quarta-feira, 15 de junho de 2011

VOCÊ JÁ TÊVE A SENSAÇÃO DE ESTAR ABANDONADO POR DEUS?



Isso normalmente acontece com quem decide servir a Deus de verdade, as lutas são provações que Deus permite em nossa vida para nos testar se realmente estamos prontos para servi-lo nos momento de alegria e de aflições.
Ouvimos muitos pregadores dizendo que sua vida esta uma benção tudo esta as mil maravilhas, Deus tem feito grandes milagres em sua vida. Mas talvez ele não esteja preparado para os momentos tempestuosos, o frio a falta de um teto alimentação precária. Eu sempre admirei os evangelistas e missionários, porque eles conhecem as dificuldades para divulgar o evangelho, o missionário é um homem que paga o preço para ganhar almas, ele esta no campo, não busca conforto e sim almas para Cristo, mas porem muitas vezes ouvimos esta frase “ele é só um missionário ou um evangelista não  tem experiência de dirigir uma igreja. Não é um teólogo formado”. O missionário muitas vezes chega a pensar será que Deus esqueceu de mim, porque são tantas dificuldades que eles passam. Os evangelistas também são grandes ganhadores de almas.  Eles saem de porta em porta, muitas vezes são mal recebidos pelas pessoas que ainda não conhecem a Jesus, mas eles não desistem São pessoas capacitadas pelo Espírito Santo a divulgar o evangelho, eles conhecem bem a palavra quando se trata de ganhar almas. São eles, os missionários e os evangelistas que conduzem as almas até Jesus, eles estão nas favelas nas tribos indígenas nos campo de refugiados sempre levando uma palavra de conforto aos que estão atribulados são os verdadeiros semeadores da palavra. Muitos destes heróis de Cristo viajam dependendo de carona, alguns não tem a certeza se terá a próxima refeição, são mortos em paises que são contra a publicação do evangelho e são humilhados. Mas nós estamos ótimos temos o nosso carro a nossa casa, temos uma bela igreja um ótimo salário, a noite nós deitamos em um colchão confortável e agradecemos a Deus por este conforto, mas o missionário esta deitado em uma rede ou  mesmo no chão e também agradece a Deus, pela vida de sofrimento que esta passando mas porém ele sabe que sua recompensa será muito grande. Porque quando uma pessoa decide se entregar totalmente a Deus, ela já sabe que o sofrimento virá. Muitas vezes nós que nada fazemos para Jesus, porque passamos anos e anos só pregando para crente de banco de igreja pensamos que somos alguma coisa importante para Deus, mas se olharmos para os evangelistas e missionários teremos vergonha de dizer que somos funcionários da seara do Senhor. A queda dos pregadores arrogantes é certa, porque justo é o Senhor que tudo vê. O arrogante julga os que não tem a mesma formação universitária que ele, fazem criticas sobre suas pregações porque muitos ainda não são formados. Eles também costumam  exortar os irmãos, não pelo espírito mas pela carne. Corrigem o erro dos outro mas as suas próprias famílias se tornam motivo de escândalo para a igreja e sociedade. Quando o erro é gerado em suas família se escondem fogem vivem atrás de uma mascara porque não querem ser motivo de comentários, como eles fazem com os que eles sempre julgaram em suas igrejas. Eles pregam a honestidade, mas são falsos, corrigem com rigor os membros, mas muitos não enxergam os seus filhos que estão no caminha da perdição, cometendo crimes, são usuários de drogas, prostituem, eles se fazem de cegos. Porque não são aptos para ser um ministro de Deus. O homem que não consegue governar o seu próprio lar, “não esta apto para governar a casa do Senhor”. Conhecem todas as doutrinas da palavra, mas só para aplicar na igreja, em seu lar ele não tem autoridade porque não agem pelo Espírito são carnais, seu talento é julgar. Não conhecem a longanimidade que é a qualidade dada por Deus que faz o homem ser paciente até na provação. È melhor que a força. O crente é exortado a andar “com longanimidade” e revestir-se de “longanimidade”. A irritação, a ira, a vingança, são obras da carne, o oposto da longanimidade. A longanimidade significa “auto-restrição que não responde ou revida apressadamente a um mal feito”. Significa paciência para com as pessoas, suas fraquezas, falhas, ignorância, demoras e pecados. Eis um exemplo de Jesus  Mateus . 15:15-20, Lucas. 9:51-55.Também não conhecem a benignidade, “Deus é benigno até para com os ingratos e maus” “A benignidade do Senhor é  de eternidade a eternidade sobre aqueles que o temem”. A benignidade está associada à idéia de amabilidade, brandura, compaixão e misericórdia. Somos exortados a nos revestir de benignidade. A vida de Cristo comunicada ao crente produzirá a benignidade. Lucas.7:36-50
Deus Já mais abandona o sérvo fiél.

José Simião
15/06/2011