segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

OS APÓSTOLOS QUE ROUBAM A GLÓRIA DE JESUS.


“Eu fui curado em uma cruzada de milagres!” Verdade? 
Por Mike Oppenheimer/Let Us Reason Ministries 

Há pessoas que afirmam que o movimento pentecostal e neopentecostal e seus milagreiros devem ser de Deus, porque doentes estão sendo curados em suas igrejas e cruzadas. Agora eu quero que você tome conhecimento de uma coisa: a evidência que é quase sempre citada para a validade do ministério desses milagreiros é que há indivíduos alegando que eles foram divinamente curados em suas igrejas e cruzadas. 

Raras vezes eu ouvi uma pessoa dizer que esses milagreiros devem ser de Deus porque seus ensinamentos são bíblicos. Geralmente as pessoas que estão nesse meio tem grande consideração por esses milagreiros, e acabam tirando suas conclusões deles e não da Bíblia. 
  
Portanto, a questão que enfrentamos é o daquelas pessoas que testemunham terem sido curadas nessas cruzadas e igrejas; bem, eu sou da opinião que existem pessoas que foram curadas em cruzadas e igrejas, da mesma forma há pessoas curadas em hospitais, em carros, na sala de estar, no trabalho, etc. 

Deus não para de curar crentes simplesmente porque estão em uma cruzada de milagres, nem para de curar, se eles não comparecem. O problema surge quando as pessoas começam a atribuir a cura ao milagreiro e seu ministério. Mas lembre-se que se alguém é curado nessas cruzadas não significa que Deus está validando o seu ministério. Considere isso, porque Deus é soberano, Ele cura quem, quando ou como Ele escolher. Deus não apenas cura pessoas que dão a ele o crédito por isso. Mesmo quando Israel estava mergulhado na idolatria e não reconhecia o verdadeiro Deus, Ele os socorreu. "QUANDO Israel era menino, eu o amei; e do Egito chamei a meu filho". Quanto mais os chamava para Si, mais eles se afastavam, e mantiveram seus sacrifícios e queima de incenso aos ídolos, ainda assim, Deus diz: "Todavia, eu ensinei a andar a Efraim; tomando-os pelos seus braços, mas não entenderam que eu os curava". Oséias 11:3. Deus pode dar graça a alguém a qualquer momento para satisfação de seu propósito, com ou sem fé. Dez leprosos foram curados por Jesus, mas apenas um reconheceu Jesus como sua fonte e lhe agradeceu. Sim, Jesus o curou e Ele também disse para não contar a ninguém; Ele pediu ao leproso para verificar esta cura, indo ao sumo sacerdote (Mt.8) de acordo com a lei. Pessoas que pensam que não é bíblico verificar uma cura estão completamente erradas, esse foi o conselho de Jesus, ter uma testemunha. Aqueles que pensam pela Escritura não se deixam enganar por testemunhos exibicionistas, e o constante desfile de pessoas como troféus para ganhar apoio. 

Quando Israel estava com sede Moisés foi desobediente e feriu a rocha duas vezes. Apesar de sua desobediência Deus forneceu água refrescante para eles. Disto, vemos a misericórdia de Deus para com seu povo. No entanto Deus quer que seu povo tenha discernimento e muitas vezes Ele irá testá-los por um milagre para ver quem realmente amam e seguem. 

Quando vemos a expectativa da multidão, se alguém fica à distância da atmosfera, e da música suave e da sua manipulação, as expectativas do povo (esperando o seu milagre), a orquestração pré-fabricada dos testemunhos e do condutor da reunião, o que resta? A mensagem - não tem muita substância para as pessoas se apoiarem. Então, para o que eles realmente estão vindo? Eu ouço repetidas vezes que as pessoas chegam de todos os lugares para estar em uma igreja ou cruzada de milagres para que Deus possa curá-las. Está Deus preocupado com a localização do lugar? Ele está dizendo às pessoas para visitar um homem? Onde está a verdadeira confiança no Senhor para curar? Onde está a fé quando alguém diz "eu sabia que se eu viesse aqui Deus iria me curar!" 

