quinta-feira, 29 de setembro de 2011

QUEM AMA OBEDECE.


.
Todos os religiosos que são disciplinados pela bíblia já ouviram falar de Deus, e o Brasil é um País que existem varias seitas que falam sobre Deus, e Jesus Cristo o Seu filho. Mas o interessante é, se perguntarmos a qualquer um desses religiosos se eles amam a Deus a resposta e sim: é claro que amo! e acrescentam ainda; e tenho muita fé Nele e em santo tal.
E também se perguntarmos quem obedece a Deus, as respostas serão: eu vou sempre a igreja, não faço mal a ninguém, não mato e não furto, e ajudo muitas entidades carentes.
Outra pergunta que a resposta não vem do coração, e sim o inimigo coloca na boca de quem você esta perguntando; quando perguntamos você quer aceitar Jesus como o seu salvador, ouvimos a seguinte resposta: eu Já tenho Jesus em meu coração.
Para ser um cristão é preciso aceitar Jesus como salvador, arrepender-se dos nossos pecados e ser cumpridor dos Seus mandamentos, da forma que Ele nos ensinou.
Não há como servir A Deus e nem ao seu filho Jesus sem conhecer os seus ensinamentos. Josué 1: 8 Não se apartem da tua boca o livro desta Lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então fará prosperar o teu caminho, e então prudentemente te conduzirás. O cumprimento de todas as Leis se resume em Mateus 22:37-40  Jesus respondeu : “Ame ao Senhor Deus de todo o seu coração, sua mente e sua alma”. Este é o primeiro e o maior mandamento. O segundo em importância é parecido: “Ame ao seu semelhante tanto como ama a você mesmo”. Todos outros mandamentos e todas as exigências dos profetas nascem destas duas Leis, e se cumprem se você lhes obedecer. Guarde “apenas estas e descobrirá que está obedecendo a tudo o mais”
È preciso que o crente conheça bem a palavra para não se embaraçar diante do inimigo, Deus colocava a palavra na boca de seus profetas para advertir o povo. Ezequiel 3:1 E o Senhor me ordenou, filho do homem, coma o que Eu lhe mostrarei. Coma este rolo! Depois vá e anuncie as minhas mensagens ao povo de Israel. Nesta visão que Ezequiel teve o Senhor estava colocando em seus lábios mensagens que ele havia de falar para o povo de Israel. Ezequiel teve apenas uma visão e nesta visão o Senhor estava colocando em sua boca as mensagens que ele haveria de entregar para o Seu povo. Através deste capítulo podemos ver a importância de nos alimentar da palavra todos os dias.
QUEM AMA NÃO TRÁI.
A bíblia é uma coleção de livros que podemos utilizar para favorecer a nós mesmos, ou para glorificar a Deus depende do interesse de cada um. Se utilizarmos o V T  que nos obriga a cumprir as Leis, os nossos pastores passam a ser os sacerdotes, e nós passamos a ser o povo que entregava as ofertas para o sacerdote oferecer para Jeová perdoar os nossos pecados. Então pela Lei tudo que os Hebreus possuíam tinham que oferecer uma parte para Jeová, em agradecimento pela terra que Ele deu a eles, e nós não somos  Hebreus, os nossos pecados foram perdoados através da morte de Jesus na cruz , foi assim que Ele nos resgatou das duras leis de (Jeová e seu servo Moisés) somos salvos pela fé que temos em Jesus. Ao entregar-mos as nossas ofertas crendo nas promessas da Lei passamos a ser escravos da Lei de Jeová. Eles nos ensinam a cumprir uma Lei que se tornou invalida através da morte de Jesus, eles exigem que devam cumprir principalmente quando se trata de beneficiá-los. Neste caso o sacrifício de Jesus perde o seu valor, ao praticar-mos estes rituais, Jesus se torna para nós apenas uma lenda, (Ele ainda não veio)  Como não temos; ovelhas, gados, prata ou ouro, entregamos uma parte do nosso salário confiando não em Jesus, e sim nas promessas que foram feitas para um povo que vivia como escravos de Jeová que vivia de sacrifícios. Hoje que vivemos pela graça quem obedece segue a Jesus porque Ele já pagou todos os tipos de sacrifício que teríamos que fazer quando derramou o Seu sangue na cruz.
Quem vive de fazer sacrifícios é como um escravo que foi livre e quer permanecer na escravidão, está ignorando a morte de Cristo na cruz
A SOBERANIA DE JESUS.
Devemos obedecer a Jesus porque ele é o Senhor, o Pai entregou todos nós sob sua  responsabilidade não podemos alcançar o reino do céu se não for através Dele.
João 3:31-36 Ele veio do céu e é  maior do que qualquer outro. E disse João Batista: eu sou da terra, e só sei falar das coisas da terra.  Ele fala do que viu e ouviu, mas como são poucos os que crêem no que Ele fala!-aqueles que crêem nEle descobrem que Deus é uma fonte de verdade. Pois, sendo enviado por Deus, Ele fala as palavras de Deus, porque o Espírito de Deus esta sobre Ele, Sem medida nem limite. O Pai ama esse Homem porque Ele é seu Filho, e Deus entregou tudo que existe a Ele. E todos que confiam nEle-o Filho de Deus-como Salvador, têm a vida eterna; aqueles que não crêem e nem obedecem a Ele nunca verão o céu; pelo contrario, a IRA de Deus permanece sobre eles. João 14 : 21  Aquele que me obedece, esse é o que me ama; e porque ele me ama o Pai o amará; e Eu também, e Me revelarei aos que Me amam. João 15:7 Mas se vocês permanecerem em Mim e obedecerem as minhas ordens, podem fazer o pedido que quiserem, e isso será concedido! Jesus Cristo é o senhor da nossa vida.
Mateus 28:18-20 Ele disse aos seus discípulos: “Toda a autoridade no céu e na terra foi entregue a Mim. Por tanto , vão e façam discípulos em todas as nações, batizando-os no nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo, e depois ensine estes novos discípulos a obedecerem todas ordens que Eu lhes dei; e tenha certeza disto - que Eu estarei sempre com vocês, até o fim do mundo.” O mais interessante é que Jesus não disse que foi dado a Ele a autoridade em determinados lugares,  ou só em algumas partes mas sim foi dado a Ele TODA  AUTORIDADE NO CÉU E NA TERRA, A RESPOSSABILIDADE QUE ANTES O PAI TINHA FOI TOTALMENTE ENTREGUE PARA O FILHO, ASSIM  QUE ELE CUMPRIU SUA MORTE NA CRUZ, E TENDO RESSUCITADO NÓS FOMOS LIBERTOS E PASSAMOS SER SEUS SERVOS.
POR ISSO QUE ELE DISSE: QUEM ME AMA ME OBEDECE.
As orações sem respostas são por causa das desobediências que cometemos e não as enxergamos, ou as ignoramos.

Editado por José simião
26/09/2011. 

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

SUA EMPRESA ESTA FALIDA?




Esta semana estaremos fazendo a campanha da arca do empresário, estaremos reunindo pastores que irão orar em favor da recuperação da sua empresa.
Estes pastores estarão indos diretamente para o monte Sinai onde levarão a xérox das suas dividas empresáriais, e lá no monte Sinai eles orarão a Deus e sua empresa levantará. Cada xérox das suas duplicatas em atraso custará R$ 1.000,00 Os nossos pastores colocarão as suas dividas dentro da arca, e eles entregarão para o Senhor.
Já fizemos isso antes e vários empresários que estavam falidos ergueram novamente as suas empresas. O nosso irmão Roberto estava a ponto de se suicidar quando veio para a nossa igreja, e participou da campanha da arca dos empresários e sua empresa em pouco tempo prosperou. Roberto e verdade eu estava devendo mais de R$ 2.000,000,00 e em menos de um ano graças ao Senhor e a igreja paguei todas as minha dividas, Já havia perdido a minha casa para o banco hoje tenho duas mansões no tamboré um apartamento de luxo no Morumbi, todos os meus filhos tem  um bom carro, e não é só isso; eu sempre quis ter uma BMW. Graças esta campanha da arca dos empresários eu consegui ampliar o prédio da empresa, áh tem mais eu estava me esquecendo minha empresa só tinha  cinqüenta funcionário hoje estamos com mais de duzentos. O apóstolo, como Deus é maravilhoso você também pode levantar a sua empresa como o nosso irmão Roberto, e vocês vêem irmãos que Deus não da casinha, e nem carro velho, é coisa boa. Aproveitando esta nossa campanha também estará indo juntos mais um grupo de pastores que irão orar pelas suas enfermidades. Será a campanha do chifre do bode expiatório, você vai comprar aqui mesmo em nossa igreja. O chifre do bode de Israel custará apenas R$ 500,00 E você ira colocar um papel com todos os seus problemas dentro do chifre do bode, agora se os seus problemas forem muitos compre o par de chifres que você será abençoado duplamente e nossos pastores levará para o deserto e lá o Senhor irá libertar você de todas as suas enfermidades. Tudo na sua vida vai mudar o Senhor é maravilhoso.
Meu amigo se você não conhece a palavra de Deus eu até aceito você cair em um golpe destes, mas se é crente esta fazendo papel de tonto. Acorda meu irmão Jesus ressuscitou, Ele disse todo o poder foi me dado no céu e na terra o tempo da mandinga do sacrifício já se passaram você esta tentando comprar um milagre, milagre.
No período da Lei nós comprávamos o perdão, as bênçãos oferecendo algo dos bens que possuíamos como animais ou frutos, cereais. Milagres não se compram por isso se chama milagre, o milagre é aquilo que não esta ao alcance do mortal.
Agora se você esta com problemas, algumas igrejas compram as suas dividas, você deixa os apóstolos fazerem uma entrevista com você com imagens de apartamentos de luxuosos carrões depois eles colocam o seu vídeo para ser visto por todo mundo na TV e tudo bem. Só tem um problema você estará sendo cúmplice de uma falcatrua e esta cometendo um grande pecado envolvendo o nome do Senhor em atos corruptos.

