muitos fossem pecadores porque ele desobedeceu a Deus, e Jesus fez que muitos fossem aceitos por Deus porque Ele obedeceu.
Os dez mandamentos foram dados a fim de que todos pudessem ver como estavam longe de obedecer às Leis de Deus.
Entretanto, quanto mais vemos nossa tendência pecaminosa, mais vemos a graça abundante de Deus de nos perdoando. Primeiramente o pecado reinou sobre todos os homens e os levou a morte, mas agora reina em seu lugar a bondade de Deus, dando-nos uma posição correta perante Ele, e como resultado a vida eterna por meio do filho de Deus, Jesus Cristo o nosso Senhor e Salvador.
Deus nos criou para adorá-lo, mas Ele deu a liberdade de escolha para o homem obedecer ou não.
Se Deus nos forçasse a servi-lo Ele não seria justo por isso Ele nos deu a liberdade de escolha, mas o homem escolheu o caminho da desobediência.
Mesmo assim Ele criou os mandamentos, e suas leis para ver se o homem mudava o seu comportamento pecaminoso, mas como a tendência do homem é caminhar para o mal não surtiu efeito. Mas sendo Ele misericordioso nos deu uma segunda chance, enviando-nos o Seu filho Jesus para que através de Sua morte nos os pecadores pudéssemos fazer parte do seu Reino João 3: 14-17. E como Moises, no deserto, levantou numa estaca uma serpente de bronze, assim também Eu devo ser levantado numa cruz, para que todo aquele que crê em Mim, tenha a vida eterna. Porque Deus amou tanto o mundo que deu o Seu Filho único, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Deus não enviou o Filho Dele para condenar o mundo, mas para Salva-lo.
Muitos dizem que Deus não é amor, mas se lermos a bíblia desde o seu inicio podemos entender que a humanidade sempre deu preferência por caminhos errantes.
Se Deus fosse injusto nós não teríamos direito a vida eterna, Jesus sujeitou a sofrer todos os tipos de humilhação para nos dar o privilégio de fazer parte da vida eterna.
Para muitos, Jesus foi apenas um bom homem, um grande profeta, mas somente através da leitura da bíblia, e com ajuda do Espírito Santo podemos saber por que Deus teve tanto amor pela humanidade a ponto de enviar o seu Filho no meio de pecadores para pagar algo que Ele não cometeu. As atitudes de Deus, o homem comum não pode entender. Nós só podemos entender as coisas de Deus quando reconhecemos Jesus como Filho do Deus altíssimo, e nosso Salvador, e sem parceria com nenhum ídolo, ou outros deuses.

 Leia o livro de leviticos no velho testamento, e Gálatas no novo testamento.


Fiquem na paz de Jesus.

Editado por José Simião
02/09/2011