Com todas as grandiosas afirmações muitos dizem "mostre-me a carne". Por que não acalmam os críticos e fazem exatamente isso. Por que não acalmam os críticos e ganham para seu lado, fornecendo as provas. Porque a sua maioria é psicossomática. Em nenhum lugar vemos doenças físicas/orgânicas curadas como os apóstolos fizeram. Muitos pedem a prova para validar uma cura. Para mim isso não conclui que o que ocorreu é do Senhor. E eu acho que é errado ir por esta rota. Mesmo que tenha havido pessoas curadas na platéia, não é pelas mãos de um milagreiro. Que dizem que a cura não teria ocorrido se tivesse ficado em casa, se tudo que se precisa é a fé. Mas não somente a sua fé, mas a atmosfera que faz com que seja emocionante, assim como manipuladora. Todos que estão lá querem ser curados ou ver uma cura. 
  
Muitos dos que têm um lampejo de dor vão à frente e testemunham que foram curados porque a dor se foi. Isso não significa que eles foram curados. Muitos médicos podem testificar sobre diferentes atmosferas criadas e torná-las propícias para o relaxamento. Você pode ver que a maioria das dores e doenças são causadas por stress. Uma vez que é aliviada a pessoa se sente bem novamente. Por exemplo, a prática de yoga e meditação dão alívio a muitas dores do stress. É por isso que é chamado de técnicas de relaxamento de stress. Certamente nenhum cristão diria que Deus os curou por este método! 

Aqueles que testemunham dizem que sentiram um calor, "uma presença", como a eletricidade. Então eles sabem que foram tocados por Deus. Se você acredita nisso você verifica as coisas apenas supercialmente. 

Um dos expoentes do movimento de cura divina, Benny Hinn, afirmou que a fé vem pelo ouvir a palavra, não a palavra do passado, mas a de hoje. Esta é uma mistura de verdade e mentira. Há muitos crentes que são nossos maiores exemplos de fé que creram no que Deus disse no passado. Esta era a Sua direção para eles. A fé real crê no que é dado antes, mesmo quando Deus está em silêncio hoje. 

Jesus nunca disse que estaria enviando o Espírito que opera milagres, mas chamou-o Consolador, aquele que iria ficar em seu lugar. Nem disse que o centro seria no Espírito, mas seria Ele e o Espírito iria fazer a Sua vontade. 

A imagem bíblica é que os dons são operacionais no corpo da Igreja local. Somente os apóstolos tinham a capacidade de ir de igreja em igreja para fazer o que vemos hoje ser reivindicado por certos indivíduos que se auto proclamam apóstolos e milagreiros. Em vez disso, aqueles de fora da igreja do Senhor fazem de forma embusteira o que o corpo local deveria estar fazendo, exercitando os dons espirituais. E eles acabam levando o dinheiro das igrejas locais que deveriam estar indo para o sustento de seu pastor em sua própria comunidade para o seu falso ministério. Deus ordenou ao corpo local para fazer o ministério para as pessoas que eles conhecem. Se alguém está doente eles vão aos anciãos da igreja e são ungidos com óleo. Podemos orar também. Estamos todos orando ao mesmo Deus e Ele não tem favoritos. Você já viu milhares de cartas de pedidos de oração empilhadas na frente do milagreiro televisivo e ele pede a Deus para responder a cada pedido de oração para a cura, ungindo as cartas com óleo? Isso é uma clara superstição, orquestrada pela TV. Devemos orar especificamente por nossas necessidades, não uma oração geral para todos de uma só vez, quando há sérias necessidades pessoais. Esta não é a forma do corpo de Cristo funcionar, olhando para certos homens como seus mediadores com o céu. Não devemos ficar dependendo destes falsos ministros, enviando pedidos a eles para ter a sua oração única para todos serem respondidos. 

O que eu tenho visto é que aqueles que falam sobre poder o tempo todo (milagres e curas) realmente não o têm. Aqueles que não têm falam sobre isso o tempo todo. Não existe exibicionismo nas Escrituras. Não existe um ministério centrado na cura, mas sim o ensino da Palavra de Deus de forma correta. 

O caminho de Deus não é pela engenharia dos homens, mas Ele mesmo está trabalhando, pelo Seu Espírito, à Seu tempo e à Sua maneira. Não é na forma de cruzadas de milagres de cidade em cidade, como em uma turnê de rock. Até aprendermos esta lição, continuaremos a buscar o poder em enormes encontros com o homem com o toque de Midas quando chega em uma cidade. 
 


Traduzido por Edimilson de Deus Teixeira
Fonte:  Let us Reason Ministries