Desculpem mas esta é a verdade de II Pedro 2:1-4
Editado José simião.
26/09/2011

domingo, 25 de setembro de 2011

A FINALIDADE DO DINHEIRO NA CASA DO SENHOR



Atos 4: 32
E todos, os crentes eram só um na mente e no coração e ninguém pensava que aquilo que possuía era seu próprio; todo mundo estava repartindo o que tinha.
Esta foi a atitude que o Espírito Santo colocou no coração daquelas pessoas, que já não prevalece nos dias de hoje, podemos ver claramente que hoje eles só recolhem e a igreja que somos nós cada um que se vire.
Ainda há muitos crentes que pensam que a igreja é o templo, quando alguém nos diz para trazer uma oferta para ajudar a igreja este está dizendo que a oferta é para ajudar os membros, aqueles que estão passando por dificuldade financeira. Este tipo de oferta é pouco lembrado, como as ofertas para ajudar os missionários que estão esquecidos pelo mundo a fora. Imaginem se todo o dinheiro que entrasse na casa do Senhor fosse unicamente investido em missões, e um missionário ganhasse um salário digno igual aos que falam de Jesus debaixo de um teto cheio de luxo, uma bela casa, um belíssimo carro e todo conforto que Jesus não teve. E o pior é que eles pregam com a maior cara pau que são imitadores de Jesus, que vivemos pela fé, a fé daqueles que é preciso ver para crer.

E VIVIAM TODOS EM UM ÚNICO ESPÍRITO.
Atos 4:33
Os apóstolos pregavam sermões poderosos sobre a ressurreição do Senhor Jesus e havia uma calorosa fraternidade entre todos os crentes. Não havia pobreza - pois todos os que possuíam terras, ou casas vendiam tudo e traziam o dinheiro para que os apóstolos dessem aos outros em necessidade. É importante saber que os que ali estavam falando de Jesus estavam cheios do Espírito de Deus. E quem está cheio do Espírito Santo não está ligado em coisas materiais, tanto é que os que possuíam bens estavam repartindo o que tinham. Afinal que crentes somos nós? Que tipo de sermão somos obrigados a pregar para atrair multidões a não ser milagres porque o nosso coração esta ligado ao mundo e seus prazeres. Muitas igrejas ainda pregam a verdade, mas muitas enganam o povo. Infelizmente só há uma saída para eles prometer em nome de Jesus
A manutenção da casa do Senhor depende das ofertas, e um pastor “ou seja” qual for o titulo que ele carregue deve ser sustentado pela igreja, e ele deve dedicar somente a este trabalho cuidar das ovelhas que estão dentro do curral, (ou templo). Mas e os pastores que vivem lá no campo em busca de ovelhas que estão perdidas, eles enfrentam chuvas, ventos e frio; muitos vivem unicamente de ajuda, vivem de casa em casa de irmãos que são generosos. São eles que estão cumprindo Marcos 16:15-16 Então disse-lhes: “Vão ao mundo inteiro e preguem a Boa Nova a todo mundo, em toda parte. Aqueles que crerem e forem batizados serão salvos. Porém aqueles que se recusarem  a crer serão condenados.

OS CAÇADORES DE ALMAS PERDIDAS.

Os missionários são os verdadeiros apóstolos de Jesus sabem por quê? Eles vão a busca das almas eles não esperam que elas venham até eles. Os que ficam dentro do templo não são ganhadores de almas eles só pegam aquelas que se aproximam do templo ou aquelas que alguém as convidou. Eles somente cuidam da alimentação do rebanho.
Eu conheci muitos missionários eram pessoas sofridas, verdadeiros crentes dedicados a Deus estavam dispostas a pagar o preço para falar de Jesus.
Havia um missionário que se chamava João de Deus, quando eu olhava no rosto daquele homem eu podia ver que ele dava tudo que tinha para Jesus, ele era do Rio Grande do Sul, eu tenho a certeza que Deus fez uma grande obra na vida daquele homem.
Quem vive para Deus depende de Deus não confia em nada a não ser na resposta de suas orações.

SE JESUS PUDESSE FALAR EM REDE MUNDIAL, A RESPEITO DE SEUS REPRESENTANTES.

Ele nos diria: deixem de serem hipócritas, vocês são todos falsos nada do que vocês falam é verdade, vocês estão somente interessados em beneficiar a vocês mesmos, pregam o que eu não vos ensinei, suas mensagens são para satisfazer os vossos desejos. Usam o Meu nome para glória de vocês, e não para Mim e o Meu Pai.
Não foi isso que eu ensinei a vocês, mas a ganância dominou os vossos corações.
Não preciso de limusines nem de Jatos de luxuosos templos, nem de homens intelectuais, mas preciso de homens simples que preguem o verdadeiro evangelho da Salvação homens que estejam dispostos a irem em busca de almas.
Jesus é maravilhoso e os Seus ensinamentos são claros só não entende quem se faz de cego, ou hipócrita para enganar os pobres e inocentes.

SER MESTRE OU ALUNO?
 Eu aprendi que em certos casos é melhor ser aluno do que ser mestre. Sabem por quê? Aquele que ensina é responsável Pelo futuro do aluno. Ainda existem muitos mestres honestos, mas são coisas raras.
Que Deus abençoe a todos os que ensinam o verdadeiro evangelho, os pastores e apóstolos, e lembrando que os missionários na prática são os verdadeiros pastores que vivem nos campos onde as ovelhas estão desprotegidas.   

Editado por José Simião.
25/09/2011.
Os pecados capitais dos pastores evangélicos.
Este artigo não é de minha autoria, mas achei interessante.

1. - Soberba - O que tem de pastor soberbo por aí, só mesmo vendo para acreditar. Muitos deles se acham melhores e mais santos do que os outros, sem atentar ao fato de que foram salvos exclusivamente pela GRAÇA e MISERICÓRDIA de Deus, sem que nada merecessem, a não ser condenação e inferno. Que eles jamais se considerem melhores do que os incrédulos, devendo amá-los, respeitá-los, pregar-lhes o Evangelho bíblico e orar por eles, a fim de provarem que realmente os amam. Vamos ler Romanos 14:10:“Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo”; 14:12:“De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus”.
2. - Avareza - Este é o pecado mais encontrado nos “pentecapastors”, os quais fazem da avareza (que é idolatria) o seu pecado especial. Eles pregam o Evangelho não por amor às almas perdidas, mas visando lucros financeiros, para encher suas contas bancárias e construir templos suntuosos, a fim de  mostrar aos seus confrades que sua igreja é MAIOR e MAIS BONITA  do que a deles. O fenômeno (católico/pagão) do crescimento de igrejas começou nos Estados Unidos e tem se espalhado por todo o Ocidente, onde o clero se tornou mundano e avarento, em busca de fama, riqueza e poder eclesiástico (Lucas 12:15; Colossenses 3:5; 2 Pedro 2:3, etc.). Essa febre foi espalhada por um herege/budista dono de uma mega-igreja, o coreano David Yongi Cho. Ela infectou os americanos e, hoje em dia, alguns homens como Rick Warren e Robert Schüller exibem mega-igrejas com milhares de “convencidos” da salvação (Mateus 7:21-23). E os macacos nacionais seguem atrás deles...
3. - Luxúria - Antigamente os pastores evangélicos se destacavam pela sua honestidade e fidelidade no leito conjugal e no lar, “governando bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia”, conforme o mandamento da Primeira Timóteo 3:4. Hoje os escândalos envolvendo pastores famosos explodem em todos os países, à medida em que  cresce o número de mega-igrejas. Muitos pastores que ficam famosos na TV são logo tentados por alguma ovelha sedenta de atenção e carinho e acabam caindo no pecado da luxúria, no adultério e até mesmo no homossexualismo. (1 Coríntios 6:18; 10:8; Gálatas 6:19; Apocalipse 21:8, etc.)
4. - Ira - Este é um pecado muito comum nos “pentecapastors“ e nos “avivados”, quando os gazofilácios de suas igrejas não ficam recheados de notas, após os cultos em que eles pregam, desavergonhadamente, Malaquias 3. Eles sempre exigem dízimos e ofertas (com até cheques pré-datados) das ovelhas incautas, as quais, acreditando em receber bênçãos à custa de sua generosidade, vão dando o que têm e o que não têm a esses “ministros do anjo de luz”,  que desonram a igreja do Senhor (Efésios 4:26; Tiago 1:19; Mateus 5:22, etc.).
         Bem, meus leitores, mostrei apenas os pecados capitais da classe pastoral. Mas existem dezenas de outros pecados cometidos pelos pastores folgados e, a quem quiser descobri-los, aconselho a leitura do Livro de  Provérbios e das Epístolas de Paulo, para depois comparar o desempenho do “anjo” de sua igreja e ver como ele se comporta em relação aos ensinos da Palavra de Deus.
Além desses pecados capitais, alguns desses “ungidos do Senhor” costumam praticar outros, como: mentira, covardia, ciúme, facção, bajulação... e por aí a fora.
Alguém vai ler estas “mal traçadas” críticas e se indagar: “Mary não tem medo de ser excluída da igreja por causa desse artigo?”  Respondo: Primeiro, acredito piamente na carta 2 Timóteo 1:7. Segundo, o pastor da igreja que eu freqüento não se enquadra em nenhum desses pecados capitais, pois é um bom pai de família, é humilde, não é ambicioso, não é guloso, é um estudioso da Palavra, é um bom pregador e vive lendo muitos autores evangélicos. Por isso ele vai ler este artigo, vai esboçar um sorriso maroto e pensar:“Essa velhinha é louca de pedra!”  E não tomará qualquer atitude contra mim, porque sempre fica na dele,  até mesmo quando lhe faço alguma crítica direta!
Mary Schultze, 14/01/2007

