quarta-feira, 6 de julho de 2011

UM CRENTE CHEIO DO ESPÍRITO SANTO



Quando Jesus nos enviou o Espírito Santo havia um propósito, Dele e do Pai para conosco a fim de que aqueles que fossem seus servos não ficassem desamparados, também aqueles que fossem simples pudessem entender qual era o propósito de Deus em suas vidas, e para fazer a Sua obra sem embaraços.
O crente que ignora o Espírito Santo em sua vida é como uma página de livro sem nada escrito, um vaso sem água, eu diria algo inútil na obra de Deus porque, somente através deste maravilhoso presente de Deus é que podemos trabalhar em Sua obra. Podendo assim ter uma ampla visão do propósito de Deus em nossas vidas. O Espírito santo é quem nos dá “a” capacidade de exercermos a tarefa que é dada a cada um de nós. E tudo que fazemos quando somos ordenados pelo Espírito Santo é feito com amor e dedicação porque esta é a função Dele, dar incentivo aos servos de Jesus para divulgar o evangelho sem desânimo. Os pentecostais dizem que os batistas não aceitam o batismo do Espírito Santo. Há uma grande diferença entre receber o Espírito Santo e a manifestação de dons. Todos que aceitam a Jesus recebem o Espírito Santo, porque esta é uma promessa do Senhor Jesus, e mais não é possível servir a Jesus sem a presença do Espírito Santo. Após recebermos o Espírito Santo Ele nos dá os dons, isso é segundo a sua vontade e a quem Ele vê que deve receber determinado dom. Dentro das igrejas batistas há varias manifestações dos dons do Espírito Santo. Exemplos, “O dom de profetizar”. Muitos crentes pensam que profecia é somente quando alguém fala em voz alta, a palavra profética pode vir da própria palavra de Deus na hora em que o Pastor esta entregando a mensagem a igreja. E essa é uma profecia segura porque vem da palavra e não somente da boca do homem. O dom de línguas estranhas não é utilizado, porque este dom não é útil para a igreja como corpo e pode causar escândalos a pessoas que ainda não conhecem.  O dom de línguas pode deixar dúvidas em quem ouve. E muitos crentes perdem o controle e por impulso próprio começam falar todos de uma só vez então vira uma confusão, em que ninguém, entende ninguém. Mas dentro das igrejas batistas estão presentes os dons, longanimidade, ensino, exortação, Ofertar contribuir repartir, liderança, misericórdia, sabedoria, ciência, fé, cura. Eles não divulgam a cura como temos visto varias igrejas, a fim de divulgar somente o homem como milagroso e sim Jesus. Operações de milagres acontecem dentro da igreja batista, mas somente com a finalidade de glorificar unicamente a Jesus. E por fim o discernimento Espiritual. Podemos ver em varias igrejas pessoas “profetizando e falando línguas estranhas”, estes dois dons o crente têm que tomar muito cuidado, neste caso é preciso do dom do discernimento para saber se realmente o que a pessoa esta dizendo vem de Deus ou não.

O APÓSTOLO PAULO ORIENTA A IGREJA PARA QUE NÃO HÁJA ESCANDALOS. I Corintios 12
Ver-1
Agora irmãos, quero escrever sobre as capacidades, especiais que o Espírito Santo dá a cada um de vocês, pois não desejo nenhum mal-entendido a respeito delas. O apóstolo estava preocupado para que não acontecesse o que tem acontecido em muitas igrejas nos dias de hoje, o mal entendido, as más interpretações. I Cor Ver.4-5-6-7 Ora, Deus nos dá muitos tipos de capacidades especiais, porem é o mesmo Espírito Santo que é a fonte de todas elas. Há diferentes espécies de serviços a Deus, Porém é o mesmo Senhor que estamos servindo. Há muitos modos pelos quais Deus opera em nossas vidas, porém é o mesmo Deus quem faz a obra em nós e através de todos nós, os que lhe pertencemos. O Espírito Santo manifesta o poder de Deus através de cada um de nós como um meio de ajudar a toda igreja. Nestes três quatros o apóstolo nos explica que o Espírito Santo age com soberania no corpo da igreja distribuindo funções espirituais de acordo com as necessidades da igreja. O Espírito Santo age de maneira diferente em cada um de nós, mas com um único objetivo honrar e glorificar o nome de Deus. Além de nos capacitar com dons especiais  para  levarmos uma vida santa, Ele permanece conosco até o fim.

