domingo, 29 de maio de 2011

UMA CRUZ CARREGADA DE DORES E HUMILHAÇÃO.



Ele pagou um preço altíssimo para nos libertar dos nossos pecados. Ele foi fiel com todos nós e também e com o Pai. Não se importando consigo mesmo! Ele era um justo no meio dos pecadores, Ele semeou a paz curou os enfermos, mas foi rejeitado por todos, foi desprezado por falar a verdade. Se Ele amasse o pecado seria aceito por todos, mas a verdade estava com Ele. Para Ele o mais importante era Salvar a nossa alma. Ele não pensou em se mesmo “mas”, sim em nós, Ele é fiel. Aquela cruz trazia todos os nossos pecados ali estava “a”, sena da humilhação de sofrimento, o filho de Deus estava sendo humilhado para Salvar a humanidade. Apesar de todo o sofrimento de Jesus ali estava um gesto de amor, compromisso com o Pai. Ele estava preocupado com o destino da nossa alma. Todo o sofrimento de Jesus só nos trouxe alegria, a liberdade. Graças a sua bondade e misericórdia. Vivemos no mundo. Mas não somos escravos dele. O seu gesto de amor nos deu o direito de ser o Seu povo um povo escolhido (I Pedro Cap.2:5-6 E agora vocês se tornaram pedras vivas de construção para Deus utilizar na edificação da sua casa. E  o que é, vocês são seus sacerdotes santos; portanto, cheguem-se a Deus (vocês são aceitáveis a Ele por causa de Jesus Cristo) e ofereçam-lhe aquelas coisas  de que Ele se agrada. Tal como as escrituras declaram: “Eis que eu estou enviando Cristo para ser a preciosa pedra de esquina da minha igreja, cuidadosamente escolhida, e Eu nunca decepcionarei aqueles que confiam Nele”. Esta cruz nos deu o privilegio de ser o seu povo, um povo escolhido pelo próprio Deus, um povo santo sacerdote do Rei, se formos fieis a Ele ate a morte, Ele também será ate o fim. Naquela cruz estava o sofrimento, a humilhação o desprezo Ele não significava nada naquele momento de angustia todos os abandonaram. Mas nesta cruz estava  a luz do mundo a salvação, a vida eterna o amor, a vitória. Ali estava também a derrota da morte. Ele venceu a morte nos dando a vida eterna. Quantos cristos irão aparecer? Mas são mortais tem medo da morte porque são pecadores, não são capazes de dar a sua vida por alguém, muitos dizem ser o próprio Jesus mas nenhum deles querem conhecer o peso da cruz, são falsos profetas, homens gananciosos vivem pelo dinheiro. Usar o nome de Cristo é bom mas seguir os seus passos não é para qualquer um pecador. Porque para ser um representante de cristo  o homem tem que abandonar os desejos da carne, ele tem que viver a mensagem da cruz. Ter compromisso com Deus, divulgar a verdade, humildade, o amor ao próximo, não ser preso a coisas luxuosas. Seguir os passos de Jesus é uma missão quase impossível quanto mais se passar por Jesus.
  
Rude cruz se erigiu,                          
Dela o dia fugiu,
Como emblema de vergonha e dor;
Mas contemplo esta cruz,
Porque nela Jesus
Deu a vida por mim pecador.

Sim eu amo a mensagem da cruz
Te morrer eu a vou proclamar
Levarei eu também minha cruz
Te por uma coroa trocar

Desde a glória dos céus,
O cordeiro de Deus,
Ao calvário humilhante baixou;
Essa cruz tem pra mim
Atrativos sem fim,
Porque nela Jesus me salvou

Nesta cruz padeceu
E por mim já morreu,
Meu Jesus para dar-me
O perdão;
E eu me alegro na cruz,
Dela vem graça e luz
Pra minha santificação

E eu aqui com Jesus,
A vergonha da cruz
Quero sempre levar e sofrer;
Cristo vem me buscar, e com Ele , no lar,
Uma parte da glória hei de ter


Texto Editado por José Simião
29/05/2011