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

FALANDO DE JESUS COM SEGURANÇA.

FALANDO DE JESUS.
Como falar de Jesus para alguém, nunca diga no seu primeiro encontro com alguém que não conheça a Jesus que ele está condenado, ou errado. Muitos incrédulos pegaram nojo de certos crentes porque são arrogantes, só eles estão certos. Desculpe da palavra nojo, mas é assim que dizem. Existem muitos crentes que estão empolgados para divulgar o evangelho, mas ainda não conhecem a palavra, e acabam sendo odiados por aquele que ainda não conhecem a Jesus. Para falar de Jesus com alguém que esta sob o domínio de Satanás. Temos que tomar muito cuidado e conhecer bem o evangelho, porque Satanás está operando na vida destas pessoas, e se você não estiver preparado, Satanás fará você passar vergonha, ou será odiado por aquele que você deseja ganhar para Cristo.
Quando pensamos em uma saída, Satanás já fechou duas. Por isso devemos agir sob a orientação do Espírito Santo.
 O apóstolo Paulo nos diz em sua carta aos Colossenses 4:5-6 Aproveitem o Maximo das suas oportunidades para pregar o evangelho a outros. Sejam sábios em todos os seus contactos com eles; isto é com os que vivem nas trevas. Tenham uma conversa agradável e sensata, pois assim vocês terão a resposta certa para todos.
Nunca diga para o que está nas trevas que você é melhor que ele, mas seja humilde, mostre que houve uma mudança em sua vida espiritual.
Nunca prometa para ele que Deus vai lhe dar bens ou até mesmo empregos, mas prometa somente a Salvação através de Jesus.
Nunca prometa nada além da salvação, porque não sabemos se é da vontade de Deus que esta pessoa receba a benção que prometemos em nome de Jesus.
Somente Deus sabe a necessidade de cada um de nós, nunca determine algo para Deus fazer. Somos apenas servos e não Senhor, que determina algo é Jesus. Ele age de acordo com a nossa fé.
Mesmo você tendo fé poderá pedir algo e não receber, porque é Deus quem sabe da necessidade de cada um de nós.
Quem vive pedindo nada tem para dar, porque só pede o que é do seu interesse para vida material.
O NOSSO TESTEMUNHO PARA O MUNDO.

 A melhor forma de pregar a palavra para alguém é o nosso testemunho, conforme Jesus nos ensinou. Somos a luz e devemos iluminar os que estão nas trevas Mateus 5:16 Não escondam a luz de vocês! Deixem que ela brilhe para todos; e que as boas obras de vocês brilhem para serem vistas por todos, de tal maneira que louvem o Pai celeste. Você já parou para pensar neste versículo, “Deixar a luz de Cristo brilhar em nossa vida de tal forma que os que ainda não conhecem a Jesus, ao verem o nosso comportamento se alegrem de tal forma ao ponto de louvarem a Deus”. Efesios  5: 8 Porque , embora antigamente o coração de vocês estivesse cheio de escuridão, agora esta cheio de luz que vem do Senhor, e na conduta vocês devem demonstra-lo! Por causa desta luz que têm no intimo de vocês deveriam fazer somente o que é bom, o que é direito e o que é verdadeiro. À medida que prosseguirem na vida aprendam aquilo que agrada ao Senhor.
Não participem dos prazeres indignos do mal e das trevas “mas” ao invés disso, denuncie publicamente e reprovem esses prazeres. O apóstolo Paulo também nos adverte sobre um bom testemunho Filipenses 3:17 Caros irmão, modelem a suas vidas pela minha e observem quem está vivendo de acordo com o meu exemplo. Porque eu já lhes disse antes muitas vezes, e agora o digo novamente com lagrimas nos olhos: há muitos que andam pela estrada cristã, mas na realidade são inimigos da cruz de Cristo.
Muitos crentes são igrejeiros, mas lá fora na escola no trabalho só Deus sabe a tranqueira que ele é. Quando ele vai falar de Jesus a primeira resposta que ouve é: “todas as religiões são iguais para que mudar se eu estou bem nesta, o que tem de diferente na sua”? ai ele fecha a boca, porque não tem como dar um bom testemunho de vida cristã, vive a mesma vida que o amigo incrédulo. Se ele vivesse unicamente para Jesus, se ele se comportasse como a luz do mundo, seria notado pelo amigo, mas como não há diferença de comportamento é derrotado.

TRABALHANDO JUNTO COM O ESPÍRITO SANTO.

Quando tentamos ganhar alguém para Jesus somente através do nosso conhecimento, somos fracassados, não temos palavra de sabedoria, é preciso que o Espírito Santo esteja presente em nossa vida a todo o momento. Sem a unção do Espírito as nossas palavras somente defendem o que pensamos que é certo, e não queremos ouvir o argumento daqueles que estão perdidos. É necessário ouvir para depois advertir, para que a palavra de Deus penetre no coração e surta efeitos positivos.
O Espírito Santo é quem nos da a capacidade de falar de Jesus para outros sem embaraços, mas para isso é preciso deixar Deus agir segundo a vontade Dele, e para que Deus aja é preciso estar livre para Ele. I Corintios12:6-9 Há muito modos pelos quais Deus opera em nossas vidas, porém é o mesmo Deus quem faz a obra em nós e através de todos nós, os que lhes pertencemos. O Espírito Santo manifesta o poder de Deus através de cada um de nós como um meio de ajudar a toda igreja. A um Espírito concede a capacidade de dar conselhos sábios; outro pode ser particularmente apto para estudar e ensinar, e este é o seu dom vindo do mesmo Espírito.
Quando a mensagem é dada pelo Espírito, “aquele” que a ouve se agrada, mas quando falamos pela carne o diabo endurece o coração daquele que ouve.

NÃO ADULTERE O EVANGELHO DE JESUS.

Para ganhar alguém para Jesus é preciso haver demonstração de fé em nós, não podemos oferecer um produto para alguém, se nós mesmos não conhecemos o produto nunca experimentamos para garantir a sua qualidade. Por isso não devemos dar ouvidos a falsas doutrinas, e estar seguro que somente através de Jesus podemos resgatar novas almas para o seu Reino. Estas falsas doutrinas podem nos confundir se não estivermos em comunhão com Deus. Colossenses 2: 7 Não permitam que outros lhes estraguem a fé e a alegria com suas filosofias, suas soluções erradas e suprficiais baseadas em idéias  e pensamentos humanos, em lugar daquilo que Cristo disse. Porque em Cristo existe tudo de Deus em um corpo humano: Portanto, quando vocês têm Cristo, têm tudo e vocês têm a plenitude de Deus por meio da sua união com Cristo. Ele é o mais alto soberano, com autoridade sobre qualquer outro poder.
Somente quem conhece bem a Jesus e Sua palavra, e que esteja em comunhão com o Espírito Santo, tem a capacidade de evangelizar.

Editado por José simião
23/09/2011
Post 140

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

MATOU A PRÓPRIA FILHA PARA CUMPRIR UMA PROMESSA.