 NÃO SE PREOCUPE EM RECEBER O ESPIRITO SANTO.
João 14 :16-17-18

Se vocês me amam, obedeçam–me; e Eu pedirei ao Pai e Ele dará a vocês outro consolador, que nunca deixará vocês. É o Espírito Santo, o Espírito que conduz toda a verdade. O mundo em geral não o pode receber, porque não o procura e não conhece. Mas vocês, sim, porque Ele mora com todos agora e um dia estará com vocês.
Quando aceitamos a Jesus Ele passa a habitar em nossa vida, é Ele quem faz você sentir o desejo de divulgar o evangelho. Antes de Jesus voltar para o Pai Ele disse: Eu Não abandonarei vocês e nem o deixarei como órfão Eu voltarei para vocês. Daqui a pouco Eu terei ido embora do mundo, mas continuarei presente com vocês. Porque Eu viverei novamente-e vocês também. Isso é uma promessa de Jesus para todos os que Nele confiam. Se obedecermos esta condição que Jesus nos propõe não há porque se preocupar.

 O ESPIRITO SANTO NOS DA UMA AMPLA VISÃO DA OBRA DE DEUS.

I Corintio12:8 Um, o Espírito concede a capacidade de dar conselhos; outros podem ser particularmente aptos para estudar e ensinar, e este é o seu dom vindo do mesmo Espírito. Ele dá uma fé toda especial a outro, e a outro mais poder de curar os doentes.
O dom de cura tem sido muito explorado por falsos pregadores que aproveitam das enfermidades das pessoas, para divulgarem a si mesmos e gerar renda para seus próprios benefícios.
Tenho visto em igrejas placas promovendo campanhas de curas, como prosperar financeiramente, mas felizmente Deus não tem respondido por agirem carnalmente. Ver-10. Alguns Ele da o poder de fazer milagres; e a outros o poder de profetizar e pregar. Ele da a outros, ainda, o poder de conhecer se são maus espíritos que estão falando através daquele que afirma proclamar as mensagens de Deus ou se realmente é o Espírito de Deus quem está falando. Ainda outra pessoa pode falar em línguas que já mais aprendeu; e outros, que tão pouco conhece a língua, recebem o poder de compreenderem o que ele esta dizendo.  
Podemos ver que são vários dons que o mesmo Espírito distribui entre os servos de Deus, e são distribuídos de uma forma sabia que faça que a igreja funcione em perfeita harmonia, porque a igreja é o corpo de Cristo.
 Não devemos desprezar o dom de línguas, mas ele é o único dom que não edifica a igreja como corpo e sim unicamente a quem esta falando.

 É O ESPIRITO SANTO QUEM DISTRIBUI OS DONS

Ver :11É o mesmo e único Espírito Santo que dá todos esses dons e poderes, decidindo qual é o que cada um de nós devemos ter.
A distribuição acontece desta forma porque somos membros de um corpo que é a igreja a qual Cristo é a cabeça, e nós como membros temos cada um a responsabilidade, dada por Ele que deve ser cumprida para que a igreja caminhe em harmonia, como um único corpo. Nunca devemos pedir ao Espírito Santo um determinado dom porque achamos que o melhor para nós, devemos sim buscar os dons, mas sempre pedindo ao Espírito Santo que nos de um dom que Ele ache melhor para exercermos Glorificando ao Pai e ao Filho, visando ser útil não só a nós mesmos, mas principalmente a igreja de Cristo.
Ver:12. O nosso corpo tem muitos membros, porém esses muitos membros formam um só corpo quando são todos postos juntos. Assim acontece com o “corpo” de Cristo.
Quando recebemos um dom dado pelo Espírito Santo temos que por em pratica, com todo cuidado. Não deixando se levar pelo lado da vaidade, orgulho agindo segundo a vontade da carne, para não causar escândalos aos estranhos, e aos irmãos em Cristo, que ainda estão em fase de crescimento, mas sempre lembrando que somos parte de um corpo em que Cristo é a cabeça.
Cada membro de um corpo tem sua função, e todas são importantes para que o corpo funcione bem.
Nunca desprezem os dons dados pelo Espírito Santo.

FAZEMOS PARTE DE UM SÓ CORPO.

