quarta-feira, 3 de agosto de 2011

EM BUSCA DA PERFEIÇÃO.II Corintios 5:17-19


Podemos ver que a vida do crente começa no momento em que a pessoa aceita Jesus como o seu único Salvador. A conversão acontece quando o Espírito Santo toca em nosso coração e nos mostra que o caminho em que estamos seguindo está errado.
Quando aceitamos Jesus como nosso Salvador o Espírito Santo nos faz uma nova criatura.
Quando nascemos de novo somos iguais ao bebê que mama, e ainda não sabe caminhar sozinho, necessitamos de uma atenção especial dos pais e irmãos mais velhos.
O crescimento espiritual é interminável em nossa vida, aqui no mundo só termina quando encontrar-mos com Jesus.
Este é o período que vivemos em busca do conhecimento da palavra, durante esta fase nós passamos por muitas tribulações. Quando estamos em busca de crescimento espiritual. Satanás nos ataca constantemente, mas isso faz parte da vida do crente em Jesus, aqueles que querem se dedicar de todo o coração a obra de Deus, sofrerão muito porque terão que levar uma vida santa.
I Pedro: 5 8-9
A dedicação ao conhecimento da palavra é muito importante na vida de todos os crentes, os que não se preocupam em ter uma vida direcionada pela palavra de Deus, deixa de ser abençoado. O crente que não passa por tribulações espirituais é porque não esta incomodando a satanás, não está em busca de crescimento, o diabo não precisa se preocupar com ele, satanás só se preocupa com quem é inimigo do pecado.
Para o diabo só interessa crentes que querem servir a Deus, porque os que vivem de qualquer jeito já estão fazendo a sua vontade, e este é o desejo dele contrariar á Deus.
Ele quer que você pense que do jeito que esta servindo a Deus você esta sendo uma benção, que não precisa mudar nada, esta perfeito, Deus esta satisfeito com você.
Eu li um comentário em blog em que o irmão dizia que ser teólogo não é para qualquer um, eu não concordo; Não só teologia,  medicina, direito; física todos cursos superiores são difíceis. Mas ser um servo fiel á Deus de todo coração isto sim não é para qualquer teólogo, porque todos querem ser mestres, mas servos são poucos, temos muitos teólogos, mas fiel a palavra de Deus são poucos. Infelizmente muitos teólogos encaram a teologia como uma forma de ganhar dinheiro e não almas.
Ser um crente com uma vida santa não é para qualquer um, e passa a ser mais difícil quando queremos ser um ganhador de almas, um evangelista, ou missionário.
Bom seria se nós que entendemos um pouco de teologia pedíssemos a Deus que retirasse a covardia e o medo e saíssemos em busca de novas ovelhas, sairíamos de dentro das igrejas onde só ficamos pregando para crentes ou: “engordando ovelhas enquanto lá fora há varias ovelhas famintas e caindo no abismo”.
Mas o interesse de ganhar almas só manifesta em quem conhece a Cristo, e a sua palavra. Não se ensina a quem conhece, e sim aos leigos, assim também não se ilumina quem esta na luz, e sim aos que estão nas trevas.
As formas mais fáceis de pregar o evangelho são pela TV, internet, radio, dentro da igreja em que congregamos.
As formas mais difíceis são de porta em portas, aos amigos de trabalho e escola, em presídios, aldeias indígenas, e em paises proibidos.
Candidatos ao emprego são muitos, mas trabalhadores são poucos.
Somente através da leitura da palavra, e nos colocando na posição de servos, independentemente de formação educacional iremos entender qual é a missão que Cristo nos deixou.
Crente perfeito nunca vai existir, mas devemos nos esforçar.
Pregar a palavra ao MUNDO NÃO É UM PEDIDO E SIM UMA ORDEM DE JESUS.
Marcos 16: 15-17
Editado por José simião.
03/08/2011

O JOIO NO MEIO DO TRIGO

AS CINCO METAS DA MAÇONARIA.
A INFILTRAÇÃO DA MAÇONARIA NA IGREJA EVANGÉLICA.