       

Quando lemos essa passagem da bíblia no livro de Juizes 11  Jefté era um grande guerreiro nascido nas terras de Gileade, mas a mãe dele era prostituta. O pai dele, que tinha o nome de Gileade, tinha vários outros filhos da legitima esposa. Quando estes cresceram expulsaram Jefté e disseram: “Você é filho de outra mulher, e não há de ser herdeiro em nossa casa!”
Assim Jefté fugiu de casa, e ficou morando na terra de Tobe  e logo passou a chefiar um bando de marginais,  e junto vivia com bandidos. Passado algum tempo, os Amonitas atacaram o povo de Israel. No meio da luta, os oficiais de Gileade foram chamar Jefté querendo que ele fosse comandar os Israelitas na guerra contra Amom.
Disse, porém, Jefté: “Ora vocês não mostraram ódio para comigo, e não me mandaram embora da casa do meu pai? Porque me chamam agora que estão em aperto?” “Porque precisamos de você ,” foi a resposata. “Se você comandar as nossas tropas contra os amonitas, ficará sendo o governador de Gileade”.
Disse Jefté:  “Vocês garantem que se eu dirigir Israel nos combates contra os Amonitas, e se o Senhor me fizer vitorioso,  eu governarei a terra de Gileade?” “Prometemos isto diante do Senhor,” “Deus é nossa testemunha! Se não cumprirmos o compromisso, Ele trará castigo sobre nós!”  Assim Jefté aceitou a missão e ficou sendo o comandante do do exército e governador do povo de Gileade. Jefté  ditou os termos de acordo numa assembléia do povo realizada em Mispa, diante do Senhor. Então Jefté mandou mensagem ao ao rei de Amon querendo saber porque Israel estava sendo atacado. Mas não ouve acordo. Mas Deus tinha um plano na vida de Jefté. Se Deus estava com Jefté porque aceitaria a promessa que havia feito a Ele. Apesar de Jefté ser filho de uma prostituta e ter sido um desordeiro, Deus usa ele para defender a sua nação que era muito especial para Ele.
Será que Deus seria tão injusto a ponto de aceitar a promessa de Jefté, ele já não estava agindo segundo a sua vontade. Juizes11: 29 Então o Espírito do Senhor impulsionou a Jefté, e ele foi com as tropas através da terra de Gileade e de Manassés, passou por Mispa, de Gileade e atacou o exército de Amom.
Se Jefté pediu ajuda ao Senhor é porque ele conhecia ao senhor. Deut 12:31 Não insultem ao Senhor nosso Deus desta maneira! Essas nações têm feito muitas coisas horríveis, que Ele não tolera e tudo em nome da religião delas. ATÉ SEUS FILHOS E FILHAS COSTUMAM QUEIMAR, EM SACRIFICIOS AOS DEUSES. Teria Jeová permitido que o Seu Espírito agisse na vida de Jefté só para tirar proveito?  Mesmo Ele vendo que Jefté estava defendendo o Seu povo. Apesar de ter vencido a guerra não com suas forças mas com a ajuda do Senhor.  Ao voltar para casa, como ele havia dito a primeira pessoa que viesse ao seu encontro ele a oferecia em sacrifício a Jeová; e para a sua surpresa a primeira pessoa que veio ao seu encontro foi a sua filha, mas ele cumpriu a promessa, matou a própria filha. Veja uma falha, Jefté Foi juiz durante seis anos em Israel, somente podia exercer a função de juiz quem conhecia as leis Judaicas. Ou teria Jeová dado a um homem que chefiava um bando de marginais, cargos importantes em troca do sacrifício de sua filha.
seria Jeová  capaz de aceitar um ritual  que Ele mesmo condenava. Como esta escrito em Deut 12:31
Teria Ele mudado de opinião?
Sim o velho testamento é cheio leis que Jeová passava para o seus lideres instruir o seu povo, mas o próprio Jeová invertia as leis, em alguns livros Ele diz que sim e em outros não Êxodo 20:13 não matarás, mas em Josué 6:21 E tudo quanto na cidade havia  destruíram  totalmente ao fio da espada, desde o homem até a mulher, desde o menino até o velho, e até ao boi e gado miúdo e ao jumento.

ESTARIA JEOVÁ AGINDO CONTRA SUAS LEIS
Malaquias3:6 Porque  eu o Senhor não mudo
Números 23:19 "Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem para se arrepender. Estas setenta mil almas foram sacrificadas para acalmar a alma de Jeová (II Sm. 24:1-15;  I Cr. 21:1-16)..
        Na realidade, Jeová nunca foi contra os sacrifícios humanos. Quando proibiu esses sacrifícios feitos a Molok, o fez porque esses privilégios, só ele, Jeová, pode receber.
 Quando Jesus morreu na cruz, esse sacrifício não foi feito para o Pai, mas a Jeová. O Pai deu o Filho para o sacrifício, e o sangue derramado resgatou-nos de Jeová. Pedro disse: “Não foi com ouro ou prata que fostes resgatados, mas com o precioso sangue de Cristo. (I Pd. 1:18-19). Ninguém resgata a si mesmo.nem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? ou tendo falado, não o cumprirá?"
Ezequiel 24:14 "Eu, o SENHOR, o disse: Será assim, e assim e eu o farei; não tornarei atrás, não pouparei nem me arrependerei."
Tiago 1:17 "...descendo do Pai das Luzes, em que não pode existir variação, ou sombra de mudança."
Êxodo 32:14 "Então se arrependeu o SENHOR do mal que dissera havia de fazer ao povo."
Gênesis 6:6,7 "Então se arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra...Disse o SENHOR: Farei desaparecer da face da terra o homem que criei...porque me arrependo de os haver feito."
Jonas 3:10 "E Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria, e não o fez."
Veja também II Reis 20:1-7, Números 16:20-35, Números 16:44-50.

O IMPORTANTE É QUE JESUS PAGOU O PREÇO EXIGIDO POR JEOVÁ.

Tudo que lemos no velho testamento são apenas coisas do passado, uma Lei que não deu certo, e para consertá-la foi preciso que o próprio Deus nosso pai enviasse o Seu filho Jesus para concluí-la. A lei só nos conduzia a morte. E graças ao Pai que ofereceu o Seu filho em sacrifício para nos comprar e concluir esta maldita lei.
Não há como pagar algo sem ter alguém que receba. Se o sangue de Jesus nos comprou como escravos, houve um acordo, Você será crucificado e morto e Eu perdoarei as dividas deles comigo, e Você passa a ser responsável por todos. O seu sangue foi oferecido para alguém que tinha prazer nestes rituais. Não tem lógica, Deus Pai oferecer o seu filho em sacrifico para si mesmo, para quitar uma divida que alguém queria receber, poderia ser perdoada, mas o credor queria sacrifício humano.
O importante é que somos livres, e não dependemos de sacrifícios basta somente aceitar a Jesus e seguir os Seus mandamentos.

Editado por José Simião
22/09/2011

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

ATÉ QUANDO!


Até quando vamos dizer ao mundo que Jesus mudou a nossa vida, mas na pratica continuamos os mesmos, sem amor e nos fingimos de cegos para não enxergar a realidade. Até quando vamos continuar a nos esconder atrás de uma máscara, dizendo que Ele nos ensinou a amar ao nosso próximo. Até quando vamos construir luxuosos templos para agradar os olhos humanos, Até quando vamos financiar guerras, viagens ao espaço enquanto milhões estão morrendo de fome, até quando vamos fazer de conta que este povo não existe.
Até quando vamos continuar culpando a Deus pelo erro de governos e suas políticas imbecis, até quando vamos alimentar a insensibilidade em nossos corações. Até quando vamos comer a boa carne e beber o bom vinho com altas gargalhadas enquanto milhões estão na miséria.
A miséria do planeta só vai diminuir quando os poderosos investirem em uma política de igualdade social.
Até quando vamos nos disfarçar de semeadores da paz e do amor de Cristo, sem lançar a semente do amor.

Editado por José simião.
21/09/2011

PREGUE O AMOR, MAS VIVA O AMOR.

Não basta somente  pregar a palavra, é necessário viver o que pregamos, o bom testemunho de um cristão pode mudar a vida dos que estão perdidos.
O verdadeiro não está apenas em palavras, mas nas atitudes que tomamos, sem olhar ou julgar as pessoa a quem necessita de  amor.

  Pertenço a uma igreja que faz festas de aniversário para prostitutas! 
Tony Campolo conta de uma vez que estava pregando em Honolulu, no Havaí. Campolo vive na costa leste dos Estados Unidos, então seu corpo estava 6 horas à frente do horário havaiano. Às 3 horas da madrugada, era como se fosse 9h pra ele. Acordado e com fome para o café da manhã, ele se viu de madrugada em uma lanchonete “morte lenta”. Assim que deu a primeira mordida no seu donut, oito ou nove prostitutas entraram na lanchonete. O horário de trabalho estava acabando. A conversa do grupo era alta e barulhenta, era difícil não prestar atenção. Ela ouviu uma dizer a outra que era o aniversário dela no dia seguinte. “O que você quer de mim? Um bolo de aniversário?”, foi a resposta sarcástica. “Por que essa grosseria?”, ela respondeu. “Só estou dizendo. Eu não espero nada. Eu nunca tive uma festa de aniversário. Não estou esperando uma agora”. Quando Campolo ouviu isso, tomou sua decisão.

Quando as mulheres saíram, ele foi até o dono da lanchonete, um rapaz chamado Harry. “Elas vem sempre aqui?”. “Sim”, disse Harry. “Até aquela que estava sentada perto de mim?” “Sim, aquela é a Agnes. Por que você quer saber?” “Porque eu ouvi ela dizendo que é o aniversário dela amanhã, e eu pensei em fazermos uma festa surpresa”. Pausa. Então Harry esboçou um sorriso. “Essa seria uma boa ideia”. Não demorou muito para a esposa dele se envolver no plano também.