Ver:13-14 Cada um de nós é um membro deste corpo único de Cristo. Alguns de nós somos Judeus; outros, gentios; alguns são escravos e outros, livres. Entretanto, o Espírito Santo encaixou-nos todos juntos num só corpo. Fomos batizados no corpo de Cristo pelo único Espírito, e todos recebemos esse mesmo Espírito Santo.
Ora, o corpo possui muitos membros, e não um só.
Até aqui podemos entender que a igreja de Cristo e constituída de pessoas de Cidades, Estados, e Paises diferentes e cada um com seus costumes diferentes mesmo assim o Espírito Santo nos encaixou todos juntos num só corpo, e todos recebem este mesmo Espírito.
O Espírito Santo trabalha incansavelmente para que a divulgação do evangelho se propague por toda terra, para que a igreja de Cristo trabalhe em sincronismo e possamos caminhar até o fim desta jornada que Jesus nos confiou.

NÃO BRINQUE COM ESPIRITO SANTO.

Não use o nome “Espírito Santo” para divulgar falsas promessas, só para atrair pessoas que estão oprimidas, e depois tirar proveito delas.
Só divulgue a verdade, sabendo que de tudo prestaremos conta a Deus.
Faça propagandas de Salvação divulgue o nome de Jesus, Não utilize o nome do Espírito Santo como isca prometendo bens materiais, as benção são conseqüência da obediência do crente em Jesus. O Espírito Santo não é fanfarrão, nem barulhento, Ele não escandaliza o nome de Cristo, com urros, e berros, não se comporta ou dança como espíritos imundos. Mas Ele age em nossa vida suavemente, nos educando para que possamos servir a Cristo com todo respeito.
Todos os dons que o Espírito Santo nos deu são para divulgar unicamente o evangelho de Jesus Cristo, porque quando um enfermo é curado através do dom de cura que Ele nos concedeu o nome de Jesus, é glorificado.

PORQUE DEVEMOS RESPEITAR O ESPIRITO SANTO
.
Efesios1:13-14
E por causa daquilo que Cristo fez, todos vocês também, que ouviram a boa nova sobre a maneira de ser salvo e confiaram em Cristo, foram marcados pelo Espírito Santo como pertencentes a Cristo, o qual há muito tempo havia sido prometido a todos nós os Cristãos.
Sua presença em nosso íntimo é a garantia de que Deus realmente nos dará tudo quanto prometeu; e o sinal do Espírito Santo sobre nós significa que Deus já nos comprou e que Ele garante levar-nos para Si mesmo. Esta é justamente mais uma razão para que louvemos o nosso Glorioso Deus.

COMO POSSO RECEBER O ESPITITO SANTO.
É simples, após aceitar a Jesus e ser batizado, não devo guardar pecados no coração.

A SUA MANIFESTAÇÃO.
Todos que tem um grande desejo de pregar o evangelho, estes estão cheios do Espírito Santo de Deus.

O SIGNIFICADO DA PALAVRA PENTECOSTES.


E Deus na sua sabedoria usou este dia em que havia muitos visitantes estrangeiros em Jerusalém para a comemoração do dia de pentecoste, a festa da colheita em que era comemorada pelo povo Judeu, e derramou sobre os apóstolos o Espírito Santo. Todos, os estrangeiros que ali estavam ouviram a mensagem dos apóstolos em seu próprio idioma.

Pesquisa WIKIPÉDIA
Pentecostes (em grego antigo πεντηκοστή [ἡμέρα], pentekostē [hēmera], "o quinquagésimo [dia]") é uma das celebraçőes importantes do calendário cristão, e comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo. O Pentecostes é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa. O dia de Pentecostes ocorre no décimo dia depois do dia da Ascensǎo. Pentecostes é histórica e simbolicamente ligado ao festival judaico da colheita, que comemora a entrega dos Dez mandamentos no Monte Sinai cinquenta dias depois do Êxodo. Para os cristāos, o Pentecostes celebra a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos e seguidores de Cristo, através do dom de línguas, como descrito no Novo Testamento, durante aquela celebração judaica do quinquagésimo dia em Jerusalém. Por esta razão o dia de Pentecostes é às vezes considerado o dia do nascimento da igreja. O movimento pentecostal tem seu nome derivado desse evento.

