sexta-feira, 19 de agosto de 2011

DENTRO DE POUCO TEMPO SERÁ O FIM DO PLANETA TERRA.

Dizem que o ser humano é inteligente, mas vivem cometendo erros que nem mesmo os animais irracionais cometem, buscam a sua própria destruição.
Em troca da tecnologia, fama e dinheiro destroem a sua própria moradia. A sua inteligência é limitada para pensar no futuro desastroso que estão construindo, e que deixarão como herança para futura geração.
A geração do futuro somente terá  tristes historias para contar, a frase mais usada será VOCÊ, SE LEMBRA como era antes. Muitas paisagens e animais veremos só através dos moderníssimos aparelhos de vídeos que os destruidores da natureza deixarão como herança para a geração futura  conhecer como era antes.
Os rios estão secando, os solos estão secos e com erosão, os animais estão sendo extintos por diversão e com fins lucrativos.
dentro dos rios e mares esta cheio de lixo que nós jogamos, as floresta estão sendo destruídas rapidamente por ignorantes que só pensão em dinheiro.
O solo esta sendo sufocado pelos asfaltos, o excesso  de peso dos edifícios, os gases produzidos pelas maquinas e industrias. As geleiras estão se desfazendo, talvez as cidades litorâneas com seus belos edifícios e o solo sufocado pelo asfalto desaparecerão.
Eles derrubam as árvores das encostas e constroem suas moradias, vem as chuvas e causa os deslizamentos, e como não soubessem de nada pedem a Deus para socorrer.
O Estado de São Paulo na região de Aráçatuba só se vê cana de açúcar e grandes queimadas, as autoridades consideram isso progresso, estamos sim progredindo para a destruição do planeta.
Os fazendeiros que plantavam e criavam gados preferem alugar as terras para usineiro, gera mais lucro.
As queimadas que as usinas fazem para  limpar o canavial são encontrados vários animais mortos, capivára, tatu, cobra, são dezenas de animais, mas isso não é de interesse das autoridades locais, nem do IBAMA
Futuramente teremos belos vídeos para recordar como este planeta era lindo.
Que Deus nos ajude a dar um futuro melhor para a nossa natureza.

Editado por José Simião
19/08/2011