Em seguida
2h30 da madrugada seguinte. Campolo trouxe enfeites e Harry assou um bolo. A notícia se espalhou e era como se todas as prostitutas de Honolulu estivessem na lanchonete – além de Campolo, o pregador. Quando Agnes entrou com suas amigas, elas ficou pasma. Sua boca ficou aberta e os joelhos vacilaram. Ao sentar-se em um banquinho, todos cantaram “Parabéns pra você”. “Apaga as velinhas!”, alguém gritou, mas no fim das contas, foi Harry que teve que apagar. Então ele estendeu uma faca para ela. “Corte o bolo, Agnes, pra que a gente possa comer”. Ela olhou para o bolo. Então disse, vagarosamente, “Será que dá… se vocês não se importarem… pra esperar um pouco… pra comer o bolo?” “Claro, sem problema”, disse Harry. “Pode levar pra casa, se você quiser” “Posso?”, ela perguntou. “Posso levar pra casa agora? Eu já volto”. E lá foi ela, carregando seu bolo.

Que tipo de igreja
O silêncio reinava. Então Campolo disse “Que tal orarmos?”. E eles oraram. Campolo dirigiu um grupo de prostitutas em oração às 3h30 da madrugada. Quando terminaram, Harry disse “Ei, você nunca me contou que era algum tipo de pregador. A qual igreja você pertence?”. Campolo respondeu “Eu pertenço a uma igreja que faz festas de aniversário para prostitutas às 3h30 da madrugada”. Harry ficou em silêncio por um tempo, e depois resmungou, “Não, não é verdade. Não existe uma igreja assim. Se existisse, eu me juntaria a ela. Eu ia querer fazer parte de uma igreja assim”.

Campolo conclui seu relato:
Nós também não queremos fazer parte de uma igreja assim? Não amaríamos uma igreja que faz festas de aniversário para prostitutas às 3h30 da madrugada? (…) Mas qualquer um que lê o Novo Testamento descobrira que Jesus gostava de estar com prostitutas e todo tipo de gente excluída. Os coletores de impostos e os “pecadores” amavam estar com ele porque ele se reunia com eles. Os leprosos viam nele alguém que comia e bebia com eles. E enquanto algumas pessoas solenemente piedosas não entendiam o que ele estava fazendo, essas pessoas solitárias que normalmente não eram convidadas para festas o receberam com grande entusiasmo.
Traduzido por Filipe Schulz
Fonte: iPródigo.com
Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação do link www.amigodecristo.com 
Via Guiame

domingo, 18 de setembro de 2011

pregação do pastor silas malafaia um bom futuro para voce

VIVENDO PELA FÉ

Romanos 3 :27-28 Então, de que podemos nos gabar com respeito a fazer alguma coisa para ganhar a nossa salvação? Absolutamente nada. Por quê? Porque a nossa absolvição não está baseada em nossas obras; está, sim, baseada naquilo que Cristo fez e na fé que temos nEle. Assim é que somos salvos pela fé em Cristo, e não pelas coisas boas que fazemos.

 A FALTA DE RECURSO FINAÇEIRO NOS ENSINA A EXERCER A FÉ.

Todos que servem a Jesus, e são assalariados sempre vivem pela fé, principalmente aqueles que ganham pouco mais que um salário, não há como os pobres que servem a Cristo viver sem por a sua fé em prática. Eles vivem 24 horas pondo a sua fé em ação porque eles dependem unicamente de Deus, não tem o dinheiro para se apoiar. Por um lado eles sofrem muito, mas podem ser considerados Cristãos que mais falam com Deus. Eles precisam de Deus, ao deitar eles dizem: Senhor tenha misericórdia de mim dê-me uma luz, minha família precisa da tua ajuda não nos deixe perecer, e nem ser envergonhados; então eles contam todos os problemas que estão lhe perturbando e Deus ouve as suas orações porque eles dependem de Deus, Quando nós nos abrimos com Deus Ele nos trata como filhos, amigos, Muitos crentes estão vendo o barco afundar e cruzam os braços, dormem o dia todo e quando falam com Deus não contam para Ele detalhadamente o que está incomodando, falam com Ele com se fosse um estranho, simplesmente dizem: ajude nos Senhor. Talvez você que não conhece a palavra esta pensando, mas Deus não é o sabe tudo, Ele sabe o que eu penso e até mesmo o que eu irei fazer no futuro para que dar-lhe tantas explicações. Se você pedir ao seu pai um carro, ele pode comprar um carro, mas talvez você não goste do modelo ou a cor que seu ele escolheu. Ou então você reside em outro país e passa um e-mail para o seu pai dizendo estou cheio de problemas financeiros aqui e preciso de sua ajuda, mas você não diz a ele qual é o valor. Então ele lhe manda quinhentos reais e a sua divida era vinte mil. Deus quer ouvir os seus problemas como se fosse humano, igual aquele amigo intimo aquele que você compartilha tudo porque confia nele. Mas na hora da solução Ele age como Deus. Deus sente a necessidade de ter amigos, que converse com Ele conte coisas boas, ou ruins Ele quer participar da nossa vida, Ele quer que você o divulgue, conte para outro o que Ele fez em sua vida. Então você me diz Deus quer se aparecer, é claro que não. Quando ajudamos os nossos filhos ficamos orgulhosos quando sabemos que eles estão falando bem a nosso respeito, ficamos orgulhosos porque temos um pai que nos da tudo, então o pai se alegra com a gratidão do filho eu Já ouvi muitos filhos dizerem: meu pai foi um grande homem, e outros dizem: meu pai é maravilhoso, ele me da tudo que esta ao seu alcance e as vezes até mais ele se sacrifica para me fazer feliz. Deus quer que sejamos felizes, mas que colocamos a nossa fé em pratica, confiando Nele como amigo, tendo certeza que Ele será a solução por maior que seja o problema. Quem adquire bens ilicitamente não vive pela fé. Satanás tem colocado na mente de muitos crentes, uma forma fácil de ganhar dinheiro vender coisas sem pagarem impostos além de ele fazer os crentes cometerem este crime, ele coloca em suas bocas uma justificativa: “Se não for assim não ganhamos nada”. Eles são falsos, ainda implicam com você porque não esta frequentando o seu templo.

                                  SOMENTE QUEM É HONESTO VIVE PELA FÉ.

Quem rouba para subir na vida não vive pela fé. Existem muitos evangélicos que vendem muambas do Paraguai, e outros países vizinhos estes não vivem pela fé, mas vivem na esperança que Satanás tem uma solução para a sua vida financeira. Viver pela fé é não participar de coisas desonestas de convites que nos ofereça facilidade para prosperar, se você vende produtos que sonegam impostos estipulados pelo governo do seu país você é LADRÃO. Quando você vende ou compra um C D, mesmo sendo evangélico, mas se não tiver nota fiscal você está roubando ao governo, está desonrando o nome de Deus está roubando os direitos autorais do seu irmão em Cristo. E não foi isso que Jesus nos ensinou. Não importa se é a bíblia ou qualquer outra coisa você é LADRÃO, será condenado como ladrão, traidor enganador pregador de falsas doutrinas, ensina o que não vive um falso profeta, um falso seguidor dos ensinamentos de Jesus. O comerciante que rouba o governo vive com medo, ele esta sempre temendo a fiscalização da receita, porque ele alimenta a desonestidade.

                                        JESUS NOS ENSINA A VIVER PELA FÉ.

Quando Jesus enviou os seus discípulos disse-lhes a seguintes palavras. Mateus 10:9-10-11 não levem nenhum dinheiro com vocês, não levem mala com roupas e calçados. Nem bordão; pois aqueles que vocês ajudarem devem alimentar e cuidar de vocês. Jesus esqueceu de algo muito importante nos dias de hoje, instruir os Seus a pedir ofertas para o sustento deles. Ele queria apenas que eles vivessem pela fé, que confiassem em seu evangelho e nas pessoas que ouvissem. Um homem rico perguntou a Jesus o que devia fazer herdar o reino do céu, dizia ele que cumpria todas as leis desde sua juventude. Marcos 10: 21-22 E Jesus, ao contemplá-lo, falou-lhe com amor: “Falta só uma coisa: vá vender tudo que você tem; dê o dinheiro aos pobres e você terá um tesouro no céu então venha seguir-Me”. Mas este homem era muito rico não aceitou os conselhos de Jesus e retirou se da presença Dele. Jesus queria dizer a este homem que ele precisava aprender a viver pela fé, sem ter o coração preso ao dinheiro ninguém pode servir a dois senhores. Se este homem caísse nas mãos dos apóstolos de nossos dias eles não o mandariam dar aos pobres, diriam a ele: vende tudo o que tens e traga para a nossa igreja. Viver pela fé é confia inteiramente na ação de DEUS EM NOSSA VIDA, sabendo que nada ira nos faltar alem do que Ele acha que é necessário para o nosso sustento. Quando nos apoiamos em bens materiais para servir a Deus, deixamos de exercer a fé, passamos a viver pela razão. Mas, porém a obra de Deus não pode ser realizada pela razão, e sim pela fé. Pela fé ouvimos a palavra, Pela fé aceitamos a Jesus, Pela fé somos salvos, pregamos o evangelho. Pela fé esperamos a volta de Cristo, pela fé curamos os enfermos e expulsamos demónios, pela fé esperamos o amanha. É impossível servir a Deus sem exercer a fé. Se os apóstolos de Jesus fossem viver pela razão, seria um bando de covardes.

