sábado, 18 de junho de 2011

UM PRESENTE DE DEUS.

.

Quando eu era jovem havia em mim um grande desejo de ser batizado com o Espírito Santo e receber o dom de línguas. Para mim era maravilhoso ver aquelas pessoas falarem em línguas estranhas, e cada vez que eu ia aos cultos eu pensava comigo hoje eu serei batizado com o Espírito Santo, mas a cada culto eu me decepcionava mais porque nada acontecia.  Por varias vezes participei de vigílias e campanhas para receber este dom que tanto eu sonhava, mas não funcionavam todos eram batizados e falava em línguas estranhas menos eu. Então comecei a ir para os montes orar, saiamos de madrugada para orar em montes nas periferias de são Paulo. Isso se repetiu por varias vezes, também Deus não me ouvia, comecei a pensar que Deus não se importava comigo porque o Pastor nos ensinava que o verdadeiro crente tinha que falar línguas estranhas e profetizar. Em todos os cultos ele gritava em nossa cabeça dizendo batiza Jesus funcionava com todos menos comigo, e quando as pessoas não falavam, ele dizia certas frases como haricâdala, kândalamassure, hipalaba, surianda. E nós tínhamos que repetir para decorar. Mas eu não aceitava repetir estas palavras eu queria que fosse natural, então perdi a esperança de receber este batismo. Mas nesta época muitos destes irmãos que eram batizados e profetizavam e falava em mistério, descobri que havia contenda entre eles por causa de cargos. Mas em certa noite estávamos em um culto, e o pastor disse eu gostaria de saber se há algum irmão que queira compartilhar com a igreja uma benção, derrepente senti meu corpo esquentar algo ergue as minhas mãos, e fui levado “a” frente da multidão pelo Espírito Santo e comecei a falar, não em línguas como eu queria, mas sobre Romanos Cap.12 :9-21
Naquele momento em que fui tomado pelo espírito Santo eu já não entendia o que eu mesmo falava, mas a igreja entendia tudo, eu não tinha controle sobre os meus lábios porque não era mais eu quem falava. Eu já havia pregado antes, mas não diante de tantas pessoas. Eu era tímido, então a igreja glorificava a Deus e foi uma tremendo barulho muitos choravam foi um derramar do Espírito Santo. Naquela noite que seria apenas uns minutos de testemunho foi entregue a mensagem da noite que durou mais de 40 minutos. Então
pude descobrir que eu tinha um dom maravilhoso e útil para a igreja. Depois deste dia nunca mais pedi a Deus o dom de línguas que tanto eu queria porque Ele havia me dado um dos melhores dons. O dom não sou eu quem escolhe e sim Deus que nos concede este presente. A partir daquele dia passei a entender que muitos falam línguas estranhas, mas são línguas artificiais falsas coisa da sua própria cabeça. Brincam dentro da casa do senhor. Há pregadores que dizem ter dezenas de dons, mas nenhum funciona. O Espírito Santo nos capacita a fazer a obra de Deus com perfeição, a interpretar a palavra, a sentir amor pelo próximo, a discernir o que é bom ou ruim para a nossa alma. Em I Corintios Cap14 :12-16 Já que vocês se encontraram tão ansiosos para receber dons especiais do Espírito Santo, peçam-lhes os melhores, isto é aqueles que serão de ajuda real para toda a igreja. Se alguém receber o dom de fala línguas desconhecidas, deverá orar também pelo dom de saber o que disse a fim de que possa depois explicar ao povo com simplicidade. Porque se eu orar em uma língua que não compreendo, meu espírito estará orando, mas eu mesmo não saberei o que estou dizendo. Bem então o que devo fazer? Farei as duas coisas. Orarei em línguas desconhecidas e também no idioma comum que todos compreendem. Cantarei em línguas desconhecidas e também no idioma comum a fim de entender o louvor que eu próprio estou dando. Com isso podemos entender que quem da o dom é o Espírito Santo, você pode ate deseja ter certo dom, mas quem decide é o espírito Santo. Eu queria falar línguas, mas o meu presente foi o dom da palavra. Deus tem o dom certo para cada um de nós, porque o Espírito Santo a hora e a quem Ele deve presentear. As igrejas estão precisando ter menos poliglotas e mais mestres da palavra, mais ação e menos promessas, mais misericórdia e amor do que a ganância. Os crentes precisam conhecer mais a palavra de Deus, não adianta você carregar a sua bíblia se não sabe os conteúdos que tem dentro dela. O crente que não domina a palavra é um crente deficiente é isca fácil para satanás, é o tipo de crente que pede dons, mas não sabe para que serve. Seria o mesmo que você estivesse em uma guerra e alguém lhe desse uma arma para o combate e você não soubesse maneja-la, você seria alvo fácil não teria proteção, não poderia atacar nem se defender do inimigo seria um soldado deficiente.
Um soldado não entra na batalha sem conhecer a sua arma guerra.
Conheça melhor a sua bíblia e saiba se defender das batalhas espirituais, e saiba que ninguém é batizado com o verdadeiro Espírito Santo se estiver em pecado. Estas igrejas que divulgam a cura e outros milagres e nada acontece é porque seus lideres estão em pecado. Quando oramos a Deus pedindo algo que seja para a sua gloria Ele nos responde na hora  “mas” quando pedimos algo para divulgar os nossos negócios de interesse financeiro Deus tapa seus ouvidos para nós, e somos envergonhados diante do mundo como falso profeta.

Editado por José simião.
16/06/2011