                                                                                                 Religião Mosaica

O Pentecostes é o nome de uma festa do antigo calendário bíblico, (Ex 23.14-17; 34.18-23). Originalmente, essa festa é referida com vários nomes:
§          
§                 Festa da Colheita ou Sega - no hebraico hag haqasir. Por se tratar de uma colheita de grãos, trigo e cevada, essa festa ganhou esse nome.(Ex 23.16).
§                 Festa das Semanas - no hebraico, hag xabu´ot. A razão desse nome está no período de duração dessa celebração: sete semanas. O início da festa se dá, cinquenta dias depois da Páscoa, com a colheita da cevada; o encerramento acontece com a colheita do trigo (Ex 34.22; Nm 28.26; Dt 16.10).
§                 Dia das Primícias dos Frutos - no hebraico yom habikurim. Este nome tem sua razão de ser na entrega de uma oferta voluntária, a Deus, dos primeiros frutos da terra colhidos naquela sega (Nm 28.26). Provavelmente, a oferta das primícias acontecia em cada uma das três tradicionais festas do antigo calendário bíblico. Na primeira, Páscoa, entregava-se uma ovelha nascida naquele ano; na segunda, Colheita ou Semanas, entregava-se uma porção dos primeiros grãos colhidos; e, finalmente, na terceira festa, Tabernáculos ou Cabanas, o povo oferecia os primeiros frutos da colheita de frutas, como uva, tâmara e figo, especialmente.
§                 Festa de Pentecostes. As razões deste novo nome são várias: (a) nos últimos trezentos anos do período do Antigo Testamento, os gregos assumiram o controle do mundo, impondo sua língua, que se tornou muito popular entre os judeus. Os nomes hebraicos - hag haqasir e hag xabu´ot - perderam as suas atualidades e foram substituídos pela denominação Pentecostes, cujo significado é cinquenta dias depois (da Páscoa). Como o Império Grego passou a ter hegemonia em 331 a.C., é provável que o nome Pentecostes tenha ganhado popularidade a partir desse período.

                                                                                                    Da cerimônia

  Enquanto a Páscoa era uma festa caseira, Colheita ou Semanas ou Pentecostes era uma celebração agrícola, originalmente,           realizada na roça, no lugar onde se cultivava o trigo e a cevada, entre outros produtos agrícolas. Posteriormente, essa celebração foi levada para os lugares de culto, particularmente, o Templo de Jerusalém. Os muitos relatos bíblicos não revelam, com clareza, a ordem do culto, mas é possível levantar alguns     passos dessa liturgia:

§                 A celebração era dedicada exclusivamente a Javé (Dt 16.10);
§                 Era uma festa ecumênica, aberta para todos os produtores e seus familiares, os pobres, os levitas e os estrangeiros (Dt 16.11). Enfim, todo o povo apresentava-se diante de Deus. Reconhecia-se e afirmava-se o compromisso de fraternidade e a responsabilidade de promover os laços comunitários, além do povo hebreu;
§                 Agradecia a Deus pelo dom da terra e pelos estatutos divinos (Dt 15.12);
§                 Era uma "Santa Convocação". Ninguém trabalhava (Lv 23.21);
§                 Era celebrado o ciclo da vida, reconhecendo que a Palavra de Deus estava na origem da vida " da semente " da árvore " do fruto " do alimento " da vida...

                                                                                           Pentecostalismo

Pentecostes é o símbolo do Cenáculo, onde os Apóstolos se reuniram, pela primeira vez, à espera do Espírito Santo. No Cenáculo, desde a fundação, a comunidade cristã aí se reúne, para ser conduzida pelo Sopro Inspirador, compartilhando o amor em Cristo. Atualmente o 50.º dia após a Páscoa é considerado pelos cristãos o dia de Pentecostes. Pentecostes é quando o Espírito Santo visita os apóstolos e desce sobre eles, na forma de fogo (mera representação). A partir daí os apóstolos passam a pregar o Evangelho em línguas estranhas: Há ação do Espírito Santo no ser humano sempre que este se converte dos seus pecados, pelo arrependimento, e passa a crer em Jesus Cristo como único e suficiente Senhor e Salvador, pedindo a Deus que lhe revista e encha do Espírito Santo. Tal experiência é chamada de batismo no Espírito Santo. Isto tem ocorrido durante toda a história do cristianismo, sendo enfatizado, especialmente, em meados do século XX com o surgimento das primeiras Igrejas Protestantes Pentecostais, as quais enfatizam os dons do Espírito, ou pelos membros da Renovação Carismática Católica (RCC) que, seguindo a doutrina e as diretrizes de sua Igreja, fazem o mesmo.
FONTE WIKIPÉDIA.
Editado por José Simião
04/06/2011