 Postagém 134  Editado por José Simião. 18/09/2011

Resposta do Pr. Silas Malafaia ao Bispo Macedo


O PASTOR SILAS MALAFAÍA FECHA A BOCA DO BISPO EDIR MACEDO E SEUS AUXILIARES COM PALAVRAS DE SABEDORIA, QUEM MEXE EM CASA DE MARIMBONDO NÃO SABE O QUE ESTA PARA VIR. Se você não tiver uma boa base bíblica feche a sua boca, para não ser envergonhado.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

A MAQUINA DO TEMPO DOS CRISTÃOS.



Existem igrejas que são verdadeiras maquinas do tempo, você começa a freqüentar e volta viver na época em que viveu Moises, passa a ser um escravo da Lei Judaica. Gálatas 3: 25-26 Mas agora que Cristo já veio, não precisamos mais daquelas leis para nos guardar e conduzir-nos a Ele. Porque agora todos nós somos filhos de Deus por meio da fé em Jesus Cristo.
João 16:33
Porque Jesus nos disse que no mundo teríamos aflições e não paz e conforto, afinal se Ele é a própria paz porque sofremos tanto, somos seguidores de um Deus poderoso dono de tudo. A bíblia nos relata no velho testamento a todo o momento quem o serve terá uma vida próspera com fartura terá do bom e do melhor.
Mas não é isso que vemos; o que vemos são multidões que só pedem e nada recebem o que esta errado com a vida dos que sonham em receber algo de Deus? Ou daqueles que prometem mudança de vida do dia para noite para seus ouvintes, eles ensinam que Deus é uma fonte inesgotável de bens materiais, quanto mais você investe, mais patrimônio adquire. Tiago 4:3 E mesmo quando pedem, não recebem porque o objetivo de vocês está errado só querem o que dará prazer a vocês. Será este o ensinamento que Jesus passou aos seus discípulos? Muitos seguiam a Jesus não por Ele ser o Filho de Deus e ensinar a palavra, e sim em busca de milagres.
Existe uma diferença entre servir a Deus, e viver em busca de coisas que só satisfaz os nossos desejos materiais.
Quem serve a Deus, gasta o Máximo de seu tempo com Ele, não da apenas a sobra do  tempo que restou.
Passamos de 8 a 12 horas no trabalho, gastamos mais 2 horas assistindo programas noticias novelas esportes e talvez mais 1 hora de diálogo com a família. Saímos de casa as 7 e retornamos “as” 19 horas após assistirmos aquilo que gostamos vamos dormir entre 22 as23 este é o tempo que restou para dedicar a Deus (uma hora) boa parte dos cristãos somente faz uma oração rápida de uns 5 minutos porque está cansado. Ou lemos um ou dois versículo e dizemos amém, e está bom. Só que passamos algumas horas vendo programas, conversando com amigos. Mas Deus vai me entender Ele sabe que eu tenho a minha vida. Mas quando eu preciso Dele eu abandono amigos programas de TV, dou uma boa oferta para reconquistá-lo. É puro engano o Senhor nosso Deus não se compra com dinheiro. Você pode ofertar um real, e ser curado de um câncer assim como outro pode doar cem mil e não receber a cura. O Senhor nosso Deus não da mais para quem paga mais. Quem freqüenta a Casa de Deus com interesses em coisas materiais está perdendo o seu tempo e jogando dinheiro fora.
O tempo que gastamos com Deus é muito pouco para que possamos cobrar algo Dele, Pedimos mais que agradecemos, sempre estamos com um novo pedido.
Somos pidões e não lembramos de agradecer.
Certos apóstolos nos ensinam mais pedir do que servir, eles dependem de nos ensinar promessas, sem as promessas os seus negócios não funcionam, Então aprendemos que Deus tem a obrigação de satisfazer os nossos desejos, estes apóstolos enganam os seus seguidores com promessas que pertencera as Leis Judaicas. Este não é o ensinamento de Jesus Cristo. Os que dizem ser seus representantes não pregam a salvação. E sim vendem promessas para os seguidores que ainda não conhecem a palavra de Deus.
Se eles pregassem primeiro a salvação sem falsas promessas haveria muitos templos vazios porque poucos querem ouvir a palavra, mas a grande multidão quer milagres. João 6:26 Jesus respondeu: “O fato é que vocês  querem estar comigo porque Eu lhes dei de comer, e não porque crêem em Mim.
 Eu não posso me basear nas promessas do velho testamento porque não cumpro as Leis de Moises. Eu não faço sacrifício de animais, minha esposa não me chama de senhor, e se meu filho me desobedecer eu não o apedrejo porque não sou cumpridor da Lei. Salmo 112: Aleluia! Gloria Ao Senhor! Quem ama e OBEDECE ao Senhor e cumpre com alegria os seus MANDAMENTOS tem uma vida cheia de benção e alegria! Sua família será  rica e famosa em toda a terra; os filhos e netos deste homem HONESTO serão abençoados por Deus. Ele será rico e sempre lembrado pelas coisas boas que fez.
Jesus nos tirou da escravidão da lei e mesmo assim não obedecemos aos seus mandamentos, que comparado diante da lei é simples. Reconhece-lo como o nosso Salvador e aceita-lo como o Senhor da nossa vida. Pregar o Seu evangelho.
Aceitar a Jesus como Salvador é fácil, mas tê-lo como Senhor da nossa vida já é meio complicado, obedecer não é tão simples porque quando somos subordinados a alguém, sempre que tivermos de tomar uma decisão temos que antes perguntar ao nosso superior no caso Jesus.
 Jesus não instruiu os seus discípulos a pedir dinheiro, Ele somente ensinava a divulgar o Seu evangelho e curar os enfermos.
Muitos destes líderes evangélicos ensinam para o seu povo a prática da fé, mas eles mesmos não a praticam, não confiam em Deus depositam mais confiança no dinheiro do que em Deus que segundo eles supre as nossas necessidades, a prática da fé só serve para os membros.
A missão de Jesus não era obter lucros e sim pregar o evangelho da Salvação, Os seus milagres eram e é gratuito.
O único que lucra com o nome de Jesus é o homem, que recolhe milhões de reais. Um leproso paga a oferta que era estipulada pela Lei de Moises para aqueles que eram curados da lepra.
Mateus 8: 4 Então Jesus lhe diz: “não conte a ninguém; vá diretamente ao sacerdote para ser examinado, e leve com você a oferta Exigida pela LEI DE MOISÉS aos leprosos que são curados - testemunho público da sua cura”.
Este homem que Jesus curou era um seguidor da lei de Moisés, nós que fomos comprados pelo sangue de Jesus estamos isento deste imposto, ajudamos conforme o que Deus coloca em nossos corações e dentro das nossas condições. Não adianta você pegar o que tem e fazer prova, porque você  está fazendo barganha com Deus, invisto cem e recebo muito mais. Tito 1:7-16 estes pastores devem ser homens de vida irrepreensível, porque são ministros de Deus. Não devem ser orgulhosos, nem impacientes; não devem ter vícios de bebidas, nem ser valentões nem ser gananciosos por dinheiro. Devem gostar de ter hospedes em casa e amar tudo que é bom. Devem ser homens sensatos e justos. Devem ter a mente pura e ser dotados de bom senso. Sua crença na verdade que lhe foi ensinada deve ser forte e firme, a fim de que possam ensiná-la aos outros e mostrar aos que discordam deles onde é que estão errados.
Pois há muitos que se recusam a obedecer. Isto é verdade especialmente entre aqueles que dizem que todos  os cristãos devem obedecer às leis Judaicas. Isto, porém, é uma conversa absurda, que torna as pessoas cegas à verdade. E é preciso fazê-la cessar. Famílias inteiras já foram desviadas da graça de Deus. Esses mestres estão apenas atrás  do dinheiro de vocês. Um homem deles mesmos, um profeta nascido em Creta, disse a respeito deles: “Estes homens; de Creta são todos uns mentirosos; são como animais preguiçosos e só vivem para encher a barriga”. E isto é uma verdade. Por tanto, fale aos cristãos daí tão severamente quanto necessário para fazê-los fortes na fé, e fazê-los deixar de darem ouvidos às lendas Judaicas e às exigências de homens que se tornaram surdos à verdade.
A igreja Cristã do Brasil constrói enormes templos somente com doações espontâneas de seus membros, alem disso eles tem um ótimo serviço social.
Na construção de seus templos todos trabalham, E pertence a eles o imóvel.
Enquanto centenas de lideres vendem os seus livros dentro da casa de Oração, o ministério The New Life Mission distribui milhares de livro por todo o mundo gratuitamente.

Editado por José simião.
16/09/2011


OS MANDAMENTOS DE JEOVA


A VERDADE SOBRE O DIZIMO


         OBSERVAÇÃOSugerimos aos amados em Cristo, a ler o texto até o fim, preferencialmente acompanhado da sua bíblia, para que tenham fundamento bíblico para formar uma opinião consistente. 

            O que é dízimo?  Imediatamente você poderá imaginar: Dez por cento dos meus rendimentos para os cofres da igreja.  Mas, será que Deus ainda exige que pratiquemos alguma ordenança da lei do Antigo Testamento (da qual foi instituído o dízimo), mesmo depois do sacrifício do Senhor Jesus para remir  o homem do pecado?  Vamos conhecer a verdade que envolve esse MITO chamado dízimo, o qual está sendo levado aos fieis de forma desvirtuada, por muitos pregadores

            Porem, antes de iniciarmos o nosso estudo, vamos à consulta aos dicionários da língua portuguesa, sobre o nosso assunto:              

            Dízimo: A décima parte.
            Dízima: Contribuição ou imposto equivalente a décima parte dos rendimentos.
Como podemos observar, dízimo é a décima parte (de qualquer coisa) menos dos seus rendimentos. Porque a fração equivalente a dez por cento dos rendimentos chama-se dízima. Porque então os pregadores pedem dízimo? A confusão começa por aí, porque na lei de Moisés, a qual foi por Cristo abolida (Hebreus 7.12,18,19), o dízimo nunca foi dinheiro para os cofres das igrejas.
Os dízimos aos levitas eram dez por cento das colheitas dos grãos, dos frutos das árvores e da procriação de animais que nasciam no campo em um determinado período. Resumindo: O dízimo era alimento destinado a suprir as necessidades dos levitas que não tinham parte nem herança na terra prometida. Vejamos:   
Deuteronômio 14.24-27E quando o lugar que escolher o Senhor teu Deus para fazer habitar o seu nome, for tão longe que não os possa levar, vende-os e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus e compre tudo o que a tua alma desejar, e come ali perante o Senhor teu Deus, e alegre tu e tua casa. Porem, não desamparará ao levita que está dentro das tuas portas e não tem parte e nem herança contigo
Considere a profundidade do texto bíblico onde o Senhor evidencia que, se o lugar que escolheu o Senhor teu Deus, para levar o seu dízimo, for tão longe que não os possa levar, Ele instruiu, que o seu dízimo deveria ser vendido, e o dinheiro atado na tua mão, (observe que não é na mão de nenhuma outra pessoa), ir ao lugar que escolheu o Senhor, e comprar o que a tua alma desejar, para ali fazer habitar o nome do Senhor Deus.   
Portando amados, se o dízimo fosse dinheiro, o Senhor não iria mandar vender o que já era espécie.
O dízimo na lei de Moisés nunca foi oferecido da forma como está sendo feito hoje, porque   o dízimo foi destinado para suprir as necessidades dos levitas, mas hoje, não há mais a personagem representativa do levita entre nós.
Porem, alguém poderá apontar para Malaquias 3.10 tentando justificar que fora ordenado ao dízimo, ser levado para casa do tesouro. No entanto se meditarmos nos livros de II Crônicas 31.5-12 e Neemias 12.44-47 vamos entender melhor o porquê Malaquias mandou levar o dízimo a casa do tesouro. Disse o Senhor: Para que haja mantimento na minha casa. E o que é mantimento? 
Aquilo que mantém, provisão, sustento, comida, dispêndio, gênero alimentício, etc.  Leia o estudoA REVELAÇÃO DO CAPÍTULO 3 DE MALAQUIAS  para discernimento espiritual sobre a Palavra do Senhor texto.            
Ainda em II Crônicas 31.13-19, a lei menciona que o dízimo era partilhado às comunidades dos levitas que trabalhavam nas tendas das congregações, segundo o ministério que cada um recebera do Senhor. 
Hoje o dízimo está sendo direcionado para o líder ou para o dono da igreja, como também a cúpula de organizações religiosas, onde ninguém mais sabe a que fim se destina esse montante. Enfim, o dízimo não foi criado para assalariar o dirigente da igreja ou para prover as despesas pessoais desses, nem tão pouco para realizar obras missionárias ou para construir templos.
 OS DÍZIMOS ANTES DA LEI
O DÍZIMO DE ABRAÃO Gênesis 14.18-20: Abraão deu o dízimo dos despojos da guerra ao Rei Melquisedeque, sacerdote do Deus altíssimo, e foi por ele abençoado.
O DÍZIMO DE JACÓ - Gênesis 28.20-22: Jacó fez um voto ao Senhor, prometendo  dizimar  tudo quanto ganhasse, se em sua jornada fosse por Ele protegido e abençoado.          
Em ambos acontecimentos, não há registro na palavra que tenha havido ordenanças para que se dizimassem. Especificamente nesses casos, os dízimos foram oferecidos de forma voluntária, espontânea, ou por voto, em retribuição e agradecimento, honra e glória ao Senhor Deus, pelas bênçãos recebidas e pelas vitórias conquistadas.
Assim sendo, hoje não se pode tomar como exemplo os dízimos de Abraão e Jacó, como fundamento para implantá-los como regra geral de doutrina na igreja, com o propósito de receber bênçãos e salvação, em nome de uma lei que fora por Cristo abolida.
O DÍZIMO PELA LEI
Números 18.21-26: O pagamento do dízimo foi ordenado pela lei do Antigo Testamento, e tinha caráter de caridade, pois a sua principal finalidade era suprir as necessidades dos Levitas que não tinham parte nem herança na terra prometida, e também dos estrangeiros, órfãos e viúvas.
Deuteronômio 14.29: Então virá o levita (pois nem parte nem herança têm contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ãopara que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra das tuas mãos que fizeres.
Está na palavra, o dízimo foi criado por Deus, com a finalidade exclusiva de caridade aos necessitados, hoje é empregado para outros fins, diverso daquele que o Senhor ordenou.
Mas, ainda que os dirigentes das igrejas revertessem todo tributo dos dízimos e ofertas em obras sociais, ainda não estavam em conformidade com a palavra do Senhor, pois alem do dízimo ter sido abolido (Hebreus 7.5-12), a caridade ou amor ao próximo, é algo muito profundo, é individual e intransferível, é uma obra entre você e o Senhor teu Deus (Mateus 6.1-4).   
Outro detalhe interessante que precisamos conhecer, quando o dízimo foi instituído pela lei (Números 18.20 a 24) com a finalidade de manter os filhos de Levi que administravam o ministério nas tendas das congregações, os quais não receberam parte nem herança na terra prometida, (Números 18.24”b”), o Senhor declarou que os filhos de Levi não teriam nenhuma herança no meio dos filhos de Israel.
Como também fora ordenado as demais tribos de Israel, que dizimassem aos Levitas, o necessário para a manutenção cotidiana, porque não possuíam nenhuma herdade. Hoje, a situação está a revés da Palavra, os trabalhadores, a maioria deles assalariados, ofertam o dízimo para os que vivem sem trabalhar, e em abundância de bens.
O DÍZIMO NO EVANGELHO DE CRISTO
No Evangelho de Marcos 16. 15, 16, disse Jesus: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda a criatura. Quem crer e for batizado, será salvo, mas quem não crer será condenado.
            Observem que o Senhor Jesus mandou pregar o Evangelho, para que crendo, recebamos a salvação (I Coríntios 15.1, 2). Esse foi o propósito do Senhor ao oferecer o seu sangue em sacrifício vivo. E onde está a ordenança para o dízimo, senão no Antigo Testamento?  Porque então o homem persiste em pregar e manter as ordenanças da lei, as quais foram por Cristo, abolidas? Pregar a velha aliança é exumar uma lei sucumbida e mutilar o Evangelho de Cristo, sobrecarregando as ovelhas do pesado fardo que Cristo levou sobre si.   
No Evangelho de Cristo Ele nos ensina fazer caridade, nos ensina a orar,   a jejuar (Mateus 6.1 a 18), e uma infinidade de outros ensinamentos, porém  nas duas únicas vezes que Ele referiu-se aos dízimos,  foi com censura. Vejamos:
            Mateus 23.23 – Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé;deveis, porém, fazer estas coisas e não omitir aquelas.  
Alguém poderá considerar que Jesus ordenou que se dizimássemos, porque Ele disse: Deveis fazer estas coisas. Vamos buscar o entendimento espiritual na palavra do Mestre:
Jesus era um judeu, nascido sob a lei (Gálatas 4.4). Portanto, viveu Jesus na tutela da lei de Moisés, reconhecendo-a, e disse dessa forma, pela responsabilidade  de cumprir a lei. Vejamos:
Mateus 5.17,18: Disse Jesus: Não cuideis que vim abolir a lei e os profetas, mas vim para cumpri-la, e, nem um jota ou til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.
E verdadeiramente Ele cumpriu a lei.  Foi circuncidado aos oito dias, foi apresentado na sinagoga (Lucas 2. 21-24), assumiu o seu sacerdócio aos trinta anos  (Lucas 3.23, Números 4.43, 47), curou o leproso e depois o mandou apresentar ao Sacerdote a oferta que Moisés ordenou (Mateus 8.4, Levíticos 14.1...), e cumpriu outras formalidades cerimoniais da lei.
Porém, quando Cristo rendeu o seu espírito a Deus (Mateus 27.50,51), o véu do templo rasgou-se de alto a baixo,  então passamos a viver pela graça do Senhor Jesus,  encerrando-se ali, toda  ordenança da lei de Moisés, sendo  introduzido o Novo Testamento, o Evangelho da salvação do Senhor Jesus Cristo.
O que precisamos entender de vez por todas, que Cristo não veio a ensinar os Judeus a viverem bem a Velha Aliança, Ele disse: Um novo mandamento vos dou (João 13.34)e, se a justiça provem da lei,  segue-se que Cristo morreu em vão (Gálatas 2.21).
Em Mateus 5.20 disse Jesus à multidão e aos seus discípulos: Se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos  céus.
Observem que o Senhor Jesus Cristo mandou justamente os escribas e fariseus (os quais o Senhor sempre os tratava por hipócritas, falsos)  que cumprissem a lei de Moisés, lei que  ordenava o dízimo. Nós porém,  para herdarmos  o reino dos céus, não podemos de forma alguma voltar no ritual da lei Mosaica como faziam os escribas e fariseus, com hipocrisia, mas  precisamos exceder essa lei, a qual foi por Cristo abolida.   O amor, a graça e a paz do Senhor Jesus excede a lei de Moisés e todo entendimento humano.  
            A Segunda vez que o Senhor Jesus referiu-se ao dízimo, foi na Parábola do Fariseu e do Publicano (Lucas 18.9 a 14) e outra vez censurou os dizimistas. Tomou como exemplo um homem  religioso, que jejuava duas vezes  por semana e dizia  ser  dizimista fiel, porém, exaltava a si mesmo  e humilhava um pecador que suplicava a misericórdia do Senhor.  
Isso acontece hoje exatamente da mesma forma, muitos ainda exaltam-se dizendo: “Eu sou dizimista fiel”, mas nesta  narrativa alegórica, o Senhor Jesus Cristo exemplificou  que no Evangelho não há galardão para os dizimistas fieis, ao contrário, Jesus sempre os censurou.
A ABOLIÇÃO DOS DÍZIMOS
Hebreus 7.5: E os que dentre os filhos de Levi receberam o sacerdócio tem ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.
           Observe, a palavra afirma que Moisés deu uma lei ao seu povo, a qual é direcionada aos filhos de Levi, especificamente aos que receberam sacerdócio para trabalhar nas tendas das congregações, os quais têm ordem segundo a lei de receber os dízimos dos seus irmãos. Agora note o relato do versículo 11:
            Hebreus 7.11: De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade se havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque (referindo-se a Jesus Cristo) e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? (menção a Moisés, o qual introduziu a lei ao povo).
           Hebreus 7.12: Porque mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança na lei.
            Meditando no texto acima, especificamente nestes versículos, onde a palavra do Senhor assegura que os sacerdotes Levíticos recebiam os dízimos segundo a lei (Hebreus 7.5), Porque através deles (sacerdotes Levíticos) o povo recebeu a lei (Hebreus 7.11) e mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também, mudança na lei (Hebreus 7.12), porque se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (pelo qual o povo recebeu a lei), qual a necessidade do Senhor enviar outro Sacerdote? A palavra não deixa sombra de dúvida que não só o dízimo, mas toda a lei de Moisés foi por Cristo abolida. Mudou o Sacerdócio, necessariamente se faz mudança na Lei.
Se hoje, usarmos essa lei que fora direcionada especificamente aos filhos de Levi, aos que receberam o sacerdócio do Senhor Deus e aplicada ao povo, ela torna-se ilegítima, porque os “pastores” de hoje não são sacerdotes levitas, e Jesus afirmou que a lei e os profetas duraram até João (Lucas 16.16), e mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz mudança na lei (Hebreus 7.12).
Portanto, apenas esses três versículos (5,11,12) do capítulo 7 da carta aos Hebreus, seria suficiente para entendermos a abolição de toda lei, e não falarmos mais em obras mortas como dízimo na era da Graça do Senhor Jesus. 
AQUI TOMAM DÍZIMOS HOMENS QUE MORREM
A nossa maior preocupação em relação aos pregadores que tomam o dízimo dos fieis, vem incidir sobre o versículo 8 do Capítulo 7 da Carta aos Hebreus, observem o porquê:   
Hebreus 7.8: Aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive.  
Toda cautela no que diz a palavra: Aqui tomam dízimos homens que morrem, ali aquele que se testifica que vive (alusão ao Rei Melquisedeque).
No Evangelho de Mateus 22.32, disse Jesus que Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos.    O Senhor Jesus Cristo afirma que Deus, é Deus dos vivos e não é Deus dos mortos, e a palavra diz que aqui tomam dízimo homens que morrem, no que está legitimado no   Evangelho de João 11.26, onde disse Jesus: Todo aquele que  vive, e crê em mim, nunca morrerá.  Essa afirmativa do Senhor é mais uma evidência que nos faz entender que, os que tomam o dízimo não crêem em Jesus, porque a palavra está dizendo que morrem os que assim procedem, tomando o dízimo do povo, voltam a viver as ordenanças da lei de Moisés que fora por Cristo abolida.
Diante da Palavra de Deus, até onde recebemos entendimento, dar e receber dízimo é obra morta, ou seja, obra da justiça da Lei do Velho Testamento.  
            Crer e viver por essa prática é estar sem a graça de Deus, pois assim explica a Bíblia.    Estar sem a graça de Deus, é estar morto.
     Certamente que, sem Cristo e, cumprindo e se justificando pela lei, qualquer homem ainda não tem a vida eterna, tanto o que dá e, também, o que recebe o dízimo. Pois a palavra afirma que nenhuma alma será justificada diante d’Ele pelas obras da lei (Romanos 3.20,28 – Gálatas 2.16).
 CONSIDERAÇÕES FINAIS
No Evangelho de Cristo, não há ordenança para se tomar o dízimo ou para se cumprir qualquer outro rito da lei. Jesus nos deu um Novo Mandamento, mandou pregar o seu Evangelho, ordenou amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, isto é, com caridade, e não estipulou percentual ou limite. Em Mateus 10.42 o Senhor mandou dar pelo menos um copo de água fria. Para o mancebo rico Ele mandou vender tudo e dar aos pobres (Mateus 19.21);  e quando  Zaqueu lhe disse que daria até a metade de seus bens aos pobres, Ele não confirmou a necessidade desse procedimento (Lucas 19.8, 9), disse apenas: Zaqueu, hoje veio salvação a esta casa.
Muitos saem em defesa do dízimo afirmando: Mas o Dízimo é bíblico (Número 18.21 a 26). Certamente,  como também  é bíblico: A circuncisão (Gênesis 17.23 a 27),  o sacrifício de animais em holocausto (Levíticos Capítulos do 1 até 6.8-13), a santificação do sábado (Levíticos 23.3), o apedrejar  adúlteros (Levíticos 20.10 e Deuteronômio 22.22), etc. É bíblico, mas pela ordenança da lei que Moisés introduziu ao povo.
Então porque hoje não cumprem a lei na sua totalidade, ao invés de optarem  exclusivamente pelo dízimo? Querem o dízimo porque  é a garantia  de renda líquida e certa todos os meses nos cofres das igrejas.  
O que também é bíblico, e o homem ainda não se conscientizou, é uma grande divisão existente na Palavra, separando a Velha Aliança do Novo Mandamento do Senhor Jesus; o qual testifica a doutrina para salvação (I Coríntios  15.1, 2).   Porém hoje, qualquer esforço para voltar a lei de Moisés  que Cristo desfez na cruz, é anular o sacrifício  do  cordeiro   de  Deus   e  reconstruir o  muro por Ele derrubado (Efésios   2.13 a 15).
Apocalipse 5.9: Porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de todas as tribos, e línguas, e povos, e nações.
Portanto irmãos, o preço pela nossa salvação, o Senhor Jesus Cristo já pagou o mais alto preço, com o seu sangue inocente na Cruz. O Senhor ainda alerta: Fostes comprados por bom preço, não vos façais servos de homens (I Coríntios 7.23).
O dízimo hoje é remanescente por razões óbvias: Primeiramente, pela contribuição dos que arcam com essa pesada carga tributária.
Outra presunção vem por parte dos que são beneficiados pelos dízimos, esses incorrem no erro pela ausência de entendimento espiritual da palavra de Deus não diferenciando a lei de Moisés feita de ordenanças simbólicas e rituais, com a Graça e a verdade do Senhor Jesus Cristo, ou mesmo consciente da abolição dessa prática, assumem o risco dolosamente na desobediência à palavra do Senhor.
Porem, seja por uma ou por outra razão, o homem querendo ou não, aceitando ou não, o dízimo, como toda a lei cerimonial do Antigo Testamento, foi por Cristo abolida pela aspersão do seu sangue na cruz do Calvário:  (Lucas 16.16, Romanos 10.4, Efésios  2.15, II Coríntios 3.14, Hebreus  7.12,18, 19).  
Gálatas 5.14: Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amaras ao teu próximo com a ti mesmo
              LEIAM ARTIGOS RELACIONADOS: